domingo - 25/01/2015 - 15:18h

O curandeiro virou “coaching”

Por Honório de Medeiros

Abro a rede social e sou inundado por uma maré de anúncios de “coaching”. E de comentários de “Coachs” e “Coachees”, ou seja, os treinadores e os treinandos. Fico perplexo com o que leio.

A propaganda do treinamento é sumamente pretensiosa; o preço, salgadíssimo, e o resultado, bom o resultado é fabuloso para quem ganha dinheiro com isso.

Diz lá a propaganda que o “Coaching” é um“processo que utiliza técnicas, ferramentas e recursos de diversas ciências. Algumas pessoas dizem que Coaching é ciência, mas na realidade é um cocktail, um mix de recursos e técnicas que funcionam em ciências do comportamento (psicologia, sociologia, neurociências) e de ferramentas da administração de empresas, esportes, gestão de recursos humanos, planejamento estratégico e outros.”

Não pude deixar de me divertir com a pretensão desse pastiche de auto-ajuda típico da virada do século. Quer dizer que o treinador entende de psicologia, sociologia, neurociência e administração? É um portento, a criatura.

Quer dizer que o “coaching” se não for ciência, é um mix de recursos e técnicas que funcionam em várias áreas do conhecimento.

Ah, meu Deus… Diverti-me ainda mais quando li a propaganda de um dos cursos afirmando que todo homem poderia encontrar, em si, o macho-alfa que ele é. Bastaria querer e fazer aquele “coaching”. Outro pretendia apresentar o treinando a sua verdadeira essência. Verdadeira essência.

O que danado é verdadeira essência? Tem essência que não seja verdadeira?

A capacidade de ser iludido é infinita, no ser humano. E o dom de iludir, também, é o que parece. Penso que é inerente à espécie. Só pode ser.

Vai ano, vem ano e tudo se repete como farsa. Muda a roupa, mas o corpo é o mesmo.

Na literatura – entendida esta em seu sentido mais lato – o registro da atividade dos “coachs” é muito antigo: tanto aqueles de antigamente quanto os de hoje trabalham a partir de um insumo básico: aparentam saber em profundidade algo que não sabem, e mistificam astuciosamente alguns “standards” do senso comum, tal qual faziam e fazem cartomantes, numerólogos, terapeutas holísticos, pregadores, magos da “auto-ajuda”, mentalistas, em proveito próprio.

Os “coachs” exalam auto-confiança. Andam sempre muito bem “empacotados”, lustrosos, sorriso fácil, simpatia à flor da pele.

Querem passar a imagem de vencedores a todo custo. Dominam alguns truques óbvios do mentalismo de salão, tais quais técnicas de memorização, para pegar os incautos.

São versados na arte de dizer o óbvio de forma sofisticada. Falam em “atitude quântica”, “mentalidade holística”, “seleção do mais apto”. Ou seja: aparentam saber, para saber aparentar.

Não por acaso os melhores, dentre eles, são verdadeiros artistas da mistificação. Alguns até mesmo fundam seitas… E então, das pessoas que lhes impressionaram, caro leitor, durante os anos de sua vida, seja em que área seja, qual delas mesmo fez o curso de “coaching”?

João Paulo II, talvez? Barak Obama? Stephen Hawking? Pelé? Henry Ford?

O último prêmio nobel de literatura? Lula?

Acho que Lula fez!

Honório de Medeiros é professor, escritor e ex-secretário da Prefeitura do Natal e do Estado do RN

Categoria(s): Artigo

Comentários

  1. João Claudio diz:

    O primeiro brasileiro a fazer esse “curso”, foi o José Dirceu (O ladrão). Fez, achou bom e ensinou tudo ao Lula (O Mentiroso). Ambos passaram da condição de treinandos, para a condição de treinadores. Hoje, são “Mestres” no assunto.

    Ah, o chefe dos petralha$ ainda não recebeu um Premio Nobel (a la tupiniquim), porque, segundo ele, sente um “sono danado” enquanto lê. Algo muito comum em se tratando de um “Estadista” e “Poliglota”.

    Ainda ensaiou escrever o titulo (apenas o titulo) de um livro que pretendia (apenas pretendia) “iscrevê:

    O titulo seria – “Atlântico! O oceano que separa o Brasil dos Estados Unidos”.

  2. Marcos diz:

    Adorei o texto.E o comentário acima também.

  3. naide maria rosado de souza diz:

    Formidável, Prof. Honório, formidável.

  4. João Tiago diz:

    Sou de Portugal e recentemente participei num workshop “gratuito” de coaching em que o fundamental objectivo seria…. Adivinhem lá… Angariar clientela para o workshop principal. E o custo? É melhor nem dizer.

