terça-feira - 29/09/2009 - 23:35h

Prefeita é proibida outra vez de sair do seu gabinete


Sem medir o tamanho da crise em que está envolvida a prefeitura, a prefeita Fátima Rosado (DEM) continua isolada em sua "redoma". Hoje, de novo, não saiu do gabinete.

Servidores que resolveram ocupar a sede da municipalidade, revoltados com o governo, exigiam falar com ela. Foram impedidos. Sequer se aproximaram de Fátima.

Ela foi proibida de sair da sala por seu irmão, o agitador cultural Gustavo Rosado (PV), chefe de Gabinete. A ordem expressa a manteve imune à realidade lá fora.

Há anos que o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mossoró (SINDISERPUM) pressiona por um diálogo direto com a prefeita. Não consegue. Nesta terça a conversa ficou até mesmo desaconselhável.

É difícil encontrar o sorriso no rosto de quem recebeu salário com R$ 50, R$ 60 ou R$ 100,00 apenas, punido por participação em greve. É uma leva de servidores já atingida por outros cortes. Há gente com perda mensal de mais de 50% de seu ganho líquido.

A paralisação de 29 dias promovida pelo sindicato não foi considerada ilegal, pela Justiça. Mesmo assim o governo municipal resolveu punir os grevistas (veja matérias mais abaixo).

Saiba mais adiante.

Categoria(s): Sem categoria

Comentários

  1. MARCOS PINTO. diz:

    OS GOVERNOS TOTALITARISTAS REVELAM-SE NA ADOÇÃO DO OBSCURANTISMO POPULAR.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.