sexta-feira - 15/12/2017 - 19:38h
Lengalenga que segue

MPF exige construção de passarelas na BR-304 em Mossoró


O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com uma ação cobrando do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) a instalação de uma passarela no trecho duplicado da BR-304 que contorna a cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte. O local indicado fica nas proximidades dos bairros Liberdade I, Liberdade II e Alto do Sumaré, onde pedestres, inclusive crianças e adolescentes, se arriscam diariamente na travessia da pista, em meio ao tráfego.

Trechos da rodovia com maior perigo à vida tiveram dezenas de acidentes, diz PRF (Fotos: cedidas)

Uma audiência sobre o tema foi realizada pela Procuradoria da República em Mossoró, no dia 6 de fevereiro deste ano, e contou com a participação de representantes da população, do Dnit, da PRF, da Prefeitura e de outros órgãos.

Acidentes

Houve consenso sobre a urgência na instalação das passarelas (são necessárias dez, de acordo com um estudo do Governo do Estado), mas o superintendente regional do Dnit, Walter Fernandes Júnior, alegou falta de recursos para as obras.

Somente na região apontada pelo MPF como de situação mais crítica, há 12 escolas de educação infantil a ensino médio funcionando. Crianças, adolescentes e os pais têm dificuldades para chegar aos locais de estudo. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) destacou que, somente nos quatro anos anteriores, ocorreram 56 atropelamentos nos 17 quilômetros da BR-304 duplicados em Mossoró.

O Blog Carlos Santos tem acompanhado o caso desde o seu início, reiterando cobranças para que a cobrança do MPF seja atendida. Leia: Prefeitura local anuncia licitação para passarelas.

Veja matéria completa clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Este problema das passarelas na BR-304 eu levantei neste blog e no programa COMUNIDADE, RPC.
    Junto com as passarelas, eu solicitei a colocação de redutores de velocidade.
    Carretas trafegam altíssima velocidade colocando em risco a vida de muitos mossoroenses.
    Meses depois a prefeita Rosalba Ciarlini anunciou a escolha dos locais para construção das passarelas, mas não se referiu à colocação dos redutores de velocidade.
    O tempo passou e tudo ia cair no esquecimento. Não caiu porque continuei cobrando, neste blog e no blog https://combatecorrupcao.blogspot.com.br/, a construção das passarelas.
    Reitero a necessidade da colocação de redutores de velocidade em vários pontos do texto duplicado da BR-304. Como sou um sonhador, acredito que antes do julgamento dos recursos SAL GROSSO as passarelas serão construídas e os redutores de velocidade estarão funcionando.
    Eu acredito até que o saneamento básico de Mossoró um dia seja concluído.
    Eu acredito que os bandidos que praticaram o arrastão na casa presidente da CMM sejam presos.
    Eu acredito que a recomendação do MPRN para que o UNIFORME ESCOLAR seja entregue no primeiro dia letivo de cada ano será considerada e os alunos da rede municipal de ensino recebam o que lhes pertence.
    Eu acredito que Papai Noel vai trazer presente para todas as crianças do mundo.

  2. Nogueira de Dodoca diz:

    Esse assunto o jornalista Inácio Almeida, mim levou varias vezes esse assunto quando estava eu estava frente da direção, e levrei ao jornalista que esse assunto era com o Dnit, e vejo hoje que parece vai ser resolvido, quero daqui parabéns as autoridades envilvidas e em especial ao Jornalista.

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      Caro Nogueira de Dodoca
      Que bom você ter se lembrado que fui ao Detran para tentar a colocação de redutores de velocidade e a construção de passarelas na BR-304.
      Naquele dia lhe mostrei a velocidade com que as carretas trafegam naquela área. A visão da BR-304 é perfeita para quem está no Detran.
      Depois procurei o programa COMUNIDADE, RPC, e lá fiz um apelo às autoridades. E passei a comentar este assunto no blog Carlos Santos e no blog COMBATE À CORRUPÇÃO.
      Finalmente as passarelas, por pressão do MPF, vão ser construídas.
      Lembro a necessidade de colocação de redutores de velocidade em toda área duplicada da BR-304.
      O uso de radar móvel por parte da PRF também é necessário.
      Estranhei o seu afastamento da direção do Detran.
      O sua passagem no Detran Mossoró ficou marcado pela celeridade à solução dos problemas. Digo isto porque tive oportunidade de testemunhar você se empenhar para transformar dificuldade em facilidade.
      Torço para que volte ao Detran ou passe a fazer parte da equipe que cuida do trânsito em Mossoró.
      Obrigado pelo testemunho. Muitos dizem que eu só faço criticar, mas se esquecem que apresentei, ao major Correia Lima, um projeto para DIMINUIR A VIOLÊNCIA EM MOSSORÓ. Projeto que foi discutido ponto a ponto durante três horas, tendo o major se comprometido a levar à prefeita Cláudia Regina.
      Atualmente estou com o projeto dos Flanelinhas sendo apreciado pelo Dr. Evânio Araújo.
      Eu não faço apenas criticar. Eu levanto o problema e apresento a solução.
      Torço para que retorne ao Detran ou passe a fazer parte da equipe que cuida do trânsito em Mossoró.
      Não entendo você não estar sendo utilizado para melhorar o trânsito em nossa cidade.

  3. Renato diz:

    Independente de qual a rubrica, fonte de financiamento. Quero aqui deixar a minha insatisfação para com este orgão, DNIT. Pois bem: Não desmerecendo, mas, em Natal e região metropolitana, estão sendo investidos a somatória de mais de 300 milhões de reais, nada a contesta. Vejamos o caso de Mossoró: Passarelas das Br. 304, mesmo sobre pressão do Ministério Público Federal, DNIT não deu a mínima; Duplicação do trecho urbano na mesma Cidade da Br 110, tudo mostrado em maquete a quase 10 anos, nada feito ou melhorado; Br 437, estrada do Cajueiro, processo travado no DNIT sem vontade de avançar….pra não falar na Duplicação da BR 304, ligando também o Ceará\Rio Grande do Norte…Paciência! Não merecemos tal situação, somos carentes do mesmo serviços.

  4. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Ora pois, o nosso suado dinheiro arrecadado dos muitos impostos, taxas, multas etc., diretos e indiretos, efetivamente têm outras prioridades quando da sua utilização, quais sejam: investimentos em cargos comissionados, privilegiados os mais variados direcionados à meia dúzia de sempre que comportam integrantes da Casa GRANDE.

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.