domingo - 29/09/2013 - 08:58h

Só Rindo – (Folclore Político)


Chumbinho e Cachimbinho

Presidente da Fundação de Cultura de Mossoró, órgão da Prefeitura de Mossoró, o empresário do setor livreiro e ex-reitor da Universidade do Estado do RN (UERN) Gonzaga Chimbinho conversa com amigos à porta de sua loja, no centro da cidade.

Como sempre, entabula aquela prosa arrastada, sem pressa…

Aos poucos, um homem maltrapilho se aproxima do grupo e o escolhe como alvo. Atento e envolvido com a conversa com os demais interlocutores, Chimbinho não lhe dá atenção de imediato, mas depois abre pausa para ouvi-lo:

- Pois não, meu amigo! O senhor quer o quê?

- Seu Chumbinho, eu quero que o senhor me dê uma esmola…

Gonzaga sorrir, relevando o deslize quanto ao seu sobrenome. Mas um amigo intervém, na ânsia de reparar o equívoco:

- Olha, o nome não é Chumbinho. É Gonzaga Chimbinho

Compenetrado, o esmoleiro agradece a retificação, mas retoma a carga. Mantém a reverência à “vítima” com corpo arqueado e cabeça baixa, para solenemente voltar a  pedir:

- Seu Gonzaga Cachimbinho, me dê uma esmolinha…

 

Categoria(s): Folclore Político
domingo - 29/09/2013 - 08:39h

O homem que se evadiu


Por Dinah Silveira de Queiroz

Ele costumava olhar a cidade como quem passa de trem, e não pode possuir a paisagem. Que belas mulheres, que admiráveis lugares de diversões, e que restaurantes… e que bebidas!

Feliz era o turista que chupava a cidade por um canudo.

Mas ele — ele era o seu escravo! De casa para o trabalho, do trabalho para casa. Quando chegava o dia de folga — a mulher, que estava dia a dia ficando mais feia e ácida, se agarrava com ele. Ela era quem escolhia o cinema, ou a visita…

Numa segunda-feira, em que o homem sentia a vida como um nó na garganta, um companheiro de trabalho deu certa notícia:

- “Sabe? O chefe vai mandar-me a Buenos Aires por quinze dias!”

- “Mas você é um homem de sorte! Eu que sempre quis conhecer aquela terra!”

A viagem do colega a Buenos Aires deu ao nosso conhecido um complexo: o da liberdade! A inveja nele doía. E então, pediu ao felizardo:

- “Tive uma ideia. Vou tomar férias. E como não tenho dinheiro para viajar… fico por aqui mesmo. Mas quero que minha mulher pense que estou fora. Meu amigo — eu vou é me acabar! Vou-me divertir para o resto da minha vida. Você vai para Buenos Aires, mas a gente rica de lá vem passear aqui. Quer dizer que isto é bom. O de que se precisa é liberdade, para gozar o Rio.”

Como o amigo concordasse com sua fantasia — o carioca que queria gozar o Rio como turista disse à mulher:

— “Meu bem, tenho uma novidade para contar. O chefe me despachou para Buenos Aires por duas semanas! Vou ter muitas saudades de você. Nós que não nos separamos nunca!”

E ele não quis que a mulher o acompanhasse ao Aeroporto:

— ” Vou ficar muito emocionado.”

Nesse dia em que deveria embarcar, ele madrugou e foi levar o amigo, entregando-lhe meia dúzia de telegramas que deveria passar… E caiu na orgia.

À noite, depois de um dia de companhia alegre, de passeio de lancha, de teatro ao lado de uma loira, à noite, lá pelas onze horas, uns conhecidos que chegavam a uma boate deram com nosso personagem num pileque terrível. Daí a meia hora estava dormindo sobre a mesa: ninguém sabia que ele tomara um quarto em hotel… nem conhecia sua trama inventada.

Os amigos, penalizados, o puseram num automóvel e sabendo do seu endereço, o deixaram em casa, onde a mulher o recebeu com espanto, que se transformou em cólera tremenda.

Quando, de manhãzinha, o homem acordou em seu quarto — mediu toda a extensão da sua … desgraça:

— ” Meu bem, os amigos, lá no aeroporto… O avião atrasara quatro horas… me deram uma festinha de despedida… e eu perdi a hora… Mas não foi minha culpa. Você me perdoe. Isso aconteceu, porque eu não tenho hábito dessas coisas… Mas eu me arranjarei com o chefe… Até foi bom. Ele manda outro funcionário, e eu não me separo mais da minha mulherzinha.”

