segunda-feira - 02/10/2017 - 09:38h
Mossoró

O recado de Cláudia Regina em sua esquete no teatro político


Apesar de não ocupar qualquer cargo público, com afastamento compulsório de qualquer atividade institucional, Cláudia Regina (DEM)  ocupou espaço de destaque na sessão solene da Câmara Municipal de Mossoró, à noite de sexta-feira (29), no Teatro Municipal Dix-huit Rosado.

Chamada para entregar títulos de cidadania a homenageados por proposição do seu “pupilo”, vereador Petras Vinícius (DEM), a ex-prefeita cassada de Mossoró foi levada ao palco pelo próprio parlamentar. O vereador foi buscá-la na plateia e depois subiu – lentamente – os degraus de mãos dadas com ela, até a ribalta.

Petras e Cláudia ladeiam homenageado: atrás deles, Larissa, Rosalba e outras autoridades (Foto: Web)

A excepcionalidade não parou por aí.

Cláudia Regina fez questão de cumprimentar uma a uma as autoridades que estavam à mesa. Não dispensou olhos nos olhos de cada uma delas. Provocou sorrisos constrangidos em algumas.

Simbolismo

Algumas fazem parte de sua história política muito recente: prefeita Rosalba Ciarlini (PP), de quem era aliada e foi apoiada, depois se distanciando; deputada estadual e sua adversária no pleito conturbado de 2012, Larissa Rosado (PSB), além do juiz José Herval Sampaio Júnior, que lhe sentenciou várias vezes com cassação de mandato.

Nitidamente a ex-prefeita mandou um recado para muita gente, atônita, que não conseguiu fazer a leitura integral de sua esquete política no Teatro Municipal.

É simples.

Está viva. Aguardem-na num futuro próximo.

O evento de sexta-feira ficou carregado de simbolismo. A semiótica explica.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    “Aguardem-na num futuro próximo”
    Certamente após o julgamento dos recursos SAL GROSSO.
    Será que Cláudia Regina se esqueceu da compra de mil latas de azeite de oliva pelo dobro do preço? Azeite esse que ninguém nunca soube quem recebeu nem em que foi usado. Na MERENDA ESCOLAR eu garanto que não foi. E o empréstimo feito de 10 milhões no BNDES para compra de computadores a fim de informatizar o sistema de saúde? Este contrato de financiamento foi assinado por ocasião da viagem do Papa ao Rio de Janeiro.
    O que um futuro próximo aguarda para a ex-prefeita nem o Mestre Armando Fortuna com sua bola de cristal consegue prever.
    ////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS EM OUTUBRO? CALA-TE BOCA.

  2. RAIMUNDO NONATO SOBRINHO diz:

    DESDE QUANDO BANDIDOS PERAMBULAREM PELA CMM É NOVIDADE?

  3. naide maria rosado de souza diz:

    Algo que não sei explicar…
    Às vezes tenho pressentimentos e sensações que surgem do nada. Graças a Deus, grande parte disso não se concretiza, caso contrário viveria em pânico.
    Cláudia Regina, gosto dela de graça. Minha rainha, independentemente de tudo o que possa ouvir. Não vivenciei os problemas durante sua gestão.
    Tem mais: quando vejo sua figura, tenho sempre a sensação de que foi prejudicada. Por quem ? não sei. Sobrou para ela? diz o meu sentido a mais: sim. Quem deixou sobrar para ela? não sei.
    Vou tentar me explicar melhor. Ela levou pancada no âmbito político. De quem ? não sei.
    Qual o resultado de tudo isso? Ela caiu, desapareceu? Não. Suportou tudo com galhardia. É mulher corajosa. Muito corajosa. Não se intimida.

    • naide maria rosado de souza diz:

      Jornalista Carlos Santos. Quando escrevi o texto acima, ainda não tinha lido o pensamento de Honoré de Balzac. Verdadeiro ! Mas não foi o que me influenciou.
      Ainda sobre Cláudia Regina. Conversamos pouquíssimas vezes. Duas ou três. Nunca nos falamos em redes sociais.
      Ela nem sabe que elegi-a rainha.
      Trata-se de simpatia espontânea de minha parte. Não sei se ela lembra de mim.

      • Inácio Augusto de Almeida diz:

        “Não vivenciei os problemas durante sua gestão.”
        Os mossoroenses, que moram em Mossoró, vivenciaram.
        Daí não chamarem de rainha quem se comportou como aia.
        Licitações absurdas, compra de azeite de oliva pelo dobro do preço e em quantidade gigantesca, nenhum cuidado com a EDUCAÇÃO e com a SAÚDE. Viagens desnecessárias, como a que por mim foi batizada como VIAGEM DO PAPA, quando permaneceu no Rio de Janeiro o tempo que o Papa permaneceu, tudo pago pela PREFEITURA DE MOSSORÓ. A desculpa para realização desta viagem? Assinatura de um contrato de financiamento com o BNDES no valor de 10 milhões de reais para compra de material de informática que seria utilizado na SAÚDE e na EDUCAÇÃO. Até hoje as consultas são marcadas com lápis e papel e nas escolas de Mossoró NUNCA um aluno viu um computador, imagine utilizar um.
        O MPRN de tudo sabe. Há quantos anos eu escrevo estas mesmas denúncias?
        Cassada, recorreu em todas as instâncias e perdeu em todas. Lembra o personagem de GG que promoveu 32 revoluções e perdeu todas.
        Politicamente, virou um zumbi.
        Felizmente desta alpinista política Mossoró está livre.
        ////
        OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS EM OUTUBRO? CALA-TE BOCA.
        AS DENÚNCIAS DO EX-PROCURADOR DA CMM ESTÃO SENDO APURADAS DESDE 06/12/2016.

  4. Francisco César. diz:

    Faço minhas palavras de Naide, tenho também simpatia espontânea pela Claudia, é minha opinião particular respeitando opiniões contrarias.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.