quarta-feira - 18/07/2018 - 08:38h
Mais dinheiro

Arrecadação do IPTU sobe 86,27% no 1º semestre de 2018

Em contrapartida, o contribuinte sofre com precariedade de serviços públicos elementares na cidade

Do Blog do Barreto

A fúria arrecadadora da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) segue em marcha célere. Comparando o primeiro semestre de 2017 com o mesmo período de 2018 as receitas do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) subiram 86,27%.

Ano passado, a arrecadação entre janeiro e junho foi de R$ 5.612.985,39. Este ano no mesmo período chegou a R$ 8.044.652,63.

O outro lado do IPTU aponta cidade sob o lixo, esgotos a céu aberto, pavimentação pífia e outros problemas (Foto: cedida)

O curioso nisso tudo é que esse avanço na arrecadação do tributo é fruto de um planejamento realizado na gestão de Francisco José Junior (sem partido atualmente), que investiu num trabalho de georreferenciamento dentre outros, identificando os terrenos onde foram construídos imóveis.

No entanto, o pecado da prefeita foi desfazer a estratégia inicial do antecessor que planejava um aumento escalonado do IPTU em até dez anos, em alguns casos. Rosalba preferiu impor o aumento de uma só vez gerando um prejuízo ao contribuinte.

Grande índice de devedores

Houve casos que o IPTU subiu 600%. Resultado: a inadimplência subiu 64,65% em 2017 segundo noticiou o jornalista Carlos Santos em março deste ano. Clique neste link: Arrocho do IPTU deixa 64,65% de imóveis devedores.

A saída da prefeita para conter a inadimplência foi aprovar na Câmara Municipal um projeto que autoriza o município a fichar os inadimplentes do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e no Serasa.

O esforço para fazer a arrecadação subir não traz os resultados esperados pelo contribuinte. Os 86,27% arrecadados a mais no primeiro semestre não se converteram em 86,27% de melhoria na qualidade nos serviços de limpeza urbana, calçamento de vias e infraestrutura. São constantes as reclamações da população em programas de rádio e redes sociais.

Leia também: Francisco José passou “herança bendita” para Rosalba (organização do IPTU).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política

Comentários

  1. João Claudio - The Doido (sem número) diz:

    Kibon! Vamos gastar com ‘circo’.

  2. Kelder diz:

    Outubro vem aí tem que ter cacau.

  3. Sergio diz:

    Então o peso da cobrança também deve ser debitado na conta de Francisco José Jr., ainda que com menor intensidade. A herança pode ser bendita para a Rosa, mas para o contribuinte o IPTU está vindo como uma maldição. Uma pergunta que nunca quer calar é: a Rosa paga IPTU da sua casa no centro da cidade?

    • Carlos Santos diz:

      NOTA DO BLOG – Nossa página já tratou desse assunto. A Rosa não tem casa em Mossoró, mas em Tibau. A residência de sua família fica no Sítio Cantópolis, que não paga IPTU, por ser área rural, não obstante no centro da cidade. Desde ano passado, quando o Blog tratou deste assunto,, que ela passou a morar num imóvel alugado, primeiro andar, na Praça do Rotary, Nova Betânia.

      Abraços

  4. carlos diz:

    Não paguei meu IPTU e nem vou pagar enquanto não houver um desconto significativo que o torne um preço justo.

  5. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Vejo estas fotos. Perto da rua Hermógenes Nogueira da Costa, Barrocas, estas ruas estão um brinco.
    Quer ver o mato cobrindo a rua e buracos de todo tamanho basta dar uma passadinha na Hermógenes Nogueira da Costa.
    Não acredito que Rosalba tenha coragem de aparecer nessa rua para pedir votos.
    ///
    CORRUPTO NÃO TEM FAMÍLIA. CORRUPTO TEM CÚMPLICES.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.