• Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - TOPO
terça-feira - 22/08/2017 - 23:10h
Relatório

PF não vê obstrução da Lava Jato em nomeação de Navarro


O Estado de São Paulo

Polícia Federal concluiu que não houve crime de obstrução de justiça na indicação do ministro norte-rio-grandense Marcelo Ribeiro Navarro Dantas ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) por parte da ex-presidente Dilma Rousseff em 2015.

Delcídio do Amaral: denúncia (Foto Wilson Dias)

A constatação faz parte do relatório final da PF sobre um inquérito que tramita em segredo de justiça no Supremo Tribunal Federal (STF) e investiga se houve, na indicação de Navarro por Dilma, algum tipo de articulação para barrar a Lava Jato, por meio da atuação do ministro no STJ. A suspeita partiu da delação de Delcídio do Amaral, do ex-líder do governo Dilma no Senado.

Segundo Delcídio, Navarro foi escolhido para o STJ com o compromisso de conceder habeas corpus e recursos favoráveis a empreiteiros como Marcelo Odebrecht, do grupo Odebrecht, e Otávio Azevedo, da Andrade Gutiérerrez.

Arquivamento ou denúncia

O relatório da PF, encaminhado nesta segunda-feira (21) ao STF, apontou que, feitas todas as diligências, não se confirmou o depoimento de Delcídio do Amaral e do seu ex-chefe de gabinete Diogo Ferreira.

Segundo o Broadcast apurou, o relatório também não verificou nenhum tipo de conduta criminosa por parte do ministro Francisco Falcão, do STJ, que já foi presidente da Corte. O relatório já foi encaminhado à Procuradoria-Geral da Republica (PGR), para que decida se pede o arquivamento do caso ou se faz uma denúncia.

Também constam como investigados neste inquérito o ministro do STJ Francisco Falcão, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ex-ministros petistas José Eduardo Cardozo e Aloizio Mercadante tramaram para conter a Lava Jato, além da própria Dilma Rousseff e do ministro Marcelo Ribeiro Navarro Dantas e de Delcídio do Amaral.

Outras vertentes

Há outras duas outras vertentes de investigação no inquérito, além da indicação de Navarro ao STJ: a indicação de Lula como ministro do governo Dilma e uma conversa gravada entre Mercadante e um ex-assessor de Delcídio no Senado após a prisão do senador.

Em relação a esses dois pontos, o relatório da PF encaminhado ao Supremo nesta segunda-feira não apresenta conclusões, porque já havia um relatório datado de fevereiro em que a PF atribuiu aos ex-presidentes Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva crime de obstrução de Justiça e ao ex-ministro Aloizio Mercadante (Casa Civil e Educação) os crimes de tráfico de influência e também obstrução de Justiça.

Para a PF, ao nomear Lula ministro-chefe da Casa Civil, em março de 2016, a então presidente e seu antecessor – que com a medida de Dilma ganharia foro privilegiado no Supremo e, na prática, escaparia das mãos do juiz federal Sérgio Moro – provocaram ’embaraço ao avanço da investigação da Operação Lava Jato’.

Leia também: Delação mistura Dilma, Lula, Aécio e Temer em teia criminosa AQUI;

Leia também: AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Marcos Pinto. diz:

    Essa insana e covarde e insubsistente tentativa de incriminar o cara Lula Brasil em vários atos ilícitos já está sendo objeto de chacota e de risos escancarados diante a visão popular, que vê tão somente uma ridícula manifestação do segmento social privilegiado economicamente, denominado de elite. Essa tal elite (com raríssimas exceções!) fede, é pútrida e imersa no pantanoso terreno da corrupção moral e profissional. Uma lástima, pois.

  2. João Claudio diz:

    Significado de ”elite”.

    A parte de uma sociedade considerada superior segundo critérios específicos, como cultural, intelectual e, mais freqüentemente, E-CO-NÔ-MI-CO.

    Perguntar não ofende:

    1 – Hoje, a cúpula PTralha (”podre” de rica) faz parte da ”elite” ou, coitados, continuam pobres e ainda desprezados pela ”elite”????

    2 – O PTralha que guardava sob o seu travesseiro a quantia de 2 MILHÕES de reais, faz parte da ”elite”, ou é um PPP desprovido de ”elite”?

    3 – O PTralha que recebia 200 MIL DÓLARES por cada palestra dada, tem uma renda fixa mensal de 50 MIL REAIS, continua sendo um cidadão pobre? Não faz parte da ”elite”?

    4 – O PTralha que faturou 31 MILHÕES de reais em apenas 4 anos, é um pobre miserável, ou faz parte da ”elite”?

    Afinal, o que significa ”elite” para os PTralha$???????

    Resposta AQUI_________________________________

    P.S – Não venham me dizer que Zé Dirceu, Lula e Palocci são figuras pobres e que ambos odeiam as ”elites”.

    Peraí, né?

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.