    Logo desde início achei aquilo uma completa farsa. Daí ter chegado até este grande artigo. Caro Honório, você não poderia estar mais correcto.

    Obrigado pelo alerta.

  5. Carbonita diz:

    Minha esposa é coach. Estou em crise no casamento por causa disso. Segundo ela eu preciso melhorar minhas atitudes, preciso traçar e alcançar metas. O coaching destruiu a minha família.
    Odeio coaching.

  6. margarete diz:

    ótimo seu artigo! E eu o encontrei porque joguei os termos “coaching é farsa” no google! Eu estava DESCONFIADA desse coaching, pelos mesmos motivos q vc citou (ora… como alguém pode agir como um psicólogo sem ser um?).
    Há anos tive um cliente (sou professora) que era coacher. Ele lecionava num desses cursos carésimos em SP. Depois de mais alguns anos ele já não estava mais na área pq não estava mais dando dinheiro, segundo ele, e agora ele é…. VIDENTE! ahahahaha… ele lê tarô! E acho q está até ganhando mais!
    Eu fico boba de ver como tem gente que paga absurdos para ouvir coisas tão tipicas de autoajuda!

    Mas acho que é um momento apenas

    • Adriane diz:

      Coach não é psicólogo. Procure se aprofundar um pouco mais no assunto. Ao invés de buscar “coaching é farsa” procure buscar todos os grandes estudiosos das técnicas, as publicações feitas por reais escritores (não esses de meia tigela como o tal Carlos Santos), que são mestres e doutores em comportamento, em modelo cognitivo comportamental, em psicologia e em outras áreas de desenvolvimento humano. Pessoas que realmente tem propriedade para falar do assunto, poderão te dar as respostas que você quer. O que você mais verá por aí é gente se dando títulos meia boca e bombardeando a internet com pitis sem fundamento.

  7. Tiago diz:

    Recentemente fui convidado, e de tanto me “encherem o saco”, aceitei participar do módulo 1 do curso de Autoliderança e Projeto de Vida da organização chilena CONDOR BLANCO. O curso acontece em 3 dias de imersão, com atividades teóricas e práticas (vivências), sendo que o material didático teórico é pobre de informação e não possui referência bibliográfica. Eles dizem que Condor Blanco é uma organização que detém as técnicas mais avançadas de liderança do mundo, onde faz uma mistura de psicologia positiva e técnicas ancestrais. Mas acredito que eles desconhecem as outras técnicas de liderança, pois só as deles são válidas e eficazes, rsrs.

    Fiquei abismado com a quantidade de coisas “estranhas” e histórias mal contadas que acontecem neste curso, tentarei aqui expor alguns fatos grotescos:
    – falam que é uma organização sem fins lucrativos, porém o valor do curso é na faixa de R$ 1300,00, e mais da metade do valor é destinado à Montanha Condor Blanco, onde fica o chefe da organização, chamado Suryavan Solar;
    – as dinâmicas durante o seminário são “impactantes”, como dizem os facilitadores, mas na minha opinião são assim por me sentir em um ambiente de lavagem cerebral, manipulação, retardo mental e alienação total;
    – existe uma espécie de adoração do “mentor” da organização, Suryavan Solar, como se o mesmo fosse um deus;
    – os staffs também pagam para participarem na organização dos seminários, pois segundo os “facilitadores”, eles estão tendo a segunda chance de se redescobrirem ajudando outras pessoas a evoluírem, rsrs (é como uma empresa, mas onde o funcionário paga para trabalhar);
    – a manipulação é incrível, eles não aceitam opiniões contrárias às deles e quando isso acontece, o participante sempre recebe uma resposta do tipo: “você está se confrontando!”;
    – muitos dos facilitadores deste seminário deixaram tudo que faziam para viver disso, e foram morar na Montanha Condor Blanco, no Chile, mantida pelos seminários de liderança;
    – o conteúdo presente nos livros e apostilas sempre direcionam o participante a ficar “preso” à organização, pois, atribuem vários elementos da organização como requisito para o sucesso, isto é, para que eu tenha sucesso na vida, eu devo procurar um mentor, um facilitar, um supervisor e outros “merdas” para me orientarem;
    – depois de participar de um seminário, a organização o convida para participar da produção, sem receber remuneração;
    – ao participar da produção, o supervisor regional estabelece metas para convite de novos participantes, e passam a cobrar por isso diariamente;

    A única parte interessante do seminário é o projeto de vida, pois podemos estabelecer metas para conquistarmos nossos objetivos, mas para isso, nem é preciso participar de seminário algum e nem pagar por fortunas em cursos de coaching, basta ser organizado e fazer uma autocrítica frequentemente de sua própria vida, sem deixar ficar estagnada.

    Enfim, existem muitas coisas sem fundamento neste seminário, que só acredita quem viveu essa perda de tempo e dinheiro.

