• Lion - Banner Topo-Painel - 11-02-2020
quarta-feira - 31/10/2012 - 15:45h
Natal

Justiça esclarece bloqueio de recursos de prefeitura


A Justiça Federal do Rio Grande do Norte esclarece que os recentes bloqueios efetuados na conta única da Prefeitura Municipal de Natal, no valor de R$ 7.249.144,70, foram decorrentes de uma decisão do dia 2 de outubro, originada no processo número 0011450-03.2008.4.05.8400.

No caso em questão, o Município foi condenado pelo fato de não ter feito a construção do Parque de Capim Macio no reservatório de detenção – RD1 (urbanização da área); paralisação das obras de drenagem, já que o emissário submarino ainda não foi construído, e a não apresentação de Plano de Recuperação de Área Degradada pelo Município de Natal/RN para a região de Lagoinha (Zona de Proteção Ambiental), obrigação esta assumida pelo ente municipal em acordo judicial.

O bloqueio dos recursos foi feito através do sistema Bacen-Jud e devido a operação desse sistema foi realizada uma varredura nas contas atreladas ao CNPJ da Prefeitura de Natal.

O fato ocorreu porque as verbas bloqueadas, provavelmente, estavam vinculadas, de forma irregular, à Prefeitura e não à Secretaria Municipal de Educação.

O Juiz Federal Magnus Delgado já emitiu despacho determinando o desbloqueio das verbas que são vinculadas à educação.

Vale ressaltar que todo esse fato não teria ocorrido se a Prefeitura de Natal tivesse cumprido o acordo judicial há tempos celebrado.

Na decisão, que culminou com o bloqueio dos recursos, o Juiz Federal Magnus Delgado, ressalta que desde dezembro de 2011 a Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura oficiou ao Judiciário que estavam sanados os problemas de recursos para retomada da obra de drenagem.

No entanto, nenhuma medida foi adotada por parte da Prefeitura para resolver suas pendências perante a construtora responsável e acelerar a construção do parque e do emissário submarino (requerendo ao IDEMA licença de instalação para construção deste).

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público

Comentários

  1. Francy Granjeiro diz:

    ALOOOOOOOOOOOOO PREFEITOS DE MOSSORÓ, GUAMARÉ, ALTO DO RODRIGUES MACAU, ETC ETC…. Dilma defende 100% dos royalties do petróleo para educação…ESSAS CIDADES TEM UM ELÁSTICO DINHEIRAMA DE ROYATIES.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.