• Expofruit - Teaser - 20-07-18 a 21-08-18 - Topo
quinta-feira - 26/07/2018 - 23:50h
Mossoró

Prefeitura reage à denúncia criticando Ministério Público


Acuada pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 12ª Promotoria de Justiça de Mossoró, que a denuncia (veja AQUI) por não repassar recursos do Fundo da Infância e Adolescência (FIA), a Prefeitura Municipal de Mossoró resolveu reagir atacando. Não desmente o que é denunciado, mas diz em Nota que a notícia estampada pelo site do próprio do MPRN “revela um juízo de valor impróprio para a objetividade da notícia, induzindo o leitor a uma conclusão destoante dos fatos.”

O titular da 12ª Promotoria, promotor Sasha Alves, chegou a assinalar que a gestão Rosalba Ciarlini (PP) acaba priorizando festas, propaganda e outras iniciativas, em vez de atender o social. “Há algo de muito errado nas prioridades constitucionais da Prefeitura de Mossoró”, destacou.

“Postura temerária”

Lembrou ainda, que o Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2018 teve gasto de R$ 3,7 milhões, enquanto a FIA seriam R$ 325 mil, até hoje sem cobertura.

Em sua nota oficial, a gestão entende como equivocada a avaliação de Sasha: “Merece reflexão a postura temerária como se veiculou esse assunto, de modo açodado, sem explicitar e explicar os elementos jurídicos e legais envolvidos, tentando voltar à população contra ações importantes que promovem a economia local, resgatam e enaltecem a cultura e contribuem para a melhoria da qualidade de vida em toda a cidade”.

Veja a íntegra da Nota da municipalidade clicando AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público / Política

Comentários

  1. Elves Alves diz:

    Seu eu fosse governante no país dos banguelas nomearia um estafe eminentemente técnico: ocuparia todos os cargos de primeiro escalão com representantes do Ministério Público. Só não oferecia auxílio-moradia e outros penduricalhos espúrios, porque aí já seria demais.

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    “tentando voltar à população contra ações importantes que promovem a economia local, resgatam e enaltecem a cultura e contribuem para a melhoria da qualidade de vida em toda a cidade”.
    MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA EM TODA A CIDADE?
    RESGATAR E ENALTECER A CULTURA?
    PROMOVER A ECONOMIA LOCAL?
    Como falar em melhoria de qualidade de vida se nem a Merenda Escolar melhorou e as ruas continuam esburacaras, vide a ALBERTO MARANHÃO e outras avenidas e ruas?
    Em que a cultura foi resgatada ou enaltecida com apresentações de bandas de forró contratadas a peso de ouro em detrimento dos artistas locais?
    Como falar em promoção da economia local se não se tem notícia de nenhum emprego permanente ter sido gerado por esta festa que só serve para imitar o São João de Campina Grande e torrar dinheiro público que tanta falta faz á Saúde e na Educação?
    Melhor faria a Prefeitura de Mossoró se tivesse dado calado como resposta.
    ////
    CORRUPTO NÃO TEM FAMÍLIA. CORRUPTO TEM CÚMPLICES.

  3. Samir Albuquerque diz:

    Carlos meu amigo, aproveitando Esta matéria, gostaria de recomendar o livro COMO VENCER UM DEBATE SEM TER RAZAO, escrito pelo filósofo alemão Artur Schoppenhauer, a todos os amigos que lerem essa notícia.

    Não recomendo aos membros da procuradoria da Prefeita de Mossoró, profissionais do direito altamente capacitados, alguns foram meus professores inclusive, porque, pelo que se vê, conhecem-no bem. Apesar do que, tais estratagemas, contidos naquela brilhante obra, só funcionam para com aqueles que os desconhecem.

    No mais, lamentável que a municipalidade continue usando a desculpa esfarrapada de que o dinheiro gasto no fomento à cultura (300 mil de cache para uma banda de forró de plástico, que pouco ou nada tem a ver com a cultura nordestina das festas juninas) justificaria, de alguma forma, o não repasse para áreas como a proteção da criança e adolescente. Aliás, bastante exploradas na cidade durante o MCJ, seja no trabalho, seja no abuso sexual.

    Enfim, fica a recomendação do livro e minhas desculpas pelos erros ortográficos e grafia. Estou escrevendo do Dell e não estou com tempo de corrigir. Rs

  4. fernando diz:

    Todo mundo sabe que a família governa a cidade com festa O povo é detalhe, acha farra

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.