domingo - 04/06/2017 - 04:22h
Entrevista

Cláudia Regina vê situação delicada com gestão Rosalba


O Blog Carlos Santos reproduz a série “6eis Perguntas”, inaugurada no dia passado pelo Blog da Chris. Na estreia, bate-papo de Christianne Alves com a ex-prefeita mossoroense Cláudia Regina (DEM).

Cláudia Regina evita falar em planos políticos em relação ao seu futuro, ao ser entrevistada (Foto: Web)

Segundo a entrevistadora, ela é “uma mulher competente, super carismática que já firmou seu nome nos anais da política mossoroense”.

Nesta entrevista, ela fala de suas atuais atividades, opina sobre a gestão da prefeita Rosalba Ciarlini (PP) e anuncia seus planos para o futuro, além de contar um pouco da missão religiosa que desempenhou no estado do Pará, ano passado.

Depois das últimas eleições, que trabalhos e ações vêm desempenhando a ex-prefeita Cláudia Regina?

Os trabalhos e ações que sempre desempenhei: ou funcionária pública estadual, assessora jurídica e trabalho na sede da II URSAP em Mossoró;  membro municipal e estadual do DEM atuando nas ações partidárias e continuo fazendo os trabalhos sociais e religiosos  que enchem a minha alma de paz.

No ano passado, a senhora participou de uma missão sócio-religiosa no estado do Pará. Conte-nos como foi esta experiência.

Fui enviada por Dom Mariano, nosso bispo diocesano a uma missão no Pará. Serei sempre grata por esta oportunidade que mudou a minha vida. Nada ficou no lugar, tudo se transformou e ganhou outras cores e entendimentos. Aprendi que não importa a quantidade, e sim, se é o Suficiente para ficar em paz comigo mesmo e em plena harmonia com Deus. Na convivência com os ribeirinhos, aprendi a pescar/caçar de arco e flecha, dormir tendo as estrelas como cobertor, nadar com os botos, ter como única alimentação farinha/peixe, sentar e ouvir os ensinamentos dos anciões, enxergar o brilho da esperança nos olhos das crianças e a Amar e Servir sempre. Foram ensinamentos que trouxe para toda a vida!

Como a senhora vê a atual crise política no âmbito nacional, onde vários políticos estão sendo denunciados por atos de corrupção? Qual a saída para a crise?

O brasileiro é um povo bravo, mas sofrido… Com mais de 120 milhões distribuídos numa pirâmide social, onde o poder público não oferece com dignidade os serviços básicos, saúde, educação e segurança. Nós elegemos os políticos como nossos representantes, com o compromisso de zelar pelo bem estar de todos.

A descrença e a falta de interesse em política alimentam por si só, este sistema corroído. Por isso, acredito e defendo a força da participação popular.

Temos que cobrar dos nossos representantes, a quem elegemos através do voto, que concretizem suas promessas de campanha, que atuem com retidão, honestidade, transparência e espirito público.

Como a senhora analisa os primeiros cinco meses da gestão de Rosalba Ciarlini (PP)?

Atualmente vejo com preocupação a situação que vivenciamos em nosso município.

Uma gestão pública eficiente e eficaz que atenda os anseios e necessidades da população, precisa ter Planejamento Estratégico,  Controle dos gastos públicos, Transparência nos atos, Parcerias públicas/privadas e Participação Popular.

A ausência da utilização de alguns destes mecanismos agrava consideravelmente o quadro da gestão pública municipal.

Como exemplo,temos a violência numa crescente constante, vitimando principalmente os jovens, que, sem perspectivas , enveredam para o caminho das drogas e da contravenção. O poder público precisa urgentemente criar um Programa direcionado a Juventude, com ações integradas  proporcionando arte, cultura, lazer, capacitação e inserção no mercado de trabalho. Para isso, necessário se faz, utilizar todos os mecanismos de gestão acima citados.

Foi lançando mão desses mecanismos de gestão, que consegui quando gestora em 2013, trazer para Mossoró a A&C, empresa que emprega três mil famílias. Digno de registrar, que de lá pra cá já são quatro anos sem um novo empreendimento na nossa cidade.

Em tempos de crise, ai é que precisamos mesmo ser proativo!

Quanto à atual legislatura, a senhora a vê como um avanço ou retrocesso em relação às legislaturas anteriores?

Cada legislatura  com suas peculiaridades.  Mas, acredito no potencial dos edis e que irão honrar o voto de confiança que lhes foi dado pelo povo.

Quais os planos e projetos futuros?

