• Curso de Oratória de Francisco Lavor em Mossoró 15 a 28-01-18 veiculação - TOPO
sexta-feira - 01/09/2017 - 06:52h
Opinião

Uern, uma questão muito maior


O professorado da Universidade do Estado do RN (UERN) decide hoje indicativo de greve (veja AQUI). São queixas contra salário em atraso e o não-cumprimento de reajuste salarial acordado com o governismo.

Ambas, justíssimas. Repito: justíssimas.

Mas será que uma nova greve, provavelmente longa (novamente), tem chances de catapultar a instituição e seus docentes às conquistas cobradas?

Acredito que não passará de um “haraquiri”. Será um suicídio lento e doloroso da própria Uern. Ao contrário do ritual comum aos samurais do passado milenar japonês, não terá qualquer aura de coragem e sacrifício.

Insisto no que advogo há muitos anos: a Uern precisa ser “vendida” pelo valor que tem e poucos conhecem, porém é mais lembrada por carências e como suposto “fardo” ao erário e ao povo potiguar.

Nos quatro anos da gestão Rosalba Ciarlini (PP), ao todo houve paralisação de 172 dias, sendo uma de 106 dias e outras de 66. Recorde absoluto.

No primeiro ano de Governo Robinson Faria (PSD), lá se foram mais 147 dias perdidos, que nitidamente até hoje não foram recuperados à plenitude.

Quanto prejuízo, quanto desgaste, quanta gente com seu curso e futuro comprometidos. A própria instituição questionada quanto à sua importância e elevada à categoria de algoz e não vítima de conjunturas desfavoráveis e gestores estaduais inaptos.

Só em pouco menos de cinco anos de governos Rosalba e Robinson, atingimos o total de 319 de improdutividade. Praticamente um ano perdido, mas outros tantos de prejuízos para milhares de vidas.

A Uern é a maior obra humana de Mossoró, com um trabalho de vulto para o Rio Grande do Norte e Brasil. Defendê-la não é um gesto de bairrismo, mas de reconhecimento, espírito público e sensatez.

Defendemos essa instituição com unhas, dentes e destemor, mesmo não tendo qualquer vínculo direto, indireto ou subalterno em jogo. É uma questão maior, mesmo assim, muito inferior ao que a Uern representa.

Leia também: Números mostram dimensão e provam importância da Uern AQUI.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI.

Categoria(s): Opinião da Coluna do Herzog

Comentários

  1. M. D. R. diz:

    Professores, o GOVERNO ROBINSON, acabou-se!…..
    Nunhum país sério, este governo ñ estaria atuando e mentindo
    perante a opinião pública. Vejam os méritos deste governo: ñ temos ESTRADAS, ñ comprimento com as obrigações com saúde, educação, insegurança, funcionalismo em sequência de atraso, precatório em atraso e demais setores há muito desejar.

  2. Amorim diz:

    Brasil, educação = despesa
    Paises desenvolvidos, educação = investimento e retorno à população dos impostos.
    RN está no brasil.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.