• Expofruit - Teaser - 20-07-18 a 21-08-18 - Topo
terça-feira - 12/06/2018 - 08:34h
Brincando de 'Deus'

Rosalba colocou vidas em jogo em caso de camarote

Em 2017, prefeita usou Justiça em Natal para liberar camarote, mesmo com interdição de Bombeiros

O desabamento do camarote TCM/Futebol Bets no início da programação de shows do Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2018, à semana passada, fez a Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM) desacelerar o ímpeto para utilizar o camarote da municipalidade na mesma área. A prefeita Rosalba Ciarlini (PP) não quis brincar com a própria sorte nem com vidas alheias, novamente.

Ela estava no camarote sinistrado à madrugada da última sexta-feira (08), no início do show da banda Xand Aviões. Foram cerca de 30 pessoas feridas, que escaparam da morte. Quanto ao camarote institucional, com três pisos, ele só será usado a partir de shows desta semana, com laudo favorável do Corpo de Bombeiros.

Camarotes interditados da TCM/Futebol Bets (riscos acima); ao lado, os '3' andares da PMM não foram usados (Foto: PMM)

Ano passado, a prefeita fez diferente. Usou poder discricionário para recorrer à Justiça em Natal e conseguir liberar o camarote da PMM “na marra”, por sua conta e risco, pois tinha que tê-lo pronto para show do Aviões.

A petição (veja AQUI) foi apresentada às 22h01 e o despacho foi dado às 23h15 da quinta-feira (15 de junho de 2017), pelo juiz plantonista da 9ª Vara Cível da Comarca de Natal, Mádson Ottoni de Almeida Rodrigues. Ele arrimou sua decisão em dois laudos técnicos de engenheiros civis da própria municipalidade, contestando a inspeção do 2º Subgrupamento do Corpo de Bombeiros, sediado em Mossoró.

O Corpo de Bombeiros não aceitou pressão para liberar o camarote da PMM, que se manteve interditado até a decisão do magistrado em Natal.

O camarote estava interditado em face de laudo do Corpo de Bombeiros encontrar uma série de irregularidades que comprometeriam a segurança dos eventuais ocupantes do espaço. Houve uma inspeção no dia 14 (quarta-feira) e outra à noite do show (dia 15), às 18h, ratificando os problemas.

No início do MCJ 2017, o Corpo de Bombeiros assegurou que apenas o palco da apresentação das bandas seria liberado, permanecendo interditado o camarote institucional, a “Cidadela” (área de barracas no entorno da Capela de São Vicente, centro), estrutura do espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró” (no adro da Capela de São Vicente) e a “Arena das Quadrilhas” na Avenida Rio Branco, bairro Doze Anos.

O enredo de desorganização e falta de planejamento de 2017 está se repetindo este ano. Mas dessa feita, Rosalba não vai mais usar a Justiça para atropelar laudos técnicos e brincar de “Deus”.

Veja cobertura sobre desabamento de camarote:

Leia também: Prefeita Rosalba Ciarlini foge da cena do desabamento;

Leia tambémEscuridão e desabamento de camarote marcam Cidade Junina;

Leia tambémPMM se exime de culpa em acidente e promete fiscalização;

Leia tambémRosalba repete desastre de 2017 no “Cidade Junina” 2018;

Leia tambémRosalba escapa da morte em camarote no Cidade Junina;

Leia tambémTCM dá sua posição sobre desabamento de camarote.

Sentiu na própria pele no ultimo dia 8, como foi irresponsável em 2017 e este ano.

Ela poderia ter sido culpada pela morte de muitas pessoas, pois até sua própria vida esteve em jogo em 2017 e à semana passada.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Gerais / Política / Reportagem Especial

Comentários

  1. Kelder diz:

    Quem procura acha e ela achou.

  2. Carlos diz:

    É disso que o povo gosta…pão e circo !!!!

Deixe uma resposta para Kelder Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.