• Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - TOPO
terça-feira - 09/01/2018 - 11:50h
O outro lado

Auditores desmentem juiz e defendem “meritocracia” no Fisco


O resultado positivo da arrecadação estadual do Rio Grande do Norte em 2017  (veja AQUI) foi divulgado pelo Sindicato dos Auditores Fiscais do RN (SINDIFERN), junto com uma explicação sobre a composição salarial da categoria. Foi uma resposta “às especulações” de que os auditores estaduais ganham salários iguais a de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

O juiz de Execuções Penais do Natal, Henrique Baltazar, foi quem apontou o que ocorreria essa situação – usando as redes sociais nesse final de semana.

Freitas: resposta a "especulações" (Foto: Web)

“A remuneração do Fisco estadual segue a média nacional e é resultado de uma política salarial de mérito, como estímulo ao crescimento da arrecadação própria. Todas as vantagens do fisco se limitam à remuneração dos desembargadores do Tribunal de Justiça do RN (TJRN). Ou seja, nosso teto é o subsídio dos desembargadores e não de ministros do STF”, alerta o presidente do Sindifern, Fernando Freitas.

Meritocracia

“Seguimos rigorosamente o que determina a Constituição Federal e a Estadual”, emendou.

“Como o Fisco é responsável pela arrecadação de todos os impostos próprios do Estado, implantar a meritocracia e incentivar a produtividade foi uma forma de garantir, também, crescimento das receitas próprias”, acrescentou

“A prova disso é o crescimento real das receitas, mesmo em períodos de crise financeira e econômica. Apesar do número de auditores estar bem reduzido, já que temos um quadro de 590, mas só estão na ativa atualmente 382, temos conseguido recordes sucessivos de arrecadação”, completou.

Veja destaque da Coluna do Herzog sobre declarações de Henrique Baltazar clicando AQUI).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público

Comentários

  1. João Claudio - ☠ A Trombeta do Apocalipse - Leia-se ☛ Dia 24/01 diz:

    Apenas o salario…Dá uma preguiça danada trabalhar. É muito borocoxo e o estado deixa de arrecadar.

    É necessário haver ‘algum por fora’ para motivar.

    É brasil sil sil

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Vejo estas discussões sobre supersalários e me espanto por nunca ter lido nada a respeito dos mega salários pagos pela Petrobras, Eletrobras, Banco do Brasil etc.
    Vocês sabiam que um filho do Senador Lobão, segundo a revista Época de 16/02/17, recebe em média R$ 70.000,00 por mês por ter assumido, com a ajuda do pai, claro, a Brasilcap, empresa do grupo do Banco do Brasil.
    Vocês sabiam que o Aldemir Bendine ao deixar o comando do Banco do Brasil passou a receber uma aposentadoria calculada com base no salário mensal de R$ 62,4 mil?
    Vocês sabiam que o salário do presidente da Petrobras ultrapassa os R$ 160.000,00?
    Vocês sabiam que na Eletrobras existem salários de R$ 195,000,00, conforme publicou a revista época de 24/11/2017?
    Por que ninguém clama contra estes salários se as empresas são estatais?
    Tudo isto só acaba quando for fixado um teto salarial que não seja do tipo faz de conta.
    Outra medida que o governo poderia adotar era criar novas alíquotas do IR para salários acima de R$ 30.000,00. Com a criação desta nova alíquota será até possível corrigir o limite de isenção, o que beneficiaria milhões de trabalhadores brasileiros.
    Clamar contra os altos salários do judiciário de do fisco é necessário.
    Mas é preciso clamar contra todos os altos salários.
    E lutar para acabar com a mais injusta de todas as leis. A lei que beneficia somente os ricos com isenção do pagamento de qualquer imposto. Refiro-me à lei que isenta os portadores de doença grave e incurável. O que tem de gente beneficiada por este lei há décadas e que continua subindo escada de palanque aos pulos mostrando gozar de uma saúde de causar inveja a atleta olímpico…
    ////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS NO PRÓXIMO MILÊNIO?

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.