terça-feira - 01/04/2014 - 14:47h
Estratégia

Rosalbismo pode dar troco com “voto útil” também no estado


O voto útil como recurso para impedir a vitória de um candidato que se detesta, votando/apoiando outro, pode ser utilizado também nas eleições estaduais deste ano pelo grupo da governadora Rosalba Ciarlini (DEM).

Há um canal aberto para esse fim.

Robinson e Rosalba em 17 de outubro de 2011: pose apenas do passado?

Em Mossoró, nas eleições suplementares, a hipótese é bem concreta (veja AQUI). O Blog disserta sobre o assunto, em postagem de hoje.

No plano estadual, o grupo da governadora já elegeu o deputado federal e pré-candidato a governador, Henrique Alves (PMDB), como inimigo.

Quanto à Wilma, nome ao Senado, a antipatia é a mesma. Extensiva.

Guru e ideólogo do rosalbismo, esquema político que formou sob a imagem populista da mulher, Rosalba, Carlos Augusto Rosado (DEM) não é adepto de ódios eternos ou amores para sempre. Tudo depende do contexto e da necessidade, para inversão de papeis.

Apoios em Mossoró

Alijada do próprio processo sucessório e deixada no acostamento por lideranças do PMDB, principalmente, Rosalba  pode lançar a peçonha do voto útil para atingir ambos.

Quem pode se beneficiar desse poço de mágoas, é o pré-candidato a governador Robinson Faria (PSD), vice-governador dissidente. O mesmo, em relação à deputada federal e pré-candidata ao Senado, Fátima Bezerra (PT), como o Blog antecipou em outra postagem especial (veja AQUI).

Um é ex-aliado e saiu praticamente enxotado do esquema governista. Fátima sempre foi adversária, mas tratada recentemente por Rosalba, numa solenidade pública, como “nossa senadora”.

Robinson e Fátima apoiam, nas eleições suplementares de Mossoró, o prefeito provisório Francisco José Júnior (PSD).

Só para lembrar.

Ouvidos ao chão como bom índio Sioux, Apache, Cherokee, Comanche ou Navajo.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Por mais que se tente passar a impressão de que Rosalba apoiará o prefeito provisório isto jamais acontecerá.
    FRANCISCO JOSÉ SILVEIRA JUNIOR DECLAROU NA REUNIÃO ACONTECIDA NO HOTEL VILAOESTE QUE JAMAIS SE JUNTARIA COM ROSADO.
    Isto eu colocuei aqui no blog no dia seguinte ao da reunião.
    Não é possível que os ROSADOS tenham perdido o amor próprio.
    Tudo tem um limite.
    ////
    O LIXO ESTÁ COBRINDO AS RUAS DE MOSSORÓ.
    FALTAM MEDICAMENTOS NA UBS CHICO PORTO.
    MATERIAL E UNIFORME ESCOLAR NÃO FORAM ENTREGUES EM MOSSORÓ.
    ONDE ESTÃO OS 16 MIL FILTROS QUE VIERAM PARA MOSSORÓ?

  2. Carlos André diz:

    As vezes acho que para entender todo o universo da politica brasileira precisamos submergir no mundo da esquizofrenia.

  3. AMIGO diz:

    VC COM ESSA POSTAGENS NÃO VAI INFLUENCIAR EM NADA

  4. Junior diz:

    E se Rosalba resolver renunciar o mandato lá prás bandas de julho?

  5. Carlos Andre diz:

    Esses índios estavam embriagados quando sairão com essa!

  6. François Silvestre diz:

    Uma pergunta, meu caro poeta, existe rosalbismo fora de Mossoró?

    • Carlos Santos diz:

      Nota do Blog – Residualmente, caríssimo. O apogeu, chegando ao Governo do Estado, paradoxalmente não lhe deu dimensão estadual, mas acaba por devolvê-lo ao provincianismo mossoroense. Mas se tivermos uma campanha acirrada, principalmente para o Senado, pode dar uma contribuição à sua “ungida”, contra Wilma. Bom lembrarmos que sua vitória sobre Fernando Bezerra, em 2006 foi de pouco mais de 11 mil votos. Abração

  7. Carlos diz:

    Boa noite caso Rosalba tire uma lisença médica do governo para Robison Farias fica ums dias pega fogo a corrida pelo governo tudo para atrapalha Henrique e Vilma

  8. CID ADÃO diz:

    Não entendo como o TRE permite essas coligações que no fundo não passam de negociatas visando acesso ao poder e por esse motivo só atuam durante o período eleitoral. Os caras se juntam enganando a população com um suposto projeto para o Estado, se ganham a eleição são capazes de abandonar o governo na medida em que este comece a apresentar dificuldades.
    O correto era permanecer a coligação unida até o final do mandato para cumprir o compromisso assumido, mas aqui em nosso país impera a irresponsabilidade e os caras saem numa boa tão logo as dificuldades vão surgindo.
    Foi exatamente assim que o PMDB procedeu com Rosalba, chupou a laranja e jogou o bagaço fora, pouco ligando para o passivo TRE, a meu juízo uma instituição bastante incompetente.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.