A senhora estava furiosa. Foi preciso muito juramento e muita declaração de amor para que amansasse um pouquinho. À tarde, quando estava já querendo fazer as pazes tocou a campainha da porta. Era um telegrama. Ela o abriu:

— ” Viagem ótima. Morrendo saudades querida mulherzinha.”

Foi a tempestade. A

senhora arrumou a bagagem. Ia para a casa do pai, pois não era uma abandonada. O marido se arrojou ao chão, inventou histórias, disse que se mataria. Ela ficou.

Mas quando se recolhiam ao quarto de pazes feitas, chegou novo telegrama:

— ” Buenos Aires sem ti não vale nada.”

E os quinze dias do homem que quis quebrar sua rotina foram tremendos. Mesmo porque o amigo que levara os telegramas mudara de hotel, em Buenos Aires, e se desincumbiu religiosamente da sua missão.

O último despacho que mandou foi assim:

— ” Volto amanhã teus braços.”

E estava gentilmente assinado: ” Maridinho”.

Dinah Silveira de Queiroz (1911-1982) – Romancista, contista e cronista paulistana

Categoria(s): Crônica / Grandes Autores e Pensadores
  • Repet
domingo - 29/09/2013 - 07:47h

Redemoinhos de setembro


Por François Silvestre

Uma das experiências mais consistentes de inverno no Sertão são os redemoinhos de Setembro. Um deles, ontem, quase me tira da estrada. Que bom.

Não eu sair da estrada, mas o encontro com um deles, em pleno meado de Setembro.

O catolé já amarelou. Bom sinal.

Ainda não vi a casa do mané-de-barro, cuja porta para o nascente é sinal ruim. Se estiver virada para o poente, é invernão. Com cheias e enchentes. Virada para o Sul, é inverno fraco; com chuvas finas, que não juntam muita água. Se aberta para o Norte, chuvas irregulares. Pesadas nuns lugares e escassas noutros.

As aroeiras floram. Os cajueiros também.

Há notícias de inchuís, pendurados nos galhos de juremas ou mofumbos. Ainda não sei se estão gordos, lambuzando de mel as capas sobrepostas.

O sabiá ainda não está cantando dobrado. Uso o gerúndio porque aprendi a falar por aqui mesmo, em vez do “a cantar”, que se diz em Lisboa. Ou no Supremo Tribunal Federal (STF), pelo Ministro Gilmar Mendes, aquele dos idos de Mato Grosso, onde eu não sei como são as experiências de lá.

A flor do mofumbo, que só cheira ao nascer, ainda não deu o ar da graça. Igual à polícia nas estradas, que só aparece uma semana depois dos assaltos.

Mas o mofumbal, mesmo de aroma passageiro, perfuma tabuleiros e caminhos. E sua moita, de tão fechada, não permite sequer a passagem do sol.

Os caçadores continuam sua batalha para extinguir o que ainda a resta de muito pouco da fauna silvestre. Meu nome entrou aí de gaiato. Eu sou mesmo é um bocó urbano, que usa o Sertão para suprir as deficiências da arte de escrever.

O Sertão sim, esse escreve na cara amuada da Natureza. Os broques das grotas também começam a exibir a estupidez nativa dos moradores daqui. Sem qualquer gesto impeditivo de órgãos públicos inúteis e caros.

As chãs das nossas serras, minimalistas, encolhem-se indefesas ante a burrice de moradores, descaso de turistas e inutilidade dos órgãos pagos para ter pena do meio ambiente.

É na privada que mora o poder público, abafando o cheiro do mofumbo. Falta aparecer a reação canora do fura-barreira. Calangos cegos procurando os ramos secos da jitirana. O vagear da manjerioba.

Por ora, de garantido mesmo, só os redemoinhos; ou como os chamam os matutos: redemunhos, pés de vento, cão de poeira.

Há muito tempo, uns frades franciscanos foram expulsos de Martins. Contam que no mês de Setembro.

Ao receberem a ordem de partida, vários redemoinhos se formaram em volta deles. E aí os peregrinos de marrom lançaram uma maldição. “Este lugar vai crescer como correia no fogo”! Pois não é que a profecia se realiza até hoje?

