• Vale Norte - Nativa Comunicação - 2º Banner - 14-11-17
quarta-feira - 23/07/2014 - 20:13h
Operação Ponto Final

Ministério Público denuncia irmã de Rosalba e outras pessoas


O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPE/RN), por meio das Promotorias do Patrimônio Público e da Promotoria da Saúde da Comarca de Mossoró, ofereceu denúncia contra Eider Barreto de Medeiros, Rosângela Almeida Moreira Carioca, Margareth de Paiva Cavalcante e Ruth Alaíde da Escóssia Ciarlini.

Rosalba e Ruth: dinheiro sem trabalho e fraude em documentos (Foto: sem identificação de autor)

São servidores do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). Entre os denunciados, Ruth é irmã da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e Eider Barreto é cunhado da denunciada.

Os fatos delituosos foram constatados em investigação policial denominada de “Operação Ponto Final”. Houve indiciamento de várias pessoas (veja AQUI), pela Polícia Civil.

As investigações tiveram origem em notícia, veiculada pela mídia local, de que Ruth Alaíde da Escóssia Ciarlini estaria recebendo remuneração sem dar expediente.

Na denúncia oferecida perante a 4ª Vara Criminal, o Ministério Público aponta que  Eider Barreto de Medeiros, diretor-geral do HRTM, encaminhou à polícia civil, no curso das investigações, folhas de frequência inexistentes à época da requisição, posteriormente “fabricadas” para subsidiar a resposta à autoridade policial.

Já Rosângela Almeida Moreira Carioca, chefe de Divisão do Setor de Serviço Social do HRTM, foi a responsável pelo preenchimento das folhas de frequência retroativas. A tais denunciados foi imputado o crime tipificado no artigo 347, parágrafo único, do Código Penal (fraude processual).

Fraudes

Ainda nos termos da denúncia, Ruth Alaíde da Escóssia Ciarlini e Margareth de Paiva Cavalcante, assistentes sociais do HRTM, preencheram falsamente o Livro de Registro de Ocorrências do Serviço Social (Setor das Clínicas) e registraram falsamente a presença no ponto eletrônico em dias nos quais não compareceram ao trabalho.

As servidoras foram denunciadas pela prática do delito de falsidade ideológica majorada (artigo 299, parágrafo único, do Código Penal).

O Ministério Público prosseguirá nas investigações de outros fatos que, em tese, configuram crimes, em relação aos quais há necessidade de aprofundamento da prova até o momento reunida no inquérito policial.

Com informações do Ministério Público do RN.

Nota do Blog – Deve ser lembrado que Ruth já fora flagrada em deslize, com promessa do próprio governo Rosalba de que abriria sindicância para apurar tudo. Veja AQUI.

Tudo balela.

Faz mais de um ano e dois meses que essa sindicância foi proclamada, mas sem qualquer anúncio público de resultados. E ela ainda ganhou, no período, uma licença prêmio de três meses.

Que maravilha!

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público

Comentários

  1. AVELINO diz:

    “Ponto Final”… Me parece que esse é o termo que melhor representa o destino da saga dos Ciarlini!!! Só que, ao virar investigação policial denominada de “Operação Ponto Final”, agora vem informar que Ruth Alaíde da Escócia Ciarlini foi enquadrada no crime tipificado no artigo 347, parágrafo único, do Código Penal (fraude processual), bem como no artigo 299, parágrafo único, desse mesmo Código Penal (falsidade ideológica majorada)… É o fim, mesmo!!!

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Como eu clamei aqui para que a sindicância fosse concluída e os responsáveis punidos. Não fui ouvido. Preferiram ouvir a turma do ISSO NÃO VAI DAR EM NADA, SEMPRE FOI ASSIM, etc. Não dá em nada para estes incompetentes que ficam soprando nos ouvidos de gestores, que por falta de pulso, terminam sendo coniventes com estes desvios de conduta.
    Eu escrevo aqui diariamente que até setembro a jiripoca pia e a ema geme.
    Vai ser cinza de vulcão e sal grosso para tudo o que é lado. Talvez tragam até o pai de santo BITÃO DO ITAPECURU, preferido por 9 entre cada 10 corruptos, para fazer trabalhos de tranca procresso. Mas de nada adiantará.
    Será julgados e se condenados poderão recorrer. E ficarão recorrendo, recorrendo, recorrendo.
    O que furtou uma lata de leite continuará no fundo de uma cela mofando, mofando, mofando.
    Mas o desgaste social, nódoa na família, esta é indelével.
    Agora é aguardar que envolvidos em outros indiciamentos respondam pelos atos praticados.
    QUE TODOS RESPONDAM POR TUDO O COMETERAM CONTRA UM POVO QUE VÊ SEUS FILHOS BEBENDO ÁGUA NÃO FILTRADA NAS ESCOLAS.
    ////////////////
    O MATERIAL ESCOLAR NÃO FOI ENTREGUE EM MOSSORÓ.
    QUANDO VÃO APURAR A COMPRA DE MIL LATAS DE AZEITE DE OLIOVA A PREÇO SUPERFATURADO?
    QUANDO VÃO APURAR AS DOAÇÕES A TODOS OS TIPOS DE ASSOCIAÇÕES?
    QUANDO VÃO APURAR OS GASTOS NAS MCJ 2013 E 2014?

    • Antonio Augusto de Sousa diz:

      E depois alguns asseclas do governo estadual botam culpa no isolamento político/administrativo em que a governadora se meteu, no PMDB.

      Tentando encobrir safadezas da irmã no Tarcísio Maia, Rosalba suja suas “mãos limpas”, deixando seus seguidores, sem sua última “trincheira” de defesa. Isto é fato!

  3. Carlos Magno diz:

    Prezado Carlos Santos, esta matéria seria mais apropriada no Câmera ou no Passandonahora, com um link para esta foto: “(Imagens forte+18) AQUI!!!”.

  4. Samir Albuquerque diz:

    Poucas palavras podem expressar minha admiração pelo Ministério Publico, verdade que tem alguns promotores que não honram ao instituição, em todo canto tem gente assim, mas a grande maioria dos nossos promotores de justiça são pessoas dedicadas e buscam trazer a nosso pais, uma justiça para todos, seja negro ou branco, gordo ou magro, Ciarlinis e Silvas.

    Esperemos as ações por improbidade pela não abertura de sindicâncias e/ou engavetamento de outras, sei que não tardarão.

    Obrigado MP, Guarda ferrenho da Constituição. Parabéns Promotores de Mossoró, vocês que mostram a cada dia que esta terra não pertence a alguns mas a todos.

  5. Luciano Galdino de Aquino diz:

    Meu prezado amigo com referente a Ruth não tem sempre aquela balança que dar o fiel?
    mas também tem um adagio que diz a “JUSTIÇA É SEGA” nada foi feito, nada sei, ninguém viu,
    deixe quieto,aqui todos são cegos mas no outro mundo a “Justiça enxerga e a Balança da o fiel”.

Trackbacks

  1. [...] Ruth foi denunciada por alguns crimes, recentemente, graças a inquérito aberto pelo Ministério Público Estadual (MPE). Veja AQUI. [...]

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.