quinta-feira - 18/01/2018 - 11:53h
Uern

Após exonerar 86 servidores, reitor presta “solidariedade”


O reitor da Universidade do Estado do RN (UERN), professor-doutor Pedro Fernandes Neto, emitiu uma “Nota de Solidariedade” aos 86 servidores que ele foi levado a exonerar, em face de decisão judicial – como este Blog publicou à noite passada em primeira mão (veja AQUI).

Veja o teor de sua mensagem no boxe abaixo:

O peso de uma caneta é, por vezes, difícil de carregar. Basta uma assinatura para mudar vidas inteiras, alterar o cotidiano de instituições e tomar decisões que nem sempre correspondem à nossa vontade. Não é simples, não é fácil, mas existem momentos em que não há escolhas. A letra fria da lei não leva em conta as histórias de vida.

O dia 18 de janeiro de 2018 ficará marcado na história da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Prestes a completar 50 anos de fundação, tendo seu papel reconhecido na inclusão social de milhares de pessoas no interior do Estado, a nossa UERN sofre um duro golpe no seu quadro funcional.

É com um profundo sentimento de tristeza que fui obrigado a assinar a Portaria que determinou a extinção do vínculo empregatício de 86 servidores que por quase três décadas deram o seu melhor pela nossa querida UERN.

Foi uma decisão tomada por quem não conhece a dedicação de cada um desses trabalhadores, que não pensou no lado humano e na dificuldade dessas pessoas em ocuparem espaços no mercado de trabalho, após tanto tempo cumprindo uma missão nobre no serviço público.

Fala-se sempre que decisão judicial não se discute, se cumpre. Discordo tanto dessa máxima quanto da sentença do STF. Não é porque é lei que é justa, não é porque a justiça decidiu que somos obrigados a concordar, mesmo quando é preciso cumprir.
Reconheço o trabalho de cada um dos servidores.

São lacunas irreparáveis. Profissionais experientes e comprometidos que ajudaram a nossa universidade a ser socialmente referenciada.

O sentimento não pode ser outro a não ser o de solidariedade e de indignação. Aos nossos eternos servidores da UERN o nosso agradecimento.

Obrigado por tudo!

Pedro Fernandes Ribeiro Neto – Reitor

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais

Comentários

  1. Amorim diz:

    Aqui um exemplo de como a justiça é justa, com os vassalos!
    No caso da Dona Dilma, o PRESIDENTE STF, fatiou a Constituição; aí pode!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.