Você sabe como se comporta uma correia de couro cru no fogo?

Ela se retorce, estica-se no começo e depois se comprime, até virar uma casca ensebada.

mais.

François Silvestre é escritor e cronista no impresso O Novo Jornal

Categoria(s): Crônica
sábado - 28/09/2013 - 23:58h

Pensando bem…


“Quem não arrisca nada não precisa de esperança para nada.”

Friedrich Schiller

Categoria(s): Pensando bem...
  • Repet
sábado - 28/09/2013 - 20:21h
Governo Rosalba

A pior fase antes do fim


Rosalba Ciarlini (DEM) chegou a pior fase do exercício do mando.

Toda a “corte” conspira e promove sua ruína.

Com salário atrasado, cada servidor é seu algoz e passa a ser um conspirador em potencial, 24 horas por dia, enquanto ela estiver na Governadoria.

Seu Governo chegou ao final.

Resta saber como será o seu fim.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog / Política
sábado - 28/09/2013 - 16:33h
Mossoró

Até Câmara Municipal recebe recurso com atraso


Só ontem pingou o duodécimo na conta da Câmara de Mossoró.

Repasse da Prefeitura Municipal de Mossoró atrasou sete dias. A transferência era para ter sido feita até o dia 20 passado, conforme estabelece legislação pertinante.

A prefeita Cláudia Regina (DEM) precisará apertar o cinto…

As dificuldades de caixa não combinam com o “engarrafamento” crescente de gente com cargos comissionados, em minúsculas salas de algumas repartições.

As empresas terceirizadas que servem à prefeitura estão com dificuldades, todos os meses, para pagamento de seus empregados.

Categoria(s): Administração Pública
  • Repet
sábado - 28/09/2013 - 11:53h
Em Brasília

A mão e o jeito de Laurita Arruda no Planalto


O presidente da Câmara Federal, Henrique Alves (PMDB), formalizou ontem à noite em Natal seu enlace matrimonial com a jornalista Laurita Arruda.

Liturgia para cerca de 100 convidados especiais, num endereço de casal de amizade comum a ambos.

Henrique e Laurita (com presidente Dilma): fino trato

Mas longe da “esquina do continente”, em Brasília, Laurita há tempos que começou a imprimir sua identidade própria.

Na residência oficial da Presidência da Câmara Federal, convocou servidores da casa para um reordenamento lá fora.

A horta passou por consideráveis alterações, transformando um espaço quase árido num ambiente de produção orgânica. Ah, não devem faltar alguns chás na produção!

Henrique não tem do que reclamar.

Pelo contrário.

Categoria(s): Política
sábado - 28/09/2013 - 10:08h
Desvio

Plantões no Tarcísio Maia geram enorme prejuízo


Por Cézar Alves

O que já se tem de provas do desvio de plantões eventuais no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) é tão evidente, que era para os responsáveis estarem presos.

No HRTM já são tão acostumados a sumirem com milhões destes plantões, que estavam tratando a coisa como se fosse deles.

A casa caiu.

O rombo descoberto no HRTM faz os R$ 8,43 milhões que tomaram “Doriu” do Hospital da Mulher, parecerem troco.

Aguardem!

Categoria(s): Administração Pública / Saúde
  • Repet
sábado - 28/09/2013 - 10:01h
Mais dificuldades

Defensores Públicos vão pedir impeachment de Rosalba


A Associação dos Defensores Públicos do Rio Grande do Norte (ADPERN) deverá ingressar com pedido de impeachment da governadora Rosalba Ciarlini (DEM).

Além do impeachment, será encaminhada representação junto ao Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, pedindo o afastamento da governadora ou uma intervenção federal no Estado.

A informação foi confirmada pelo presidente da entidade, Francisco de Paula Leite Sobrinho, ao Blog do Marcos Dantas.

 

Categoria(s): Administração Pública
sábado - 28/09/2013 - 09:32h
Desvio na Saúde Pública

“Operação Ponto Final” cogitou prisão de figurões


Foi por pouco.

A “Operação Ponto Final”, que ocupou o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) ao final da manhã de ontem (AQUI), coletando documentos para apuração de denúncias de irregularidades que desviam milhões de reais da Saúde, por pouco não termina em “cana” para algumas figuras.

A Polícia Civil chegou a ensaiar pedido de prisão.

Mas o avanço das investigações, com suporte do Ministério Público, não descarta a hipótese.

