quinta-feira - 02/11/2017 - 06:40h
Mossoró

Regulação de leitos de UTI deverá começar amanhã


A Secretaria de Saúde finalizou a capacitação de médicos e enfermeiros que irão trabalhar na regulação dos leitos das UTIs, que serão criados a partir de amanhã (sexta-feira, 3). A capacitação foi iniciada há dois meses com esses profissionais para que fossem apresentados os protocolos de atendimento.

Nessa última quarta-feira, reunião afinou procedimentos para regulação funcionar (Foto: PMM)

O compromisso firmado pela gestão municipal mossoroense era de que começaria a regulação ontem (1º, conforme firmou decidido em audiência pública sobre o tema na 8ª Vara da Justiça Federal no Rio Grande do Norte, sob presidência do de novembro) juiz Orlan Donato Rocha.

“Vamos trabalhar dentro das novas portarias que são prioridade de atendimento no centro assistencial. Quanto maior o risco do paciente, mais chance ele tem de garantir o leito”, afirmou o Secretário de Saúde, Benjamim Bento.

Audiência Pública gerou resultados

Finalizado a capacitação com médicos e enfermeiros, é a hora de passar o protocolo para os diretores de hospitais que irão receber os leitos: Hospital Regional Tarcísio Maia, Maternidade Almeida Castro e Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer.

A Central de Regulação é mais um desdobramento da Audiência Pública realizada em Mossoró, no auditório da Faculdade de Medicina, no dia 26 de maio último. Foi promovido pela Assembleia Legislativa, com proposição e presidência do deputado estadual Manoel Cunha Neto (PHS), o “Souza”.

Leia também: Audiência sinaliza com mais leitos de UTI e outros benefícios AQUI;

Leia também: Central de Regulação é discutida por secretários AQUI;

Leia também: Dez novos leitos de UTI e cinco de enfermaria são garantidos AQUI;

Leia também: Novos leitos de UTI e enfermaria geram resultados imediatos AQUI.

A questão de novos leitos já avançou, com dez adultos e cinco de enfermaria sendo formalizados para suporte ao Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), no Hospital Wilson Rosado (HWR).

A regulação em Mossoró terá uma novidade: a figura do supervisor assistencial. “Esse médico ou enfermeiro visitará diariamente as UTIs para ver questão de disponibilidade de vagas e estado de saúde do paciente. É uma novidade que não temos isso em outro canto do estado”, destacou, Benjamin.

Nota do Blog – É um avanço que envolve a Justiça Federal, Ministério Público, Prefeitura Municipal, Governo do RN e a Assembleia Legislativa ao provocar audiência e gerar consequências positivas e reais à saúde em Mossoró e região.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Saúde

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Podiam ter aproveitado esta reunião para regular o fornecimento de MEDICAMENTOS nas UBS e UPA.
    Um escândalo o que acontece na SAÚDE em Mossoró.
    Quando informamos à OUVIDORIA DO SUS EM BRASÍLIA e a cobrança chega à SECRETARIA DE SAÚDE DE MOSSORÓ, respondem à OUVIDORIA SUS EM BRASÍLIA o seguinte:
    POR OPORTUNO, INFORMAMOS QUE A SEGUINTE RESPOSTA FOI FORNECIDA PELA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE MOSSORO, A ESTE DEPARTAMENTO DE OUVIDORIA-GERAL DO SUS INFORMAMOS QUE POR CONTA DE ATRASO NO PROCESSO DE LICITAÇÃO DO ANO DE 2017, O FORNECIMENTO REGULAR DA MEDICAÇÕES ESTÁ INSUFICIENTE. COMO O MESMO, OCORREU AGORA NO MÊS DE SETEMBRO, ESTAMOS TRABALHANDO NO SENTIDO DE NO MÊS DE OUTUBRO 2017 REGULARIZAR O FORNECIMENTO DOS MEDICAMENTOS DE SAÚDE MENTAL E DA ATENÇÃO BÁSICA. ROSEANNY LIMA COORDENAÇÃO DA ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA SECRETARIA MUNICIPAL DA SAÚDE PREFEITURA MUNICIPAL DE MOSSORÓ.
    Dizem que o fornecimento regular de medicações está insuficiente…
    NÃO FORNECEM MEDICAMENTOS E DIZEM ESTAR INSUFICIENTE.
    Se o MPF investigar, nem precisa investigar, basta constatar a veracidade desta minha denúncia indo a qualquer UBS, certamente adotará as providências cabíveis.
    TEM PESSOAS SOFRENDO EM MOSSORÓ POR FALTA DE MEDICAMENTOS.
    Uso a palavra sofrer para não dizer outra mais chocante.
    MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL, MOSSORÓ AGUARDA PROVIDÊNCIAS.
    Meu nome é Inácio Augusto de Almeida, 84 991 39 71 39.
    Se não estivesse certo da denúncia que faço iria me identificar?
    Estou convencido de que o exemplo do Henrique Alves não está servindo para nada.
    ////
    OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS ESTE ANO. E MAIS NÃO DIGO.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.