    Para quem ainda não conhece: http://liderazgocb.com/

    Cuidado, ao participar você poderá estar sendo enganado! rsrsrs

    • AnaAndrade diz:

      Nossa!Estou super chocada!
      Eu vi um anuncio no face sobre este “projeto” uma menina que relata o quanto sua vida mudou através do “coach”.Fiquei desconfiada e fui pesquisar informações sobre isso.Até chegar aqui neste artigo;
      Mas enfim queria falar que achei muitas coincidências neste projeto com o que eu tbm passei;(mesmo eu nunca ter entrado nele) Só pra vc entender,eu passei por 2 anos em uma igreja em célula que se identifica como G12,ou MIR12.Assim como no comentário do Tiago,passei por algo semelhante chamado “encontro com Deus” que ficamos isolados por 3 dias tendo ministrações(que hoje entendo que é pura alienação,heresia e pegadas psicológicas,lavagem cerebral e ai vai…)Para participar desses encontros vc paga.Depois de passar por esse encontro,passamos por “consolidações”(uma pessoa da ‘organização’ te visita toda semana);Bem, fica bem na cara depois quem está no topo dessa pirâmide, chamado de Apóstolo o pai das nações ->Renê Terra Nova<- (tratado como um ser superior na terra)Os "encontristas" tbm pagam para trabalhar nestes eventos;Essas pessoas são tão fiéis esta organização,que ficam cegas e acabam muitas vezes desprezando a própria família;E se vc sair de lá (como eu,claro!) vc é ignorado na rua, excluído das redes sociais ,falam mentiras a seu respeito,colocando o nome de Deus no meio,e por ai vai…
      Depois do tal encontro,passamos a frequentar (tbm pago) a "escola de princípios" tipo um curso,com apostilas cujo o conteúdo não muito diferente do que vc citou.Também tinha o projeto de vida (tbm pago)
      Nossa,é muita coisa em comum,mas eu só queria deixar um alerta!Essas ceitas disfarçadas de igrejas ou organização motivacional estão se espalhando no Brasil,cada vez mais rápido CUIDADO!!!

    • Sacha diz:

      E falo por experiencia propria não entrem em condor blanco Suryavan conheci de perto convivi com eles por dois anos e estava totalemente dentro de uma bolha de ilusão se afastem o amigo aqui falo completamente a verdade

  8. Fernando diz:

    Muito bom as críticas aqui citadas, precisamos de gente como vcs para melhorar este mundo de gente safada que vivem aproveitando da fraqueza emocional das outras, meu parabéns pelos esclarecimentos aqui ditos e obrigado.

  9. Fernando diz:

    Muito bom o esclarecimento, estou em hotel que tem umas 500 pessoas participando de um evento deste condor blanco e da pra ver que estão sendo ludibriados, pagam até 5000,00 por pessoa me disse uma menina, bons comentários o de vcs, um absurdo aproveitarem da fraqueza espiritual das pessoas…

    • CARLOS ALBERTO VIANNA THOMAZ diz:

      Participei do “Congresso Holístico Condor Blanco 2018” e foi uma frustração total. Puro charlatanismo dos organizadores. Alguns poucos palestrantes convidados realmente contribuíram com o evento, de resto é só engodo com gente despreparada e com assuntos fora da proposta. Tinha promoção e comercio de livros, de florais, de programa de viajem, tudo em busca de mais dinheiro. Pura perda de tempo e dinheiro jogado fora. Na propaganda eles incluem fotos de personalidades que não participaram do evento. O pseudo MENTOR Suryavan Solar me pareceu ser um tremendo de um charlatão e um baita cara de pau 171. Não façam como eu! Preservem seu tempo e seu dinheiro; comprem livros e assistam palestras pela internet, com temas os quais vocês possam realmente se identificar. “Minha culpa, minha culpa, minha máxima culpa!” Já foi! passou!