Categoria(s): Administração Pública
  • Repet
sábado - 28/09/2013 - 09:23h
Confronto

Polícia se sente amordaçada e humilhada e protesta


Conversei longamente ontem com um delegado da Polícia Civil. “Estou me sentindo humilhado, tratado por certo político como preguiçoso”, disse ele, com ar de revolta.

Protesto chega às ruas com maior força e apoio popular

A Polícia Civil segue em greve e no Governo do Estado, o nível de radicalização nas relações só tem aumentado.

Os trabalhadores da Segurança Pública, Saúde, Educação e bancários do Rio Grande do Norte fizeram um ato conjunto na tarde desta sexta-feira (27) na Avenida Rio Branco, Centro de Natal, para repudiar as recentes medidas governamentais contra o funcionalismo estadual, além de decisões judiciais que afrontariam as conquistas trabalhistas no estado.

Denominada “Marcha da Mordaça” em referência às proibições de protestos em prédios públicos por parte dos servidores em greve, a mobilização chamou a atenção de comerciantes, vendedores, consumidores, além de motoristas. Muitos se solidarizaram com o ato demonstrando sua insatisfação com a administração estadual.

Os grevistas da Polícia Civil e Itep se reúnem em assembleia novamente a partir das 8h da próxima segunda-feira (30) na sede do Sindicato da Polícia Civil (SINPOL), para definir as ações da semana.

Categoria(s): Administração Pública / Segurança Pública/Polícia
sábado - 28/09/2013 - 08:05h
Em Natal

Robinson dá demonstração de força em evento do PSD


O vice-governador dissidente Robinson Faria (PSD) deu uma demonstração de força e representatividade nessa sexta-feira (27), em Natal, em evento de filiação do seu partido. Cerca de 300 lideranças políticas estiveram presentes num hotel da capital do Estado.

Evento teve presença numerosa de lideranças

O evento de filiação contou com a participação de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, dos deputados estaduais Gesane Marinho (PSD), José Dias (PSD), do deputado federal Fábio Faria (PSD) além do vice-governador da Paraíba, Romulo Gouveia (PSD) e do prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PDT).

Em um discurso emocionado, Robinson Faria (PSD) agradeceu o apoio do prefeito Carlos Eduardo e ressaltou a importância de construir um projeto para o Estado.  “O prefeito Carlos Eduardo está recuperando Natal e com o apoio dele e de todos vocês vamos retomar o desenvolvimento e a autoestima do povo do Rio Grande do Norte que está esquecido”, destacou.

Galeno Torquato

O foco do encontro do partido foi a filiação dos novos integrantes, incluindo o ex-prefeito de São Miguel, Galeno Torquato que disputará uma vaga na Assembleia Legislativa em 2014. “Represento aqui todos os novos integrantes do partido que assim como eu acreditam na proposta do PSD, um partido novo que nasce com a confiança do povo e tem grandes líderes”, disse.

Robinson mexe-se num intrincado labirinto. Desde que rompeu com o Governo Rosalba Ciarlini (DEM) em 2011, antes mesmo de ambos completarem o primeiro ano de gestão, é naturalmente um nome posto à sucessão estadual.

Tem trânsito livre entre as mais diversas correntes e partidos de oposição e tem conseguido se manter em evidência, mesmo alijado do poder e sem maiores instrumentos de projeção.

As conversas quanto à sucessão sempre o incluem no tabuleiro. Mas é precipitado se afirmar que será realmente candidato.

 

Categoria(s): Política
  • Repet
sábado - 28/09/2013 - 07:47h
Em Natal

Estado apresenta centro de segurança para Copa 2014


O novo Centro Integrado de Comando e Controle para Copa do Mundo de 2014 (CICC) foi apresentado nessa sexta-feira (27) pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM) à imprensa potiguar. Montado na Escola de Governo, no Centro Administrativo, em Natal, o CICC vai concentrar todas as forças de segurança pública (Polícias Federal, Militar, Civil, Guarda Municipal, Samu e Corpo de Bombeiros).

Estrutura foi apresentada ontem (Elisa Elsie)

Começará a funcionar antes mesmo do início do mundial, com a transferência do Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp) para o local.

Segundo o secretário de Segurança, Aldair da Rocha, o Ministério da Justiça já autorizou a transferência da unidade.

