• Expofruit - Teaser - 20-07-18 a 21-08-18 - Topo
sábado - 24/03/2018 - 16:50h
Perda

Morre “Zé Maria da Banca da Rural” em Mossoró


Zé Maria e seu lugar (Foto: Relembrando Mossoró)

José Maria de Abreu, o “Zé Maria da Banca da Rural”, nascido em 8 de abril de 1939 (78 anos), um dos últimos proprietários de ponto de venda de jornais e revistas em Mossoró, faleceu à tarde de hoje (sábado, 24).

Ela ia num moto-táxi para casa, quando teve um infarto fulminante na Avenida Rio Branco, próximo à Praça dos Esportes.

Apesar do socorro imediato do Samu, não foi possível reanimá-lo.

Zé Maria tinha há décadas como endereço comercial uma banca próxima à antiga sede da Rádio Rural de Mossoró à Praça Vigário Antonio Joaquim, centro da cidade.

Era a “Banca do Zé Maria”.

Sua família ainda não passou informações quanto ao velório e sepultamento.

Nota do Blog - Que descanse em paz.

Um trabalhador que era símbolo de uma época que está praticamente em extinção.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Gerais

Comentários

  1. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Meus sinceros sentimentos à família enlutada.

  2. Hermiro filho diz:

    Era homem de bem, com dizia os mais antigos.

  3. João Claudio diz:

    Por quê os bons partem mais cedo que os maus?

  4. Westerley Ramalaho diz:

    Gente de fino trato, perde a geografia humana de Mossoró. Que Deus conforte a familia.

  5. Marcos Pinto. diz:

    Ontem a geografia humana mossoroense perdeu a grande figura humana Zé Maria da banca da Rural. O seu boníssimo coração não resistiu às tribulações vividas, principalmente pelo trágico falecimento de um filho. Zé Maria era o amigo de todos os amigos. Nesse momento de intenso pesar vivido pelo seu grande círculo de amigos, dirijo-me à sua estimada e distinta filha Ceição. Quando cheguei em Mossoró no longínquo ano de 1973, para fixar residência e estudar já encontrei o dileto amigo Zé Maria e sua dedicada e laboriosa filha Ceição, já instalados com sua famosa “Banca da Rural”, referencial da sua banca de venda de jornais e revistas, por se localizar quase defronte ao prédio que sediava a antiga Emissora de Educação Rádio Rural de Mossoró. Amiga Ceição, sei o exato tamanho da sua dor, pois também perdi o meu saudoso pai há 18 anos. Minha amiga, seu herói se foi em busca de novas missões, mas agora no céu. Você sempre soube que ele era especial, um anjo que protegia você, que trazia felicidade e amor para a sua vida. Ele partiu deixando muitas vitórias, muitas histórias e uma família linda que nunca vai perder o sorriso porque sabe que tem agora um herói e um anjo no céu. Eu sei que agora você apenas sente tristeza e dor profunda, mas acredite em mim: esses sentimentos vão passar e aos poucos em seu lugar vai ficar uma doce saudade. Uma saudade que se lhe arrancar lágrimas, estas serão silenciosas e doces. É a lágrima do amor, da vontade de reviver os momentos felizes, mas sobretudo a lágrima de admiração e homenagem por ter tido a honra de viver com alguém tão especial.
    Se hoje você sofre tanto pelo falecimento do seu pai é porque ele foi maravilhoso, foi o pai que você merecia, e as suas lágrimas provam que ele cumpriu a missão. Eu sinto muito pela sua perda! Deixo o meu abraço muito apertado e carinhoso. Vou estar sempre aí ao seu lado. Envio profundo sentimento de pesar extensivo à toda a sua honrada e laboriosa família. Deus o recebeu na plenitude da paz espiritual À luz perpétua o resplendor. Forte abraço.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.