quarta-feira - 09/01/2019 - 23:42h
Pente-fino

Rogério Marinho antecipa combate a fraudes no INSS


Marinho: caça aos fraudadores (Foto: Alex Teixeira)

Do portal Poder 360

O secretário especial de Previdência e Trabalho, deputado federal Rogério Marinho (PSDB), afirmou nesta 4ª feira (9.jan.2019) que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) deve assinar até a próxima 2ª (14.jan) a medida provisória para combater fraudes no Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).

O secretário estima que o percentual de fraude seja de 16% a 30% do total.

Marinho não deu detalhes sobre o texto, mas falou que a proposta foi apresentada ao presidente, já passou por alterações e continuará a ser revisada.

O secretário não quis estimar qual poderá ser a economia pela medida, mas que deverá ficar na casa dos “bilhões”. Nesta 3ª, o ministro Paulo Guedes havia dito que a MP deve causar 1 ganho de R$ 17 bilhões a R$ 20 bilhões por ano.

“A ideia é termos uma economia bastante razoável, mas o número ainda está sendo estudado”, disse Marinho. “Pode ser que sim [fique na casa dos bilhões]. Estamos finalizando os números. Há algumas simulações que precisam ser feitas”, completou.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Política

Comentários

  1. João Claudio diz:

    O que tem de Vivaldinos e Gersons esbanjando saúde e recebendo beneficios e até mesmo gorda aposentadoria por invalidez, não está escrito em nenhuma estrela.

    Se quando descoberta a fraude o médico que concedeu o benefício perdesse o emprego, fosse levado algemado à delegacia à bordo de um camburão e ficasse enjaulado por no mínimo 10 anos, a previdência brasileira seria a mais enxuta do planeta.

    A pena do ‘e$perto’ também seria de 10 anos e posto na mesma jaula do médico.

    Ou alguém acha que o médico não participa da fraude HEIN? HEIN?

    Hoje, ninguém é punido. Nem o médico, nem o ‘e$perto’. Apenas o beneficio é cortado e pronto. Fato, fato e fato.

    Alô, Rogerinho. Bota pra moer. Lugar de ladrão é na cadeia.

    O mesmo exemplo deveria ser aplicado a quem concede o bolsa família, bolsa peixe, bolsa escambau, etc.

    Todos sem emprego/benefícios/bolsa e PRESOS. ENJAULADOS.

    Alô, Xerife. Vamos construir presídios, caso contrário vai faltar chão para tanto ladrão.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.