Para operar o Centro, 32 servidores das forças citadas, especialistas em engenharia civil e elétrica e brigada de incêndio, serão treinados entre os dias 30 de setembro e 4 de outubro para esta atuação específica.

Ouvidoria

A Governadora Rosalba Ciarlini recebeu em audiência na tarde desta sexta-feira (27), o ouvidor nacional dos Direitos Humanos, Bruno Renato Teixeira, que esteve acompanhado dos ouvidores do estado do Rio Grande do Norte, George Luiz Bonifácio e do Rio Grande do Sul, Patrícia Lucy Machado Couto.

Os representantes das ouvidorias estão no Estado para participar do Fórum Nacional de Ouvidores de Polícia, que está sendo realizado em Natal.

Durante a audiência foi debatido o fortalecimento da ouvidoria no âmbito estadual, inclusive para contemplar ações do programa Brasil Mais Seguro, pactuado recentemente pelo Governo do Estado com o Governo Federal. De acordo com as informações apresentadas, o prédio em que funciona atualmente o setor, não oferece boas condições físicas, nem é de fácil acesso à população.

Na ocasião, a governadora Rosalba Ciarlini determinou que a Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas) viabilize um novo espaço para funcionar a ouvidoria, em um prédio da Fundação Estadual da Criança e Adolescente (Fundac), fundação vinculada a esta pasta. O pleito foi passado para a titular da Sethas, Shirley Targino, que irá agendar uma visita à provável nova sede.

Categoria(s): Administração Pública / Esporte / Segurança Pública/Polícia
sexta-feira - 27/09/2013 - 23:54h

Pensando bem…


“Tempos tristíssimos nos quais quem tem um pouco de coração e inteligência é necessariamente um mártir quotidiano”

Giovanni Papini

Categoria(s): Pensando bem...
  • Repet
sexta-feira - 27/09/2013 - 18:04h
Constituição Federal

Paulo Bonavides fará palestra na “Quinta Jurídica”


O professor Paulo Bonavides, considerado um dos maiores constitucionalistas do país, confirmou presença na Quinta Jurídica, evento que acontecerá dia 10 de outubro, no auditório da Justiça Federal do Rio Grande do Norte (JFRN).

O tema desta edição será “25 anos da Constituição Brasileira”.

O professor, reconhecido internacionalmente, foi homenageado, recentemente, em Lisboa, onde recebeu a medalha Jorge Miranda da Faculdade de Direito de Lisboa.

Além do professor Paulo Bonavides, o vice-presidente do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, desembargador Federal Edilson Nobre, e o professor Ivo Dantas, titular da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), também ministrarão palestra.

A Quinta Jurídica é promovida pelo núcleo do Rio Grande do Norte da Escola de Magistratura Federal.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público
sexta-feira - 27/09/2013 - 16:16h
Lloyd's List

Jornal mais antigo do mundo abandona o papel


O Estado de São Paulo

Numa decisão que está sendo considerada como um marco na história da imprensa, o jornal mais antigo do mundo ainda em circulação, o Lloyd’s List, anunciou que vai abolir sua versão impressa e passará a existir apenas na web a partir de 20 de dezembro.

O jornal foi criado há 279 anos em Londres, servindo à indústria naval no centro do que era então a maior potência comercial mundial. Em seus primeiros dias, os interessados em vender algo ou anunciar alguma notícia colocavam papéis escritos em um das paredes de um café. O jornal foi fundado por Edward Lloyd, que fixava em seu café também notícias sobre a chegada de embarcações à cidade, despedidas, contratações e mortes.

Segundo a direção do jornal, a decisão de se dedicar ao mundo online veio após uma pesquisa com os assinantes mostrar que apenas 25 clientes ainda esperavam para ler a versão impressa. “Isso é apenas uma parte natural de nossa evolução”, disse o editor Richard Meade. A pesquisa também apontou que 97% dos entrevistados disseram usar mais a versão online.

Com circulação de 1,2 mil exemplares e mais de 16 mil assinaturas online, Meade confessou que não via a hora de acabar com a edição impressa.

Phil Smith, diretor do grupo Informa – atual dono do jornal – divulgou comunicado informando que, nos últimos anos, a expansão na web havia sido relevante, enquanto o número de cópias físicas do jornal havia sido drasticamente reduzido.

O Lloyds não é o primeiro a abandonar sua versão impressa. Outros, como o Christian Science Monitor e a revista Newsweek também optaram pela web como forma de sobrevivência.

