domingo - 24/12/2017 - 19:52h
Coincidência?

TJ muda decisão após roubo e sequestro de desembargador


A decisão neste domingo (24) tomada pela desembargadora do Tribunal de Justiça do RN (TJRN), Judite Nunes, determinando o retorno de policiais civis, militares e miliares bombeiros ao trabalho (veja AQUI), ocorre menos de 48 após o desembargador aposentado Osvaldo Cruz ter tido sua fazendo roubada e ele sofrer sequestro.

Coincidência? Talvez. Mas se for o caso, realmente é muita coincidência.

Desembargador Osvaldo Cruz viveu o terror com a falta de policiamento (Foto: Alberto Leandro)

Um pouco antes, na sexta-feira (22), o desembargador Dilermando Mota tinha rejeitado Ação Cível Originária protocolada pelo governo estadual, que pedia a “ilegalidade” dos movimentos policiais. A gestão Robinson Faria (PSD) arguia que se tratavam de “greves disfarçadas”.

Direito à greve

O direito à greve, conforme jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF), é vedado aos policiais militares e militares das Forças Armadas, estendido aos policiais civis.

Dilermando não acolheu o arrazoado do governo (veja AQUI), garantindo o “aquartelamento” dos militares e a “Operação Padrão” dos policiais civis, além de endossar a própria luta por atualização dos salários deles.

Judite Nunes viu tudo sob outro prisma neste domingo, contrariando o que Dilermando Mota tinha interpretado antes.

Leia também: Desembargador aposentado é roubado e sequestrado.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Segurança Pública/Polícia

Comentários

  1. Francisco César. diz:

    Coincidência nada, que dizer se fosse outro pobre mortal ela teria tomado essa decisão ?. Por isso que cada dia que passa a pulação acredita menos nesses mandatários da Justiça. Vá as ruas e pergunte ao povo o que eles pensam deles.

  2. Carlos André diz:

    O judiciário brasileiro sucumbiu a ilógica, se tornou só mais uma atração no circo de horrores que se tornou o nosso país.
    Espero que exista um gran finale neste espetáculo de péssimo gosto, e espero que seja com o exército nas ruas e os bandidos de colarinho branco na cadeia.

  3. fernando diz:

    Moral da historia: Quem tem c……tem medo.

  4. João Claudio - Ho! HO! HO! diz:

    A distancia que separa um desembargador, mesmo sendo lalau, de um PPP, é de anos luzes. Daí, a proteção deve ser garantida.

    AVISO:

    Na próxima sexta feira(29), o Babalorixá, Pai João Clodô Caô estará fazendo as previsões para os próximos quatro anos.

    Na oportunidade, o Babalorixá vai benzer o lar de todos os leitores e comentaristas do blog.

    Ele pede apenas que coloque um garrafão de vinte litros com água ao lado do monitor.

    De hora em hora haverá uma benção, não sendo necessário a presença do interessado.

    ‘Numperdam’ e ‘nunsisquêçam de anotar o número da conta bancária de Pai João Clodô Caô.

    Uéééé, achavam que Pai de Santo trabalha de graça, é?

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.