terça-feira - 26/06/2018 - 17:02h
Governo Robinson

Deputado Jácome diz que filho é vítima de perseguição


Em postagem veiculada agora à tarde em suas redes sociais, o deputado federal Antônio Jácome (PODEMOS) apresenta seu filho e deputado estadual Jacó Jácome (PSD) como vítima de perseguição do Governo Robinson Faria (PSD). Em texto encimado por uma foto de Jacó com um filho recém-nascido, Antônio Jácome diz ainda o governismo leva “aliados ao suicídio político coletivo”.

Jácome e o neto (Foto: redes sociais)

“Como é difícil estar na vida pública sem ser subserviente e sem se prestar às manobras dos que, no poder, para se perpetuar, querem levar os aliados ao suicídio político coletivo. Você sabe o preço que eu já paguei pra cumprir a missão que Deus me confiou. Com você não seria diferente. É doloroso pra mim, seu pai, que conhece sua índole, seu caráter, sua vocação e dedicação à coisa pública, vê-lo sofrendo, mesmo sem ter cometido nenhuma deslealdade, nenhuma traição. Mas você sabe que Deus não tolera a injustiça”, escreveu o parlamentar.

Antônio Jácome poderá ser candidato ao Senado, em lugar de José Agripino (DEM), na chapa encabeçada pelo pré-candidato a governador Carlos Eduardo Alves (PDT).

Já seu filho Jacó está no partido do governador. É possível que não tenha legenda para ser candidato à reeleição.

Paralelamente, o governador oficializa várias exonerações de pessoas indicadas pelos dois deputados para cargos na administração.

Leia também: Neta de ex-senador pode ser escalada para disputa em lugar de Jacó.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. François Silvestre diz:

    As cobras de Isaías, que abandonadas, sem alimento, começaram a se engolir umas as outras. A boca de uma engolia o rabo da outra enquanto a outra engolia o rabo da sua engolidora. Um anel de engolidas que terminava com duas bocas, uma de frente para outra, sem que nenhuma tivesse mais o que engolir. Isaías criava cobras e morreu sem que ninguém o socorresse, por medo das serpentes. E elas, sem o cuidado do dono, foram se engolindo. Nós, eleitores, somos as cobras de Isaías.

  2. Rocha Neto diz:

    Tudo que esta carta diz é igual uma cédula de R$ 3,00 .
    Tudo falsidade, veja que ele de denomina pastor, porque não vai pastorar o seu rebanho ao invés de ir pra Brasília participar da pocilga onde vive os demais suínos larápios da nação? Pelo que já fez de desumano mesmo se dizendo evangélico, tudo que lhe fizerem é pouco. Até ontem o desgoverno do Rio Grande do Norte era pra ele o melhor do mundo, hoje é má. ..júbilo e os pobres irmãozinhos votando nele e no filho pra assegurar o emprego dos dois, e ficam mendigando favores de pai e filho que só atendem a meia dúzia criteriosamente escolhidos, e os demais que se danem…irmãozinhos acordem ainda há tempo.

  3. Inacio Rodrigues diz:

    Ai é retórica. Se o grupo do pai e do qual ele faz parte rompeu com o governador, é do jogo político o resultado ocorrido.

  4. Inacio Rodrigues diz:

    Refiro-me ao Deputado Jacó Jácome.

  5. Tomaz diz:

    E ele queria romper com o Governador, e ficar com os cargos comissionados dele ,no Governo ?Cara de pau né ,pensar assim ?

    • Francisco César. diz:

      Pastor que se mete na política. Pastor é pastor e político é político. Os dois são o quer? Iguais em tudo. O bonitinho mesmo dando suporte a outro candidato, queria manter os cargos no governo quer ia combater nas eleições. Só tem menino besta, tanto da parte do pastor como do governo. Asquerosa essa turma.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.