 

Categoria(s): Comunicação
  • Repet
sexta-feira - 27/09/2013 - 13:02h
Operação Ponto Final

Desvios na Saúde no Governo Rosalba são apurados


A “Operação Ponto Final” – desencadeada hoje pela Polícia Civil (com suporte do Ministério Público), nasceu documentalmente de um trabalho de inspeção do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Mas já existiam indícios e denúncias de irregularidades funcionais na Saúde Pública do Estado, perscrutadas pelo MP.

Carlos Thompson: apuração de muitos danos

A ocupação hoje pela manhã do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), em trabalho comandado pelos delegados da Polícia Civil Fábio Montanha e José Vieira (veja postagem mais abaixo), é reflexo de apurações preliminares.

Só com o pagamento de adicionais de insalubridade na Saúde, o Governo do Estado pagou o total de R$ 32.688.453,85 no exercício de 2011.

O HRTM é uma ponta desse iceberg. A busca e apreensão não visa só essa unidade hospitalar. Outros endereços são visitados.

A rapinagem no sistema de saúde é caso antigo, sistêmico e endêmico.

À semana passada, o TCE publicou matéria oficial atestando o escândalo na Secretaria de Saúde Pública do Estado (SESAP).

Identificou que pelo menos 600 servidores estão espalhados sem que a Sesap saiba onde estão lotados e sequer se realmente trabalham.

Pagamentos de adicional de insalubridade, plantões eventuais e acumulação ilícita de cargos não faltam no rastro de investigações.

Veja, abaixo, resumo do que o TCE noticiou à semana passada, para entender melhor a Operação Ponto Final:

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado acatou, na manhã desta quinta-feira (19), voto do conselheiro Carlos Thompson pela realização de inspeção especial na Secretaria de Estado de Saúde Pública – SESAP, mais precisamente para apurar irregularidades nos pagamentos de adicional de insalubridade, plantões eventuais e analisar a situação de quase 600 servidores em área de transferência ou sem lotação definida, além da possível acumulação ilícita de cargos públicos.

O conselheiro concedeu um prazo de 45 dias para a diretoria de Pessoal do TCE apresentar diagnóstico da situação.

A decisão de Carlos Thompson foi baseada em relatório elaborado pelos Inspetores de Controle Externo do TCE, José Monteiro Coelho Filho, Anne Emília Costa Carvalho e Vilmar Crisanto do Nascimento, que ao analisarem o Relatório de Execução Orçamentária da Secretaria de Saúde, detectaram as possíveis irregularidades. A auditoria da Inspetoria do TCE encontrou no ano 2011, na SESAP, um dispêndio de R$ 32.688.453,85 com o pagamento dos adicionais.

Adicional

Na época, a secretaria alegou existirem servidores na própria sede da Secretária e em outros órgãos administrativos que receberiam o pagamento do adicional. Além disso, trabalhadores afastados e sem lotação identificada também recebiam o adicional.

“Como se não bastasse, há suspeita de que a Secretaria de Saúde realizaria o pagamento do adicional de insalubridade até mesmo para servidores que estão cedidos a outros órgãos e diversos Municípios do Estado do Rio Grande do Norte, contrariando o que dispõe a Lei Complementar Estadual nº 333/2006, em seu artigo 26, §2º, in verbis:”, relatou o conselheiro. Ainda, consta nos autos a notícia de possíveis pagamentos indevidos de plantões eventuais concedidos a servidores em setores como as Farmácias Populares, APAMI Mossoró, APAMI São José de Mipibu, Setor de radiologia, centro cirúrgico, alojamento conjunto e centro obstétrico do Hospital Regional Alfredo Mesquita Filho.

O Relatório do TCE aponta que durante a auditoria pode-se observar o uso indevido e indiscriminado de plantões eventuais, servindo entre outras práticas como forma de recompensar servidores pelo exercício de funções de chefias ou coordenadorias sem gratificações ou com gratificações inexpressivas ante a importância e as responsabilidades assumidas pelo titular das coordenações.

No mês de maio/2012, para se ter uma ideia, a SESAP gastou R$ 4.256.745,40 com o pagamento dos referidos plantões eventuais.

