quarta-feira - 26/10/2016 - 19:20h
Em Brasília

Justiça aceita nova denúncia contra Cunha e Henrique


O Estado de São Paulo

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal, em Brasília, aceitou nesta quarta-feira, 26, denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), o operador do mercado financeiro Lúcio Funaro e mais duas pessoas por esquema de desvio de recursos na Caixa. Os envolvidos agora passam à condição de réus e responderão a ação penal por crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, prevaricação e violação de sigilo funcional.

Henrique Alves com mais problemas ao lado de Eduardo Cunha (Foto: O Estadão)

Cunha e os demais réus são acusados de cobrar propina de empresas para liberar investimentos do FGTS pleiteados por elas. A denúncia foi originalmente oferecida pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF). Com a cassação, o ex-presidente da Câmara perdeu o foro privilegiado e o caso foi enviado à Justiça de primeiro grau. Também são réus Alexandre Margotto, apontado como parceiro de Funaro em negócios, e Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa que fez acordo de delação premiada e detalhou o suposto esquema de desvios.

Na decisão, o magistrado explica que a peça de acusação está “jurídica e perfeitamente íntegra”, merecendo ser recebida, pois cumpre os requisitos do Código do Processo Penal (CPP). Ele afirma que o MPF detalha os crimes atribuídos a cada acusado e contextualiza as operações financeiras no exterior, “a fim de que os valores da propina chegassem aos denunciados por meio de mecanismos variados”.

Depoimentos

“A presente denúncia faz referência e traz como prova a farta documentação que relata com precisão de detalhes as operações junto à Caixa e os dados bancários de contas no exterior, planilhas, recibos e anotações feitas por alguns dos acusados”, escreveu o juiz. Ele registrou também que a acusação se lastreia “em depoimentos, a título de colaboração premiada, do codenunciado Fábio Cleto e depoimentos de outros investigados e testemunhas, tais como Ricardo Pernambuco (também delator) e outros, que tiveram intensa atividade no acobertamento e entrega do dinheiro indicado como ilícito a seus destinatários aqui denunciados”.

Oliveira determinou a citação, com urgência, dos réus, para que respondam à acusação em até dez dias, apresentando documentos e indicando testemunhas. Ele destacou a necessidade de tramitação célere da ação, pelo fato de haver réu preso. O juiz marcou audiência de custódia para avaliar a pertinência de mantê-lo na Penitenciária da Papuda.

Cunha está preso em Curitiba, mas por causa de inquérito que apura seu envolvimento em corrupção na Petrobras.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    É tudo apenas uma questão de dias. Talvez até de horas. CUNHA JÁ ESTÁ PRESO!
    “O juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal, em Brasília, aceitou nesta quarta-feira, 26, denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), o operador do mercado financeiro Lúcio Funaro e mais duas pessoas por esquema de desvio de recursos na Caixa.”
    Quer dizer que aconteceu DESVIO DE RECURSOS na Caixa? Na Caixa? Logo na Caixa? Meu Deus…
    Não consigo ouvir falar em CAIXA que logo me lembro de uma pessoa. Por sinal já condenada a mais de 7 anos de cadeia por prática de improbidade e que se encontra no aguardo de um recurso.
    No dia em que fizerem uma CPI na Caixa Econômica Federal até o diabo vai se espantar.
    Vocês já notaram que dificilmente se passa um dia sem que a CEF esteja no noticiário POLICIAL?
    PRIVATIZAÇÃO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. JÁ!
    ///////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS A QUALQUER INSTANTE. AGUARDEM!
    ONTEM EX-VEREADORES FORAM PRESOS EM NATAL. OPERAÇÃO IMPACTO. A FILA COMEÇA A ANDAR.

  2. João Claudio diz:

    Por mais que eu tente tirar, a palavra DESELEGANTE não sai da minha cabeça KKKKKKKKK

    É muito DESELEGANTE ver o nome do $iganinho nas paginas policiais, né não?

    Mais DESELEGANTE ainda, é o mundo todo saber que ele INOCENTE, pobre de ”morrê”, e a conta bancaria que possui, é uma conta poupança na caixa econômica.

    Coitado, dá ate vontade de chorar pelo sofrimento que ele está enfrentado.

    O quê?????? O juiz está reservando um Ap para ele no Papuda’s In – Hotel e Resort?????

    Depois dessa, não dá mais para segurar as lágrimas. Sorry!!!

    É DESELEGANTE. Tapem os ouvidos.

    Snif! Snif! Snif! Buááááááááááááááááááá! Buááááááááááá! Buááááááááááááá!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.