• Banner Lion Brazil Fim de 2019 - 05-12-19
sexta-feira - 24/03/2017 - 14:28h
Em Natal

Procurador adjunto e promotor são baleados dentro do MP


Do G1RN e Portal Noar

O procurador-geral adjunto do Rio Grande do Norte Jovino Pereira Sobrinho e o promotor de Justiça Wendell Beetoven Ribeiro Agra foram baleados na manhã desta sexta-feira (24) dentro da sede do Ministério Público do Estado. Ambos foram socorridos. Ninguém foi preso.

Rinaldo seria o alvo (Foto: arquivo)

De acordo com a Polícia Militar, o atirador é o servidor Guilherme Wanderley Lopes da Silva, de 44 anos, que invadiu uma reunião no segundo andar do prédio e efetuou os disparos. Nas imagens divulgadas pelo próprio MP, o servidor aparece fugindo do prédio.

O fato aconteceu por volta das 11h30. Logo em seguida, o suspeito fugiu em um automóvel Polo de cor prata. A sede do Ministério Público fica no bairro de Candelária, Zona Sul de Natal.

Nem o Ministério Público nem a Polícia Militar sabem explicar o que teria motivado o atentado. Mas já existe uma versão corrente (veja mais abaixo).

Segundo o MP, o procurador adjunto, que foi atingido duas vezes no abdômen, foi levado para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. Ele já deu entrada no Centro Cirúrgico. Já o promotor Wendell Beetoven, que foi baleado nas costas, recebeu os primeiros atendimentos ainda no local, mas também já foi levado para o hospital.

Na fuga, o suspeito também efetuou disparos no estacionamento. Pelo menos cinco tiros foram ouvidos, mas não houve novos feridos.

A PM fez buscas pela região, mas não encontrou o servidor.

O promotor Wendell Beetoven, que durante muitos anos atuou na Promotoria de Investigação Criminal e Combate ao Controle Externo da Atividade Policial, atualmente estava lotado no Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Motivação

O procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, era o alvo original na ação do servidor identificado como Guilherme, no fim da manhã desta sexta-feira.

Conforme apurou a reportagem, o servidor procurou por Rinaldo, mas lhe foi comunicado que o chefe do MPRN não se encontrava.

Nesse momento, ele disparou contra Jovino Pereira, procurador-geral adjunto e o promotor Wendell Bethevon. Ambos auxiliam o PGJ na administração do MPRN.

A motivação do atentado seria um procedimento administrativo disciplinar a que o servidor responde.

Acompanhe nosso Twitter AQUI. Notas e comentários mais ágeis.

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público / Segurança Pública/Polícia

Comentários

  1. João Claudio diz:

    ”Se todos são iguais perante as leis”, o atirador não for preso em flagrante, ele se apresentará com o seu ”adevogado” após 48 horas do delito (domingo), o delegado ouvirá o seu depoimento e o mandará para casa aguardar o processo em liberdade. A lei funciona assim para todos ”que são iguais perante as leis”. Parece que é, né?

    Quanto ao julgamento, ”se todos são iguais perante as leis”, deve acontecer em 2019, ou +. A demora é porque a justiça é lenta com todos ”que são iguais perante as leis”. Parece que é, né?

    Como o atentado foi contra pessoas ligadas à justiça, é provável que.. ”todos são iguais perante as leis” não seja bem assim…sabe…..não tão iguais assim, sabe……..tá entendendo?

    É bem verdade que todo o aparato policial militar do estado já esteja à procura do atirador. Helicóptero, satélites, batalhão, camburão, motos, cavalos, cachorros e o escambau.

    Vejam bem os Senhores: se o atentado tivesse acontecido contra os ”descamisados”, Zé Ruela e Zé Buchudinho (com todo o respeito), Inácio ainda estava na fila da delegacia aguardando ser atendido pelo escrivão para fazer o BO. Feito o BO, o mesmo ia parar no rabo da fila, porque na delegacia ”todos são iguais perante as leis”. Parece que é, né?

    Quanto ao atirador, procurem saber qual a sua opção politica, qual o seu partido ou $eita, qual o seu ”candidato de coração”. Vejam se ele tem uma estrela vermelha tatuada em alguma parte do corpo. Pode se tratar de um PTralha xiita revoltado com as ultimas de Marcelo Odebrecth. Vocês se lembram que ”eles” disseram que são capazes de pegar em armas. Se lembram?

    Eu endosso: ”Eles são capazes de tudo. A lavagem de cabeça foi tão cruel que fez com que seus seguidores se tonassem extremamente perigosos.

    CUI-DA-DO.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.