Ruth, a fantasminha

Ruth: até hora-extra sem trabalhar

Em seu voto, o conselheiro destacou: “Considerando as possíveis irregularidades apontadas pela Inspetoria de Controle Externo, bem como a que foi suscitada por este Conselheiro Relator, determino que a representação aqui formulada seja investigada por meio de inspeção especial, nos termos do dispositivo antecedente, com intuito de apurar a legalidade e legitimidade das despesas com o adicional de insalubridade e os plantões eventuais, sem olvidar da análise dos servidores em área de transferência e/ou sem lotação definida, e da possível acumulação ilícita de cargos”.

O voto foi aprovado à unanimidade dos conselheiros.

Antes disso, em maio, o HRTM foi abalado por denúncia de que a irmã da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), ex-deputada estadual e ex-vice-prefeita mossoroense Ruth Ciarlini (DEM), receberia até hora-extra no hospital sem trabalhar.

A irmã da governadora era uma ilustre “fantasminha”.

No dia 22 de maio, há mais de quatro meses, o secretário de  Saúde do Estado, Luiz Roberto Fonseca, anunciou que estava abrindo sindicância para apurar a situação.

A denúncia foi repercutida por este Blog AQUI.

Hospital da Mulher

Mas de lá para cá, o que de mais notório ocorreu foi outra denúncia envolvendo o mesmo sobrenome Ciarlini.

Um filho da ex-deputada – André Ciarlini – ganhou emprego no Tribunal de Justiça do RN (TJRN), sem concurso, depois de se transferir de outro que tinha na Assembleia Legislativa. Veja AQUI.

Ano passado, a bomba da vez foi o Hospital da Mulher. O Ministério Público tentou impedir o esquema de sua criação em regime terceirizado.

Em funcionamento, o Hospital da Mulher teria sido vítima de desvio de mais de R$ 8,4 milhões em pouco menos de seis meses de funcionamento, conforme o próprio Governo Rosalba admitiu.

Uma auditoria especial foi constituída, com prazo de 30 dias para apresentar resultados. Contudo como era ano político-eleitoral, a situação só veio à tona no início de 2013. Mesmo assim, o Hospital da Mulher vive sob intervenção judicial há quase 180 dias (seis meses).

Em parte, essa roubalheira – sempre sem punição de culpados – explica um pouco a escassez de recursos à Saúde Pública.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público
sexta-feira - 27/09/2013 - 12:34h
Aplausos, por favor

Mutirão da Justiça obtém 74,73% de acordos


Após mais de 16 horas ininterruptas de trabalho, chegou ao final, às 23h desta quinta-feira (26), o Mutirão DPVAT de Mossoró. Os resultados foram comemorados por todas as partes envolvidas.

As vinte mesas de conciliação, instaladas no antigo Fórum Dr. Silveira Martins, analisaram cerca de 450 processos de Mossoró e região. O número de acordos alcançou 74,73%, envolvendo valores da ordem de R$ 1.465.057,27 (um milhão, quatrocentos e sessenta e cinco mil e cinquenta e sete reais e vinte e sete centavos), conforme dados fornecidos pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Região Oeste – CEJUSC/OESTE.

“Superamos todas as expectativas. Estamos mais que satisfeitos e agradecidos ao empenho de todos. As partes vieram para este dia com desejo de conciliar. Os números dizem do sucesso de mais essa iniciativa do Tribunal de Justiça”, afirmou o coordenador do CEJUSC/OESTE, Juiz de Direito José Herval Sampaio Júnior.

Um dos destaques do Mutirão DPVAT em Mossoró foi o agendamento de processos que estão em grau de recurso, no âmbito do Tribunal de Justiça. Audiências foram realizadas  pelo desembargador aposentado Cristóvam Praxedes e pela juíza aposentada Lindalva Medeiros, que compõem o Centro de Conciliação do 2º grau.

Nota do Blog - Aplausos, por favor.

Esse é o real papel da Justiça e não promover eventos em praça pública para distribuir carteira de identidade e cortar cabelo etc.

Justiça é aquela que consegue ser ágil e justa, sem agilidade, não há justiça.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público
  • Repet
sexta-feira - 27/09/2013 - 11:40h
Corrupção

Justiça condena ex-auxiliares de Wilma no caso “Foliaduto”


Do Blog Panorama Político

O Juiz de Direito Guilherme Newton do Monte Pinto, da 6ª Vara Criminal da Comarca de Natal, condenou seis acusados, na ação penal n° 0029964-91.2009.8.20.0001, ajuizada pelo Ministério Público Estadual, que denunciou esquema criminoso referente a desvios de recursos da Secretaria Estadual de Turismo (SETUR), conhecido como “Foliatur” (Foliaduto).