  10. Vivian diz:

    Oi pessoal, vou relatar aqui minha experiência com Condor Blanco. É um pouco diferente da de vocês, Desde fevereiro do ano passado venho buscando uma mudança de vida e comecei pela minha alimentação e exercícios físicos. Nas redes sociais me deparei com o Dr Barack, que falava muito sobre meditação. Entãobre comecei a procurar mais sobre o assunto e me deparei com videos da Flavia Melissa, que me ajudaram bastante não só a aprender meditar mais ter uma mudança de pensamento e de vida. Procurei depois um curso de meditação na minha cidade e acabei encontrando a organização Condor Blanco. Fiz um modulo de medição, que gostei muito, e depois de liderança. Eu tinha uma vida um pouco superficial: trabalho, casa e lazer nos finais de semana, com bebidas, amigos, e tudo começava de novo na segunda. Quando fiz o seminário encontrei muitas pessoas que como eu queriam algo mais, uma vida com sentido. Sobre o seminário, eles usam técnicas não muito convencionais, mas que ja foram usadas com sucesso por grandes organizações com a do T. Harv Heker e Tony Hobbins. Realmente eu tive uma mudança de vida, mas uma mudança que eu estava em busca. Fiz outros seminarios com o Milionaire Mind Intensive e um programa de coach on line da Paula Abreu que chama Escolha sua vida. Tudo isso resultou em uma mudança significativa em minha vida. Mas como eu disse, eu estava em busca disso. Sei que todas lugares e cursos que vamos não concordamos com tudo. Mas é muito bom ter um grupo que nos apoia nessa mudança, então o Condor Blanco foi e é muito especial para mim. Vou continuar minha caminhada. Quanto a valores realmente paguei 1.500,00. Mas paguei quase 3.000,00 pelo curso da Paula Abreu, que é maravilho e também já tranformou a vida de muitas pessoas. Temos que mudar essa crença, que para desenvolvimento pessoal nao se deve pagar. Eles trabalham e vivem disso. Quero ainda fazer muitos cursos de desenvolvimento pessoal como o 1,2,3 Você e outros. Eu fiz terapia muito tempo e foi muito bom para autoconhecimento, mas acredito que precisamos de uma diretriz um plano de ação e o coach nos da isso. Respeito a opnião de todos mas acho que também é preciso ver o outro lado.

    • Cecília Dionizio diz:

      Vivian,
      pode nos dizer de que forma esses cursos a ajudaram a mudar de vida? Pergunto, pq como vc falou muito vagamente, pode deixar alguma dúvida. Peço que explicite de forma a ficar claro, até pra que possamos formar uma opinião mais ampla sobre o assunto, por favor. Obrigada

    • Roberto Ramos diz:

      Ok

    • Adriane diz:

      Nossa sociedade não tem a cultura do desenvolvimento pessoal. As pessoas pagam 150 mil reais em cursos de especialização para saírem com um título que só agrega currículo, mas que na maioria, grande maioria dos casos, não apresenta nenhum conhecimento prático real. Pagam 100 mil reais em carros de luxo para ostentar pro coleguinha do lado. Gastam 200 mil reais em festas de casamento, 50 mil em viagens internacionais. Tudo isso, em grande maioria (não todas, mas quase todas) é exclusivamente para manter um status social. A necessidade de pertencimento, aceitação e aprovação faz isso. Quando o papo é realmente buscar algo que o apoie no desenvolvimento pessoal, a encontrar novas formas de se entender enquanto ser humano, a enfrentar desafios de forma mais consciente, em ser mais feliz, vem a discussão de valores. Me pergunto se esse “professor” aí, trabalha de graça e se ele realmente acredita que o trabalho dele deve valer pouco, porque cobrar um valor justo por um trabalho de conteúdo e realmente transformador é feio aos olhos dele. Preguiça total. Muita alienação e ignorância.

      • Willian diz:

        Adriane, uma coisa não justifica a outra. Não vejo problema uma pessoa gastar com uma festa de casamento, com um carro de luxo, ou até mesmo com uma viagem como você mesma disse, não socialmente falando, talvez ambientalmente sim. Todo mundo faz o que quiser da vida, ora. O autor do artigo aqui no blog quis alertar sobre a farsa disso tudo, sobre pagar para ser enganado, só isso. Se alguém pensar diferente e quiser se aventurar por esse mundo de promessas, boa sorte, siga em frente. Como Michael Shermer diz: as pessoas gostam de ser enganadas.

    • Bruno diz:

      Também fiz o curso do Condor Blanco.
      Sou uma pessoa extremamente crítica e obcecado por desmascarar charlatões.
      E posso dizer sem dúvidas: o curso mudou minha vida, mas não me fez um alienado que queria viver na montanha do Suryavan Solar.
      Realmente eu lamentava muito por sentir uma certa “tentativa de aproveitamento” do momento sublime dos participantes (não dá pra explicar o curso em si, pois são palestras com pessoas super preparadas e atividades que, SE VOCÊ SE ABRIR PRA REALMENTE MELHORAR, também vão mudar sua vida), mas eu sempre saquei que no fim, quando vc estava se sentindo super “empoderado”, vinha uma proposta a la Shoptime (“corra pra adquirir nosso proximo curso pois o preço especial dura só X minutos e as vagas são limitadas”).
      Portanto, compartilho minha experiencia: eu fiz, me transformei em uma pessoa muito mais confiante e em integral equilíbrio, mas realmente vi pessoas que se perderam, pois gastaram a grana que não tinham para comprar todos os cursos possíveis.
      Eu tbm gastei muito $ com o curso (fiz o modulo de Liderança completo), mas faria exatamente tudo igual, pois foi um investimento que me fez mudar de vida.
      Eu só daria um toque aos organizadores que não exagerassem na agressividade da venda dos demais cursos ou módulos, pois a sensação que a maioria experimenta é tão boa, mas tão boa, que a gente automaticamente gostaria de estender para outros cursos que eles oferecem. Da forma como fazem fica até feio, e fazem pessoas como eu me afastar.
      Mesmo assim, sou grato por ter me transformado com (como digo para meus amigos) com esse “maravilhoso maldito curso” haha
      Abração pessoal

