quarta-feira - 30/03/2011 - 10:43h

Prédios que sobem, gente que desce à própria sorte


Passa da hora de Mossoró mobilizar-se em nome de sua própria existência condigna. Saúde, educação e segurança pública estão se desmanchando.

Eis um exemplo a mais, entre tantos na "metrópole do futuro": não existe no sistema de saúde pública do município, meios para realização de tomografia computadorizada.

Gente com os mais diversos problemas, das mais diversas idades, está sendo arrebanhada para exames em Caicó ou Natal.

Pode?

Pode.

Está acontecendo agora mesmo e pode piorar.

Encantamo-nos com prédios e mais prédios subindo, shopping, praças etc.,  mas aqui embaixo continuamos primitivos, entregues à própria sorte, mendigando socorro.

Às vezes, nem com dinheiro é possível ter o básico em termos de saúde em Mossoró.

Pobre Mossoró!

Categoria(s): Gilson Cardoso

Comentários

  1. Rui Nascimento diz:

    Quem não quiser sofrer com o sistema de saúde pública ou mesmo privada em Mossoró, só tem uma saída: morrer antes de adoecer. É a lei do cão!

  2. vicente venacio diz:

    Carlos, boa tarde.
    É isso mesmo. Pertinente observação, que sirva de reflexão a quem de direito.

  3. antonio pedro da costa diz:

    Essa cidade sempre viveu das aparências. Do Trinta de Setembro e de outros salamaleques engendrados pelos políticos de plantão. Foi candidatíssima a capital brasileira da cultura e fechou o único museu que possuía à época. Pousa de metrópole do futuro, mas não tem uma única maternidade pública, apesar de uma médica pediátrica ter sido prefeita da urbe por três mandatos. A cidade levanta edifícios enormes, mas o corpo de bombeiros não dispõe de uma escada para atingir o terceiro ou o quarto andar de um prédio ou mesmo de outros equipamentos básicos para enfrentar uma emergênncia. Meninos de dez, doze anos de idade desafiam a segurança pública, matando cidadãos de bem ou se matando a si prórios. E quantas outras mazelas que a sociedade prefere não enxergar para não acordar do sonho feliz da cidade do futuro.

  4. MARCOS PINTO - Da AAPOL, ICOP, IHGRN e do IANTT. diz:

    E ainda ousam afirmar que Mossoró reúne condições em plenitude para ser uma metrópole do futuro. Torçamos para que não ocorram arrastões nestes arranha-céus que despontam no tal “PAÍS DE MOSSORÓ”. O primeiro passo para uma mudança radical passa, necessariamente, pelo voto consciente pela mudança desse letárgico cenário político que, lamentavelmente, perdura há cerca de 60 anos. “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” – 2012 está aí bem pertinho.

  5. LIA QUEIROZ diz:

    POIS É… E NO BLOG DE THAYSA GALVÃO O LÍDER DO GOVERNO NA ASSEMBLÉIA, GETÚLIO REGO, DIZ QUE O DEM(O) E A ROSA JÁ, EM POUCO TEMPO DE GOVERNO MELHOROU CONSIDERAVELMENTE OS HOSPITAIS DO ESTADO! AGORA, DE QUAL ESTADO ELE TÁ SE REFERINDO NÃO SEI, PORQUE POR AQUI NO RN A SAÚDE QUE JÁ NÃO ERA DAS MELHORES, VEM PIORANDO A CADA DIA. SÓ NÃO VER QUEM NÃO QUER!

  6. itamar de sousa diz:

    enquanto isso se discute,como se perpetuar mais no poder,no podre poder,apodrecendo mais a cidade…….do rio podre!!
    oh podres!!
    b noite caro jornalista,CARLOS SANTOS

  7. renato diz:

    tirem os ons salarios da justiça para ver se ela anda? corte as regalias dos gestores, para ver se eles nao caem fora…. saude nao presta por falta de dinheiro, que nesse mundo cão vale tudo. os funcioanrios publicos tambem querm uma vida digna.
    estudo, aperfeiçoamento, cursos, isso sao caros, o que hoje muitos nao fazem por falta de estimulo e salarios, sem contar nas sub-humanas condições d trabalho.

    abrço

  8. Amauri Araújo de Moura diz:

    Carlos boa tarde, ainda existem os babões de plantão, prontos para rebater, as críticas direcionadas a Prefeitura de Mossoró. Chegando a dizer que só vivemos de reclamar. O que temos de fazer? com uma prefeitura que não cumpre com suas obrigações e que tem uma desaprovação em torno de 60%. Precisamos reverter este quadro urgentemente, a população tem que acordar e não deixar passar a próxima oportunidade.

  9. kMendes diz:

    Tenho percebido este fato há bastante tempo.

    As pessoas pensam que Mossoró está se desenvolvendo.

    Na minha visão ela está inchando: desenvolve alguns aspectos como prédios altos, mas está estagnada e abandonada em setores cruciais à uma cidade digna, que são: saúde, educação, transportes e plano diretor, que não está sendo utilizado.

    Pense como Mossoró vai virar um caos e vai acabar afastando muita gente.

    Atentai-vos: A cidade vai expulssar as pessoas e muita gente vai começar a deixar de fincar sua história em solo mossoroense simplismente porque ela não será capaz, nem é, de oferecer serviços e uma vida de qualidade e com o tempo isso vai ser mais óbvio.

    E, isso vai ser óbvio porque existem outras cidades do porte de Mossoró que estão se modernizando pensando a problemática urbana com profissionalismo e responsabilidade.

    Enquanto isso estamos engatinhando em algumas coisas, estagnados em outros importantes e retrocedendo em aspectos fundamentais

  10. Iris Maia diz:

    Ah! uma ótima oportunidade para a Excelentíssima Governadora empregar os R$ 330.990.701,01 de superávit. Socorra a saúde de Mossoró, para quem ama tanto esta cidade nada mais justo.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.