terça-feira - 13/08/2019 - 14:10h
Mossoró

Presidente acha que MP persegue Câmara Municipal


A presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro (MDB), externou descontentamento com o que considera ingerência do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) na Câmara Municipal de Mossoró, em pronunciamento na sessão desta terça-feira (13).

Izabel Montenegro falou sobre atuação do MP na sessão desta terça-feira (Foto: Edilberto Barros)

 

“Todo o dia, o Ministério Público pede documentos, repetidamente. São demandas diárias, pequenas coisas, questiúnculas. É uma ingerência incessante. Como todo o respeito, mas não é justa a perseguição que estamos sofrendo neste Poder Legislativo”, desabafou a vereadora.

O vereador Didi de Arnor (PRB) parabenizou Izabel Montenegro “pela determinação e força”. A postura, segundo ele, mostra que ela não tem nada a temer. “Mostra também que não existe nada ilegal na Câmara. Se houvesse, não teria essa firmeza e transparência”, complementou.

Os vereadores Raério (PRB) e Genilson Alves (PMN) também se somaram ao debate. “O MP poderia auxiliar mais a Câmara na tarefa de fiscalizar o Poder Executivo”, sugeriu Raério. “Por que não investigar contratos milionários de mão de obra terceirizada?”, questionou Genilson.

Nota do Blog – Não sei se o caso é de perseguição, presidente. Mas sem dúvidas que vasculhar a Prefeitura é uma tarefa em que seria possível, com uma força-tarefa do MP, se conseguir muito mais resultados favoráveis ao contribuinte. Como o MP explica (justificar é difícil) esses escândalos multimilionários da limpeza urbana, com vários contratos sem licitação, governo após governo?

Como explica tantos contratos terceirizados, aditivos, reajustes etc.?

Xapralá! Mossoró é um caso perdido.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUIYoutube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Amorim diz:

    MP malvado! Mexer com os inocentes!
    Donde já se viu isso?
    Limpeza de Mossoró é quase literalmente impossível.

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    O MP está cumprindo o seu papel.
    E neste seu trabalho deve ser apoiado por toda a sociedade.
    Interessante é ter vereador solicitando que o MP fiscalize mais o poder executivo. Solicitam uma maior fiscalização do MP, mas não auxiliam o MP fornecendo elementos para que as investigações aconteçam.
    Estranho estes mesmo vereadores, tão cuidadosos com os recursos públicos, ainda não terem instalado a COMISSÃO DE ÉTICA da Câmara Municipal de Mossoró.
    Mossoró é hoje uma das poucas cidades brasileiras onde não existe na Câmara de Vereadores uma COMISSÃO DE ÉTICA funcionando. Por quê?
    Que o MP apure com todo o rigor a Câmara Municipal e a Prefeitura de Mossoró.
    Os tempos são outros. Pena que muita gente ainda não tenha percebido isto e pense que possa administrar a coisa pública como se particular fosse.

  3. Francisco César. diz:

    Não resta dúvida que fiscalizar a câmara municipal é importante, mas as grandes decisões saem do poder executivo. Como explicar esses contratos milionários com a empresa de limpeza de Mossoró? Que o MP fiscalize os dois poderes. Só assim as coisas ficam mais equilibradas.

  4. Sousinha diz:

    Ministério público tem sim que fiscalizar o Legislativo. Já vi reportagem nesse blog de Servidora Fantasma da Assembleia Legislativa

  5. OSORIO BEZERRA SAMPAIO JUNIOR diz:

    Carlos a câmara e tao limpa que tem um bocado de santos condenados.

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      Condenados por corrupção, mas que continuam exercendo mandatos eletivos apesar de estarem INELEGÍVEIS pelos próximos 8 anos.
      Todos sabem disto.
      Até o Senador Kajuru sabe e me telefonou pedindo detalhes.
      Acredito que o Senador Kajuru ficou sem entender como pode alguém estar condenado por corrupção e inelegível por 8 anos continuar administrando verbas públicas e fazendo licitações.
      O PSL do RN de tudo sabe e se cala.
      Que na campanha de 2020 o PSL não venha com o mesmo leriado de combate à corrupção e à impunidade.
      991397139

  6. Sousinha diz:

    Ta aí o motivo do desabafo de perseguição. Só consultar o esaj do TJ,

    0121191-02.2013.8.20.0106 Dis.:27/08/2015 2ª Vara da Fazenda Pública Ação Civil de Improbidade Administrativa Ré: Maria Izabel Araújo Montenegro
    0112560-35.2014.8.20.0106 Dis.:17/07/2014 3ª Vara Criminal Ação Penal – Procedimento Ordinário Acusada: MARIA IZABEL ARAÚJO MONTENEGRO
    0100155-64.2014.8.20.0106 Dis.:08/01/2014 3ª Vara Criminal Ação Penal – Procedimento Ordinário Acusada: Maria Izabel Araújo Montenegro
    0121290-69.2013.8.20.0106 Dis.:03/01/2014 3ª Vara Criminal Ação Penal – Procedimento Ordinário Réu: Maria Izabel Araújo Montenegro
    0600482-25.2009.8.20.0106 Dis.:02/04/2009 1ª Vara da Fazenda Pública Ação Civil de Improbidade Administrativa Réu: Maria Izabel Araújo Montenegro

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.