  11. Pedro Braga diz:

    Realmente essa Escola Condor Blanco é uma Seita. Está sendo investigada pela polícia e pelas autoridades Chilenas e em breve será fechada. Idolatram Suryavan Solar, seu fundador e fazem magia negra de forma oculta para quase todos. Suryavan é acusado por mais de 15 pessoas de pedofilia e várias pessoas já se afastarem da organização por ele e seus principais líderes atacarem as mulheres lindas e gostosas que eles captam nos cursos. As pessoas que estão lá há anos recebem um nome místico, chamado de “nome novo”. Isso aumenta em 5x a cegueira espiritual delas ao sistema. Elas passam a defendes a organização com unhas e dentes achando que irão um dia se iluminar. Quando na verdade estão se afundando numa seita de mentira, travestida num lindo e raro caminho espiritual. A maioria desses que se envolvem mais ficam endividados porque o próprio Suryavan faz magia negra contra essas pessoas, para que elas continuem a servi-lo na Montanha “Mágica” e levar dinheiro e pessoas para ele. (especialmente mulheres jovens e gostosas).

    • Julia Leite diz:

      Ola gostaria de saber mais sobre este assunto pois nao gostei desta escola e preciso mostrar estes fatos para pessoas q conheço que ainda estão lá .
      Obrigada !

  12. César Rodrigues diz:

    Caro Prof, também sou prof e suas impressões bateram com as minhas críticas a um evento aqui no DF. Veja:

    “Em primeiro lugar, não sou da área de “coaching”, mas sou curioso; tenho amigos(as) sérios(as) que laboram na área e tiram o seu sustento desse novo campo de consultoria e já fui a uns 2 encontros, aqui no DF e em MG.
    À primeira vista, quando compareci a esses eventos, achei tratarem-se de métodos tradicionais de gestão estratégica (fase de avaliação e controle, principalmente), embrulhados em novo papel de presente. Já vimos o que ocorreu com a famigerada QT (Qualidade Total), 5S e PEG (Plano de Excelência Gerencial) dos anos 80/90. Muitos enriqueceram com isso e de uma forma que não consegui referenciar a um padrão ético e profissional que justificasse alguns desses ganhos antes de a onda passar. Registro que várias tentativas bem sucedidas de pesquisa e de inserção de QT nos bancos acadêmicos mostrava a boa-fé dos pesquisadores em agregar valor ético e científico a essas iniciativas de negócio. No rastro dessa onda que passou em seus aspectos superficiais, começaram a surgir mais e mais palestrantes de auto-ajuda, porque as pessoas cada vez mais carentes pagavam bem pelos bens e serviços que esses magos da felicidade vendiam, na maioria sem graduação e titulação nas áreas das ciências cognitivas. Esses conteúdos de auto-ajuda iam da Bíblia Sagrada à Física Quântica e passavam (ainda passam) pelo quotidiano das pessoas. Eram (ainda são) encantadores. Aí, pessoal, eu assisto a esse nosso palestrante de hoje, falando sobre “coaching”, para essa juventude afetada pela mídia alienante de Esquenta, BBB, Faustão e por aí vai.
    Com todo o respeito, mas não posso me furtar à necessária crítica construtiva para aperfeiçoarmos nossos métodos e técnicas de ensino-aprendizagem, acho que o valor intrínseco da palestra se perdeu numa colcha de retalhos de assuntos desconexos, apenas amalgamados pela simpatia e encanto do palestrante. Não queria ficar na companhia de críticos fundamentalistas que acham que o “coaching” serve para o CEO ganancioso, q não quer gastar recursos da empresa com métodos e técnicas tradicionais de capacitação e treinamento, porque é mais barata essa via rápida e que empolga, mas começo a ficar em dúvida sobre se essas críticas radicais não trazem algum tipo de evidência.”

    Obrigado!

  13. Evelina Crespo diz:

    Ex ce len te !!!!!!
    Trabalho com vendas de livros na Estante Virtual e fico “impressionada” com o prestígio e a quantidade de vendas de livros desse “cabra”, da mesma forma em relação ao “Paulo Coelho” !!!!! São uns embusteiros !!!!!!