O Magistrado condenou os réus Armando José e Silva, Arnaldo Saint-Brisson Assunção Ramos, Belkiss Nascimento de Medeiros, Fernando Antônio Amâncio da Silva, Roberto Batista de Paula e Fabiano César Lima da Mota pelos crimes de peculato (art. 312 do Código Penal) em concurso (art. 69 do CP) com formação de quadrilha (art. 288 do CP).

Em sua sentença, o Juiz de Direito Guilherme Pinto reconheceu a existência de causa de diminuição da pena em atenção ao benefício da delação premiada e reduziu pela metade a pena do réu Fabiano César Lima da Mota, que firmou termo de colaboração com o Ministério Público e ajudou a elucidar todo o esquema criminoso denunciado, que consistia em dispensa de licitação e pagamentos por serviços não realizados.

Condenados

O Magistrado condenou Armando José e Silva, Arnaldo Saint-Brisson Assunção e Belkiss Nascimento de Medeiros, cada um, à pena final, definitiva e unificada de quatro anos e 11 meses de reclusão e 80 dias multa; Fernando Antônio Amâncio da Silva à pena final, definitiva e unificada de cinco anos e um mês de reclusão e 120 dias multa; Roberto Batista de Paula à pena final, definitiva e unificada de cinco anos e dois meses de reclusão e 140 dias multa; e o réu Fabiano César Lima da Mota à pena final, definitiva e unificada de um ano e 10 meses de reclusão e 35 dias multa.

Fabiano César teve a pena privativa de liberdade substituída por duas penas restritivas de direito, sendo uma delas a prestação pecuniária no valor de três salários mínimos a uma entidade com destinação social, e a outra a prestação de serviços à comunidade.

Os réus Armando José, Arnaldo Saint-Brisson, Belkiss Nascimento, Fernando Antônio e Roberto Batista devem inicialmente cumprir a pena de reclusão em regime semi-aberto.

Nota do Blog Carlos Santos - Esse rumoroso caso pipocou dentro do Governo Wilma de Faria (PSB).

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público
sexta-feira - 27/09/2013 - 11:30h
"Operação Ponto Final"

Polícia Civil e MP ocupam Hospital Regional Tarcísio Maia


Um grupo de policiais civis está neste momento no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). Recolhem documentos. Levantam dados importantes…

Os delegados civis Fábio Montanha e José Vieira comandam operação no HRTM, denominada de “Ponto Final”.

Mas outros endereços são visitados também.

Duplo contra-cheque, hora-extra e gratificações viciadas, servidor fantasma, pagamento de insalubridade fantasiosa e outros “deslizes” estão em pauta.

O Ministério Público já vinha coletando informações e depoimentos há vários meses.

Aguarde mais detalhes de bastidores e a origem dessa ação.

Acompanhe também por nosso Twitter AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público
  • Repet
sexta-feira - 27/09/2013 - 09:53h
Só Pra Contrariar

Decifra-me enquanto é tempo…


Plantões e adicionais de insalubridade no Estado podem gerar o quê?

Fique atento! Ouvido ao chão como bom índio Sioux, Apache, Cherokee, Comanche ou Navajo.

Decifra-me ou te devoro…

P.S - Dê uma olhadinha em nossa página no Twitter, vai. É AQUI.

Categoria(s): Só Pra Contrariar
sexta-feira - 27/09/2013 - 09:26h
Para bom entendedor...

Data do pagamento da remuneração do servidor do RN


Do Blog de Honório de Medeiros

Art. 28. No âmbito de sua competência, o Estado e os Municípios devem instituir regime jurídico único e planos de carreira para os servidores da administração pública direta, das autarquias e das fundações públicas.

(…)

§ 5º Os vencimentos dos servidores públicos estaduais e municipais, da administração direta, indireta, autárquica, fundacional, de empresa pública e de sociedade de economia mista, são pagos até o último dia de cada mês, corrigindo-se monetariamente os seus valores, se o pagamento se der além desse prazo.

*ADIN nº 144-2 suspendeu a eficácia das palavras “municipais, (…) de empresas públicas e de sociedade de economia mista”.

Categoria(s): Administração Pública
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.