terça-feira - 12/03/2019 - 21:50h
Caso Marielle

Polícia localiza 117 fuzis; possível assassino é envolvido


Polícia concluiu a contagem das armas encontradas atribuídas a Ronnie Lessa no Méier (Foto: Divulgação)

Do G1

A Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil do Rio de Janeiro encontrou 117 fuzis incompletos, do tipo M-16, na casa de um amigo do policial militar Ronnie Lessa no Méier, na Zona Norte do Rio.

De acordo com investigações da DH e Ministério Público, Lessa foi responsável por atirar na vereadora Marielle Franco e no motorista Anderson Gomes no dia 14 de março de 2018.

As armas, todas novas, estavam desmontadas em caixas em um guarda-roupas – só faltavam os canos.

Prisões

Policiais da Divisão de Homicídios da Polícia Civil e promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro prenderam, por volta das 4h30 desta terça-feira (12), o policial militar reformado Ronnie Lessa, de 48 anos, e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, de 46 anos.

A força-tarefa que levou à Operação Lume diz que eles participaram dos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. Os crimes completam um ano nesta quinta-feira (14).

Leia também: MP não descarta crime encomendado sobre Marielle;

Leia também: As evidências para prisão de dois suspeitos pela morte de Marielle e motorista.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política / Segurança Pública/Polícia

Comentários

  1. Angelo diz:

    Os maiores bandidos não estão nas favelas.

  2. Pedro Victor diz:

    Bolsonaro está envolvido com laranjas, caixa 2, disseminação em massa de fakenews (denunciada inclusive pela presidente da ONU), compra de deputados por 10 milhões cada pra acabar com a previdência enquanto aumenta os obesos salários de juízes e legisladores, quebra de comércio de frango com os países árabes e de soja com a China por falar idiotices sobre os países, vergonha internacional em Davos, contando 82 mentiras pelo twitter em apenas 68 dias de governo (contabilizados), e isso tudo sem falar que defende e exalta torturador, dá medalha de honra a miliciano, emprega mulher, filha e parentes de milicianos, defende milícia e tortura em rede nacional, é fotografado com o motorista do carro que matou Marielle, e é vizinho, parceiro de churrasco e foi sogro da filha do miliciano que atirou e matou Marielle e Anderson.

    Na boa, defender um cara desse é a maior prova de mau caratismo que alguém pode dar.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.