  14. Haroldo diz:

    Bom dia!
    Me apresentem uma organização de desenvolvimento pessoal que ofereça cursos GRÁTIS. Difícil né?

    O desejo geral é uma solução mágica e grátis, sem esforço pessoal nenhum. Verdade?

    • Maria C Prado diz:

      Olá, eu fui nesse Condor Blanco e detestei! Fiz o primeiro módulo. E acabei indo para o segundo pois encarei como um fim de semana num lugar cheio de piscinas e eu estava mesmo querendo relaxar, passear e pensei… a por que não? De repente vou unir o útil ao agradável… lá fui eu… teve uma atividade específica que eu detestei, ficávamos amarrados de suas em duas pessoas e disseram q teríamos q ficar daquela forma até o dia seguinte. Eu disse que não ia ficar e que tinha certeza que aquilo só poderia ser uma brincadeira e que pela “seriedade” deles eu tinha certeza de que não levaria a sério o fato das pessoas terem que ir ao banheiro, tomar banho ( caso quisessem, e dormir amarradas. Enfim, fiquei sentada num sofá com a outra participante, no saguão do hotel, e vendo uma revista, tendo paciência… na minha cabeça eu já havia decidido que se a palhaçada não parasse por ali, eu ia chamar a polícia pois na inscrição não dei permissão nenhuma para este tipo de coisa. Enfim, depois de um tempo disseram que poderíamos nos soltar. Ah,porque antes disso, se vc tentasse o pessoal do “staff” vinha e não deixava! No dia seguinte, perguntaram a cada um o que tinham achado da experiência, e eu disse que fui esperando com paciência pois tinha certeza que eles teriam o mínimo de bom senso mas que se fosse além disso eu já tinha certo, em minha decisão, de que iria até a recepção do hotel e mandar chamar a polícia. Enfim, participo sim de uma academia filosófica há 16 anos e nunca paguei um centavo. Ninguém paga. A casa onde os cursos acontecem e os gastos, são mantidos pelos participantes que já estão na casa há mais tempo e que tendo se beneficiado pelos aprendizados, tem interesse de que mais pessoas possam se beneficiar. As doações são feitas de forma anônima. Cada um colabora com o que quer e pode. 10,00, 50,00, 5,00 reais o que for e coloca-se um código que só o doador sabe para q ele possa conferir no cadernos de entrada e despesas q fica no balcão pra td mundo olhar. Os gastos são só vim agua, luz, telefone, aluguel e papelaria. Nunca tem muito dinheiro mas tbm não falta. Da pra pagar as continhas do mês tranquilo. Os monitores q dão os cursos não recebem um centavo sequer! Aliás, na semana do curso, deixam seus trabalhos ( e deixam de ganhar) para se doarem e sempre dizem que é um prazer tão grande repassar esse conhecimento que vale a pena e fazem com gosto! Já esse Comdor Blanxo tá cheio de gente de ego inflado, se achando, e do tipo “ faça o que eu falo mas não faça o que eu faço”. Conheço muita gente na minha cidade, e o que tem de gente “sem resultado” palestrando nesse Confor Blanco, é impressionante! Lamentável! Fiz o módulo 2 e vazei! Pedi até para me tirarem da lista de e-mail , rsrs ! Não gaste seu dinheiro com esse Condor Blanco!

  15. Marco Amorim diz:

    Dividir, ser solidário com os menos favorecidos e excluídos, participar ativamente de grupos de trabalho voluntário. Este é o caminho para de fato ter uma vida melhor. Não tem nada a ver com religião, promessas de gurus de auto ajuda ou videntes. Infelizmente o ser humano prefere sempre o caminho mais cômodo e adora ser enganado por falsas promessas. Mas achei a crítica do Sr. Honório de Medeiros perfeita !!! Abraço. Marco Amorim

  16. RODRIGO PAES VILHENA diz:

    É exatamente isso, quanto mais misticismo os “gurus” colocam, mais desenganados eles arrebanham. Tem um ai na praça que de Sérgio Modesto, passou a se auto intitular “solar”. No geral, os que embarcam na baboseira sem limites desses “curandeiros vendedores de ilusão”, são pessoas carentes e depois de trabalharem de graça para eles, algum tempo depois, caem na real.

