quarta-feira - 28/02/2018 - 23:54h
Mensagem anual

Rosalba se agarra ao passado para se esquivar do futuro


A espera teve resultado frustrante. A leitura da segunda mensagem anual do governo Rosalba Ciarlini (PP),  ocorrida nessa quarta-feira (28) à tarde, na Câmara Municipal de Mossoró, não ensejou a apresentação de qualquer novidade. Prenúncio de outro ano difícil.

Rosalba não mostrou qualquer empreendimento para 2018 (Foto: Edilberto Barros)

A prefeita praticamente não deu qualquer alento aos munícipes em termos de realizações. Outra vez (novamente, mais uma vez, de novo) remoeu o discurso do ‘retrovisor’, ao choramingar que suas dificuldades são decorrentes do que recebeu do antecessor Francisco José Júnior (PP).

Chegou a se queixar de ‘corpo presente’ de vereadores que têm visitado unidades de saúde e outros equipamentos públicos, apontando problemas diversos e cobrando soluções.

Conclamou que todos a ajudassem, em vez de denunciarem ou criticarem o governo.

“Ela sabe fazer”, bradavam integrantes da claque governista nas galerias.

Rosalba chegou a abrir parêntese na leitura para garantir – de novo – que vai atualizar distribuição de insulinas. A situação é a mesma governo após governo. Mas não fixou uma data qualquer para resolver a mais recente falta.

A prefeita deveria ter lido a mensagem anual no dia 20. Mas a Câmara Municipal adiou para hoje, devido sua viagem de férias à Ásia, uma situção inusitada.

Além de secretários, comissionados e populares, a leitura da mensagem teve a presença de representantes de diversas instituições e entidades da sociedade local, como Igreja Católica, Judiciário, Ministério Público etc.

Nota do Blog - A administração marcha para o segundo ano consecutivo como se fosse a continuidade da gestão Francisco José Júnior. A diferença é que Rosalba não é Francisco José Júnior.

A camaradagem de boa parte da mídia e o silêncio de cidadãos que antes eram “revoltados” com falta de insulina, sucateamento de unidades de saúde, lixo nas ruas, precariedade de iluminação pública, negócios suspeitos etc. explicam tudo.

Uma pena.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    “Chegou a se queixar de ‘corpo presente’ de vereadores que têm visitado unidades de saúde e outros equipamentos públicos, apontando problemas diversos e cobrando soluções.”
    Esquece a prefeita Rosalba Ciarlini, citada na Lista do Fachin, que uma das funções do vereador é FISCALIZAR os atos da administração municipal.
    Ao invés de agradecer o alerta dos vereadores que fiscalizam a administração, por sinal a mais desastrosa que Mossoró já teve em toda a sua história, Rosalba se diz INCOMODADA.
    Rosalba não entregou ano passado o UNIFORME ESCOLAR. Este ano, estamos em março, nem sinal do UNIFORME ESCOLAR. A desculpa é a mesma de 2017: ESTÁ EM LICITAÇÃO.
    Rosalba não entregou MATERIAL ESCOLAR. Nem mesmo um cotoco foi entregue aos alunos da rede municipal de ensino. A MERENDA ESCOLAR é a pior do Brasil. Farinha apelidada de paçoca ou duas bolachas com um copo de refresco é o que servem, nos poucos dias que servem, a título de MERENDA ESCOLAR.
    A falta de INSULINA se arrasta há muito tempo. Sempre a desculpa de que está em licitação. E não só a insulina falta. As farmácias vivem com as prateleiras vazias. E isto Rosalba sabe.
    A UBS CHICO PORTO só marca consultas às sextas-feiras. Rosalba sabe que ninguém escolhe o dia para necessitar de uma consulta médica. Rosalba é médica. Sabe, mas não mexe uma palha para resolver o problema.
    Talvez Rosalba ainda não saiba é que auditores da CGU estarão em Mossoró na primeira semana de março para avaliar o uso de recursos federais pela gestão local. E vão focar no uso das verbas da EDUCAÇÃO e da SAÚDE.
    O tempo de se administrar um município como se uma fazenda fosse se perdeu na poeira do tempo.
    Um dia Rosalba vai entender que Mossoró não é uma fazenda.
    ////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS A QUALQUER INSTANTE.

  2. Elves Alves diz:

    Faz muitíssimo bem que os jornais de Mossoró venham fechando suas portas a cada dia que passa.
    De que adianta tanto jornal e não haver jornalismo? Só para empregar jornalistas na Câmara e na Prefeitura?
    O “silêncio dos cidadãos” até que se compreende, mas a “camaradagem de boa parte da mídia” é algo inconcebível, para dizer o mínimo.
    Para não investigar e nem denunciar desmandos e desvios, já temos os tradicionais Três Poderes e o Ministério Público. Jornais e jornalistas só devem existir se tiverem rabo preso com seus leitores.
    Do contrário não fazem a menor falta. Já vão tarde.

  3. B.ARAGON diz:

    Essa prefeita tem que acabar com discurso de retórica e trabalhar imediatamente com a infraestrutura dessa cidade que está um caos.Vergonha, ruas esburacadas, calçamentos horríveis, não se abrem novas vias como alternativa para fluxo de trânsito.Essa prefeita precisa saber que há pessoas que não são daqui, paga parte de seus impostos aqui e exige retorno dos mesmos.Do jeito que essa cidade está, não recomendo ninguém nem conhecer a cidade.

  4. George Duarte diz:

    O que essa criatura fez quando prometido em campanha, exceção do aumento do IPTU.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.