• Banner parceria Blog Carlos Santos-TV Terra do Sal - Eleições 2018
domingo - 25/03/2018 - 10:02h

Ombros de gigantes


Por François Silvestre

Posto nos ombros de um gigante, um anão vê mais longe do que o próprio gigante.

Quando, numa conferência, alguém atribuiu a Isaac Newton o maior feito da física pela descoberta da gravitação universal, ele disse: “Eu me pus sobre os ombros de gigantes”. E pronunciou a frase, originária de Bernardo de Charters, que abre o texto.

Dentre os gigantes elencados estavam Pitágoras, Arquimedes, Copérnico, Bruno, Galileu e outros feitores de descobertas e desvendadores dos mistérios infinitos do Universo.

Einstein pôs-se sobre os ombros de Newton e viu mais longe. Percebeu que a atração da matéria, entre os corpos, não se limitava à relação proporcional do produto da massa e a inversa proporção do quadrado das distâncias. Acrescentou a percepção de que até a luz sofre alteração pela atração de uma grandiosa massa.

À gravidade de Newton, de massa e distância, agora se acrescenta movimento e velocidade.

Não apenas acrescentou, mas pôs uma pulga atrás da orelha no conhecimento do Universo até então. Ficou o dito precisando de comprovação.

Essa comprovação veio bem depois, na circunstância de dois eclipses do Sol, quando os observadores, postados em lugares diferentes e distantes, fotografaram os fenômenos. E viram que a luz de uma estrela, vista por nós, mudava de lugar ao passar pelo Sol.

A estrela ainda está no mesmo lugar, mas a sua luz, vista da terra, sofre alteração gravitacional ao passar por uma enorme massa. No caso, o Sol. Essa descoberta revolucionou a física e diplomou a credibilidade de Einstein. Para nós, leigos e escassos, não é fácil compreender o alcance dessas descobertas.

Stephen Hawking encangou-se nos ombros de Albert Einstein e foi mais longe. Aproveitando o avanço da relatividade, na comprovação de que o Universo não é composto de espaços planos, mas ondulados, Hawking ousou negar uma “verdade” cristalizada. A crença de que os Buracos Negros engolem matéria e carecem de irradiação.

Hawking anunciou a existência de luz nos Buracos Negros, radiação térmica resultante de efeitos quânticos. Essa radiação recebe o seu nome.

Como ele defende a tese da existência de outros Universos, não seriam os Buracos Negros apenas canais de ligação? Que em vez de engolirem a matéria apenas a transfere para outros espaços universais?

Você conseguiu entender tudo isso? Eu também Não. Ocorre que é mais fácil ver a radiação de Hawking do que ver um raio de luz no “buraco negro” da vida político-institucional do Brasil.

Aqui, no Brasil de hoje, não há gigantes. O país é visto e observado por anões nos ombros de pigmeus. Té mais.

François Silvestre é escritor

Categoria(s): Artigo

Comentários

  1. Francisco Antônio da Silva Neto diz:

    Metáfora perfeita, François! Parabéns!

  2. Amorim diz:

    A luz que vejo no fim do túneo é de um trem vindo em sentido contrário.
    Sou otimísta!

  3. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Matou a pau.

  4. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Grande, François Silvestre. Somos sortudos , muito sortudos, em poder ler o que escreve! Não preciso ir para Parságada. Aqui, sou amiga do rei.

  5. FRANSUELDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Bela digressão em forma de metáfora, mais uma vez pelas lentes do nosso François Silvestre que inteligente e desassombrosamente nos brinda com suas missivas em forma de artigos, e nos faz enxergar sem um mínimo de miopia e (ou) hipermetropia acerca dos fatos em epígrafe.

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  6. João Claudio diz:

    Se os anões olhassem para cima e para frente, vá lá. Seria menos mal.

    Mas, o que se vê é eles olhando para baixo. Apenas para baixo.

    Alguns vão mais além. Descem dos ombros dos gigantes e entram ‘e$goto’ adentro. De vez em quando eles sobem à tona sujos de lama podre carregando malas cheias de dinheiro, dólares na cueca, tríplex, sítios, terrenos e o escambou, mas de olho no ‘e$goto’, o seu lar ‘do$e’ lar.

  7. ROBERTÃO diz:

    muito bom mesmo!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.