  17. Alyson diz:

    Esse comentário é uma cópia de outra reclamação, (Carbonita diz:
    13 de abril de 2015 as 16:56) só dei uma atualizada para minha situação:

    Minha EX-esposa é coach. EU estava em crise no casamento por causa disso. Segundo ela eu preciso melhorar minhas atitudes, preciso traçar e alcançar metas, precisa participar dos cursos aqui no Brasil e na “montanha” no Chile, queria me levar e tb nossa filha, vi no que tudo isso deu ela se afastou totalmente de nós e acabamos perdendo ela em todos os sentido. Hoje moramos só eu e minha filha, até a filha ela deixou de lado. O coaching destruiu a minha família.
    Odeio coaching,

  18. Adriane diz:

    Impressionante, quando não temos condições de alcançar algo e utilizamos algum potencial que temos para discorrer negativamente sobre avanços alheios. Numa boa, você é quem? Um cara que já começa uma publicação com um título preconceituoso e passa todo o desenrolar da história tentando apontar, sem efeito ou embasamento científico (já que é disso que você tanto fala aí), a impossibilidade de atuação de uma área profissional. São inúmeros os profissionais, escritores embasados, grandes acadêmicos, mestres, doutores, phd’s (voltando à sua discussão científica) que relatam com propriedade a eficácia dos processos de coaching. Psicólogos, Neurologistas, Administradores, especialistas em diversas áreas, aprovam, indicam e estudam os resultados do coaching de forma coerente e embasada. As técnicas utilizadas pelos coaches são sim de abordagem ampla e é um processo construído através de muito estudo e dedicação. É uma pena como alguns despreparados, infelizes e despeitados conseguem jogar um tanto de abobrinhas ao vento e fazer um tanto de gente acreditar na veracidade de suas palavras pobres, sem nenhum embasamento, completamente voltadas a um ponto de vista pessoal. Professor? De que? Você é uma lástima.

    • Maria C Prado diz:

      Há coaches e coaches! Infelizmente a maioria é uma droga! Assim como tem bons profissionais e nãos tão bons em todas as áreas! Este Condor Blanco é lamentável e ridículo.

    • Maria C Prado diz:

      Ah, em tempo, qdo dei minha resposta de que achei a “atividade de ficarmos amarrados” bem invasiva e desrespeitosa, e que se continuasse eu iria chamar a polícia, a mocinha treinadora disse que eu precisava trabalhar minha “arrogância” kkkkk . Neste momento, pedi a palavra, e com tranquilidade, expliquei algumas coisinhas sobre as quais ela não rebateu, pois ela percebeu que eu poderia ir até mais longe na argumentação e explicações. Com certeza, eu não estive ali “por acaso”.

  19. Luciana diz:

    Como professor deve saber que os novos campos de estudo nascem do mix de várias ciências. O mundo está evoluindo e novas profissões estão surgindo de acordo com as necessidades do ser humano. Desconheço a Condor Blanco, porém como estudante de pós graduação em Coaching discordo desse tom pejorativo do seu texto. Se o Coaching não fosse relevante não teria alcançado inclusive a academia.

    • Willian diz:

      Muitos absurdos alcançam a academia Luciana. Da alquimia a homeopatia, da psicanálise a aromaterapia, acupuntura, e por aí vai. O autor do blog quis deixar aqui a opinião dele. E na minha concepção, é um imenso favor que ele está fazendo a todos que aqui vierem se informar. Existem profissionais realmente qualificados para fazer uma terapia em grupo – como por exemplo, psicólogos especializados – que é o que eu acredito ter como objetivo o coach, mas certamente você não encontrará na Condor Blanco, e nenhuma outra empresa similar.

  20. Thiago diz:

    Excelente texto. Cada vez mais entendo por que o Brasil está assim…. Brasileiro quer dinheiro fácil e rápido, e acha que já sabe salvar as pessoas com palavras quaisquer e com cursos de 1 dia. E não me venham que coaching já está na academia, o diabo, que não me convence. E sou muito feliz, sem coaching, graças a Deus.

  21. Leandro diz:

    Estou fazendo o curso de autoliderança da Condor Blanco esse fim de semana, ele acabará amanhã. As técnicas utilizadas são diferentes, muito diferente de qualquer coisa que já vi, todavia é tudo muito legal, dá pra nós refletirmos sobre nossas vidas e nos permite mudar. Vc só vai sofrer lavagem cerebral se quiser, é um curso que só agrega, não prejudica.

    • MARCELINA diz:

      Hahaha. Espere o momento de ir ate a montanha. Mas se conseguir ir com a mente cética e observadora verá que nao é possivel formar lideres se estes líderes precisarem louvar a um Deus vivo. Eu estive lá. Conheço bem. Nao se envolva. É uma rede de pessoas. Uma teia de aranhas.