Planos e Projetos de Vida… [...risos...] continuar acreditando, construindo e defendendo as minhas verdades: num Deus que tudo pode,  no Amar e Servir sempre e na força da União das pessoas.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Explica primeiro a compra de mil latas de azeite de oliva extra virgem, PELO DOBRO DO PREÇO DE MERCADO, e onde este azeite foi utilizado.
    Explica o fato de não ter distribuído UNIFORME ESCOLAR, muito menos MATERIAL ESCOLAR. Distribuiu uma blusa tamanho único como se todas as crianças tivessem o mesmo tamanho. E blusas feitas com um tecido que nem para pano de chão servia.
    CONDENADA pela justiça, perdeu o mandato e ficou recorrendo, recorrendo, recorrendo, causando um enorme prejuízo a Mossoró. No final teve a CASSAÇÃO confirmada,
    Depois andou por Pau dos Ferros e aqui em Mossoró aparecia no palanque do Tião Couto, o que determinou a derrota do empresário,
    “Uma gestão pública eficiente e eficaz que atenda os anseios e necessidades da população, precisa ter Planejamento Estratégico, Controle dos gastos públicos, Transparência nos atos, Parcerias públicas/privadas e Participação Popular.”
    Sua administração NÃO teve planejamento nenhum. Muito menos controle dos gastos públicos. Transparência nos atos? E as mil latas de azeite de oliva extra virgem pelo dobro do preço? A auditoria feita na prefeitura pelo Silveirinha, deixa pra lá…
    Participação Popular? KKKKKKKKKKKKK
    Felizmente esta não volta mais. Vai se juntar ao Silveirinha e a outros políticos condenados ao esquecimento. E que reze, como se lembram de Deus estes políticos CASSADOS e que são alvos de condenações, para que realmente fique esquecida e o MP não apure tudo o que aconteceu na sua administração. Ou não foi na sua administração que aconteceu a doação do terreno de MILHÕES DE REAIS, mais isenção de impostos, a uma empresa de terceirização que prometeu gerar mais de 6 mil empregos e até hoje não se sabe quantos empregos gerou com CARTEIRA ASSINADA? Sabe-se que emprega muitos ESTAGIÁRIOS.
    As DOAÇÕES QUE FAZIA QUE DINHEIRO PÚBLICO, causava espanto a quem delas tinha conhecimento.
    Vamos, relacione as instituições e os valores das DOAÇÕES que fazia com DINHEIRO PÚBLICO.
    Duvido que relacione.
    /////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS APÓS A PASSAGEM DO COMETA HALLEY EM 2061?

  2. Vicente diz:

    Claudia Regina tem que ralar muito para apagar o grande dano que causou a Mossoró quando decidiu se eleger prefeita da forma como o fez em 2012. Ao se aliar ao empresário que sonegou 400 milhões de reais, incorrendo em diversos ilícitos eleitorais que a levou a vitória e depois à cassação, desencadeou uma série de eventos que paralisaram Mossoró, como a eleição de Francisco José Jr. como prefeito.

  3. Marcos Pinto. diz:

    Admirável e erudita colega. Mossoró perdeu muito em não tê-la como gestora em mandato integral. Belíssima e culta, como sempre. Abraçaço nobre amiga e distinta colega.

  4. Marcos Pinto. diz:

    Ô Vicente, não esqueça de mencionar que a sua desastrosa e incompetente prefeita Rosalba ROSADUS está seriamente implicada em falcatruas cometidas pelas empreiteiras OAS e ODEBRECHT na construção do elefaante branco que recebe o nome de Arena das Dunas, e que por isso tem seus bens indisponíveis, bloqueados pela Justiça Federal. E mais, todos se lembram de que ela surrupiou dos cofres do estado a quantia de 32 milhões de reais, objeto de desconto feito nos contracheques do funcionalismo público estadual no ano de 2014, por empréstimos consignados, sendo certo que até hoje o estado é que aparece como devedor ao Banco Credor, cuja quantia/dívida já beira as raias de 150 milhões. E tem mais. É só consultar os links do TJ/RN e da Justiça Federal no RN.

    • Vicente diz:

      Marcos PInto, e digo mais: Rosalba, entre outros desastres como os que você mencionou, foi grande responsável pela eleição de Claudia Regina que, sem o seu apoio e a dos milhões de reais empregados ilegalmente na campanha, não obteria a “vitória” que teve. Vejo que você nutre grande admiração por ela, e não tiro a sua razão, já que ela realmente é uma mulher inteligente e preparada, o que surge como um agravante ao ter sido ao menos conivente com tudo o que aconteceu na sua eleição. É culpada e felizmente tem alguns anos de inelegibilidade a pagar, para refletir sobre o que fez. Voltará com a benção de José Agripino e poderá até ocupar novamente um cargo público, prestando bons serviços e se redimindo do que nos deve.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.