sexta-feira - 22/06/2018 - 21:38h
Copa

Valeu, Brasil!


Algo que favorece a Seleção do Brasil é o baixo nível técnico da Copa do Mundo.

Não existe super-time.

Vencer a duras penas (2 x 0 Costa Rica) talvez ponha uma gota de bom senso na equipe, freando a soberba.

Tem mais: hoje vencemos com 10 em campo.

O lateral-direito corintiano Fagner jogou?

Valeu, Brasil.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Esporte / Opinião da Coluna do Herzog

Comentários

  1. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Mesmo com essa realidade de baixo nível técnico, entendo que essa seleção do NEYMARKETING, não irá muito adiante, sobretudo em virtude do não comando, bem como da alienação da maioria dos jogadores, imersa no estrelismo, no salto alto a que os nativos jogadores tupiniquins definitivamente calçaram, entorpecidos pela fama, pelo dinheiro e pelas facilidades de uma existencialidade atual, absolutamente, incompatível com sua formação e origem.

    Nascidos no Brasil, lapidados no exterior e agora novamente, supostamente, a serviço do país natal. A seleção brasileira convocada pelo técnico Tite para a Copa do Mundo da Rússia é uma das mais internacionais da história, pois os 23 jogadores têm pelo menos uma temporada de experiência no futebol europeu, mercado para onde todos os atletas foram cedo e construíram a maior parte da carreira.

    Os ditos jogadores/celebridades, vivem literalmente em outro mundo, ou seja, em um mundo á parte, dada a realidade existencial que passaram partilhar/vivenciar, eles e suas respectivas famílias com seus astronômicos salários e o dia-dia de celebridades.

    Levantamento feito pelo Estado mostra que em média, o grupo atual da seleção brasileira passou 68% do tempo como jogador profissional em algum clube europeu. O tempo de permanência deles em times brasileiros é bem menor, com cerca de 29% da carreira construída no País. Portanto, a busca pelo hexa será comandada por quem praticamente se formou no futebol na Europa.

    Em média, esses jogadores da seleção brasileira saíram do Brasil para a primeira transferência rumo ao Velho Continente com apenas 19 anos. Nessa idade, geralmente quem está em clubes brasileiros atua em categorias de base, ainda em processo de formação como profissional.

    Ante essa realidade, indiscutível realidade, não há como negar profunda influencia negativa, e, por via de consequência um relaxamento, que claramente configura descompromisso em jogar com compromisso para ganhar e não parecer que jogam pra ganhar, como atualmente ocorre em grande parte das atuações, mormente na hora da onça beber água, ou seja, na disputa que se faz durante os jogos da COPA DO MUNDO…!!!

    As muitas e não investigadas propinas pagas llea REDE GLOBO DE TELEVISÃO quando décadas a fio, entende cegamente que a preservação ad-eternum do monopólio na difusão e televisionamento dos grandes eventos esportivos, os quais nessa compreensão, necessariamente devem ser regra, muito explicita e bem explica o atual quadro de corrupção gerencial, má qualidade e penúria no âmbito do futebol brasileiro.

    Nesse contexto, a monopolizada mídia nacional sob o COMANDO DA REBE BOBOGOLPE DE TELEVISÃO, têm sua notória responsabilidade, quando seguida e manifestamente tem deixado passar ao largo do seu compromisso de informar através do jornalismo esportivo, substituindo-o por um verdadeiro circo de confetes, lantejoulas e omissões, negando de forma reiterada a verdadeira informação que deveria ser disponibilizada ao torcedor e cidadão brasileiro, repise-se que, tão somente, tendo como compromisso…VERDADEIRO CIRCO, exatamente em função da busca do lucro à qualquer preço, o que também, explicita a financeirização e a consequente decadência do esporte mais popular do nosso país.

    Denote-se que, sob o signo de um suposto exercício de jornalismo esportivo, os profissionais da REDE BOBO DE TELEVISÃO que se alardeiam como JORNALISTAS DA GLOBO, definitivamente passaram a ter como modelo e seguir Ipssi Literis o IMBECIL CHAPADO CHAMADO GALVÃO BUENO, sendo que este, até o mundo mineral sabe, jamais foi jornalista esportivo, e sim, animador de torcida…!!!

    Um baraço

    FRANSU^LEDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.