  22. Claudia diz:

    Cada pessoa é responsável por suas escolhas e toda escolha tem suas consequências. Estamos vivendo um momento de crise existencial, onde tudo é colocado a prova. Hoje temos liberdade de expressão e podemos falar de acordo com nossas experiências. Neste post leio pessoas a favor e contra o Coaching e o Condor Blanco e está tudo certo, cada uma tem a sua razão para expressar o que sentiu com a experiência que viveu. O que faz o Carlos Santos ser melhor que o Suryavan Solar? Quem é o Carlos? Apenas um homem que entende que o que o Suryavan propõe não é bom o suficiente pra ele. E o Carlos está certo? sim, para ele essa percepção da realidade é verdadeira. Temos aqui pessoas a favor e outras contra e cada uma consegue se justificar de acordo com suas vivências e cada uma está certa do seu ponto do vista. O que não da é pra generalizar e achar que uma opinião é a única correta, achar que alguém aqui é dono da verdade e o que o outro escolhe está errado. Vamos saber separar o joio do trigo entendendo que cada um tem o direito a ter uma opinião e vai sofrer as consequências de suas escolhas. Cada um vai viver o que precisar para aprender e dar o próximo passo na vida. Crescer dói, sair da zona de conforto dói, às vezes, não queremos mudar e é mais fácil criticar o outro e achar que ele é que está errado. Olhar pra dentro de si da trabalho, autoconhecimento dói, temos muitas limitações, mas, o importante é estarmos abertos para novas possibilidades. Conhecer as ofertas do mercado, investigar a fonte, sentir se é este o caminho a trilhar e seguir em frente. A opinião do outro é só a opinião do outro. Posso seguir meus próprios passos, lembrando que sempre em tudo, terá gente a favor, assim como terá gente contra. Qdo sabemos e escolhemos conscientes, dificilmente dará errado. Particularmente, sou a favor do Coaching e já fiz, Coaching de vida e agora estou fazendo de finanças (está me ajudando muito) e tive uma boa experiência com o grupo do Condor Blanco e pretendo continuar os módulos do KIn Forest, mudou radicalmente meu olhar para a natureza e para os relacionamentos no geral, além de reforçar minha auto-estima e amor-próprio. Seguimos em paz e com a certeza de estarmos fazendo o nosso melhor de acordo com aquilo que temos para ofertar. Abraço Fraterno!

    • MARCELINA diz:

      Nem me fale. Fui ate a montanha. A saida, ou fuga com minha filha foi dramática. Eu conheço melhor do que ninguém. Qual o nome civil do Suryavan? Porque ele omite este nome tão intensamente? Ele deveria divulgar que é o primeiro BRILHANTE da conhecida pirâmide de pessoas, AMWAY. Que foi lá que ele descobriu que é um bom negócio 1 trazer 5. Vc sabe que ao entrar na montanha vc assina u
      Contrato assumindo o risco de sua morte? Ahhh eu fui ate a montanha. Muita coisa eu vi e vivi.

      • Maria C Prado diz:

        Ouvi dizer que há até uns choques térmicos , mergulho em água fria e a própria ciência diz que isto é uma forma de preparar o indivíduo para ser manipulado. Que bom que vc e sua filha fugiram!

    • Maria C Prado diz:

      Suas considerações são respeitosas e bem colocadas. Sim, vivemos num mundo de dualidade e , muitas vezes, algo não serve para alguém, mas serve para outros. E tudo o que existe é permitido pelo Criador e tem um propósito , então está tudo certo. Ao mesmo tempo, o fato de não termos gostado do Condor Blanco, não significa que tenha sido porque tivemos dificuldades de olhar para dentro , sair da zona de conforto e/ou crescer. No meu caso, por exemplo, fiz e faço todo esse processo num grupo de pessoas de muito bom senso , sem fins lucrativos, gratuitamente, e, posso te afirmar, nao se compara com o Condor. E, justamente, por este conhecimento e vivência que já adquiri,pude perceber e sentir, o qto este Condor pode ser um
      Engodo. Continue sua busca, mas cuidado ! Muitas bençãos em sua vida!

  23. MARCELINA diz:

    Nem me fale. Fui ate a montanha. A saida, ou fuga com minha filha foi dramática. Eu conheço melhor do que ninguém.

  24. CARLOS THOMAZ diz:

    Participei do “Congresso Holístico Condor Blanco 2018″ e foi uma frustração total. Puro charlatanismo dos organizadores. Alguns poucos palestrantes convidados realmente contribuíram com o evento, de resto é só engodo com gente despreparada e com assuntos fora da proposta. Tinha promoção e comercio de livros, de florais, de programa de viajem, tudo em busca de mais dinheiro. Pura perda de tempo e dinheiro jogado fora. Na propaganda eles incluem fotos de personalidades que não participaram do evento. O pseudo MENTOR Suryavan Solar me pareceu ser um tremendo de um charlatão e um baita cara de pau 171. Não façam como eu! Preservem seu tempo e seu dinheiro; comprem livros e assistam palestras pela internet, com temas os quais vocês possam realmente se identificar. “Minha culpa, minha culpa, minha máxima culpa!” Já foi! passou!

  25. RENATA diz:

    Quanta ignorância reunida em um só lugar!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.