segunda-feira - 11/06/2018 - 17:28h
Corrupção

Veja quem são todos os denunciados pela ‘Dama de Espadas’

Blog Carlos Santos apresenta a íntegra da colaboração premiada homologada pelo Supremo Federal

Divulgado no final da semana passada pela imprensa de Natal, em pequenos trechos, com citações de nomes aqui e acolá, o Termo de Colaboração Premiada da ex-procuradora geral da Assembleia Legislativa do RN, Rita das Mercês Reinaldo, em mais de mil páginas, sobre o escândalo denominado de “Operação Damas de Espadas”, é ofertado na íntegra pelo Blog Carlos Santos.

A narrativa de Rita das Mercês envolve gente da própria Assembleia Legislativa, governador Robinson Faria (PSD) e ex-governadores, integrantes do Tribunal de Contas do Estado (TCE), diversos desembargadores do Tribunal de Justiça do RN (TJRN), senadores, ex-senadores, deputados federais, deputados estaduais, ex-deputados estaduais, jornalistas, gente do Ministério Público do RN (MPRN) etc.

Contrapartida

“Ritinha” teve delação homologada no dia 4 de outubro do ano passado, pelo ministro Luiz Edson Fachin do Supremo Tribunal Federal (STF). Detalhou esquema de empreguismo e desvio milionário de recursos no âmbito da Assembleia Legislativa do RN, entre os anos de 2006 e 2015.

No Termo de Colaboração Premiada de “Ritinha”, também existe definição de contrapartida para ela e familiares, pela conjunto de informações excepcionais que passou. Pode até ir para o exterior, por uma questão de segurança.

Mas é importante ser assinalado, que tudo quanto foi exposto por ela precisará de comprovação. Caso contrário, ela perderá os benefícios da delação. Entre os denunciados podem existir inocentes, frise-se.

Enfim, faça bom proveito do material. Clique AQUI e abra essa latrina. Mas antes, tape o nariz.

Leia também: “Ritinha” entrega desembargadores, nomes do TCE e políticos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter clicando AQUI e o Instagram clicando AQUI.

Categoria(s): Justiça/Direito/Ministério Público / Política

Comentários

  1. João Claudio - Aposentado (sen número) diz:

    Se não surgir um fato novo, por exemplo, cada um deles seja pego em flagrante degolando um recém nascido em um ritual de magia negra, TODOS, com exceção de meia dúzia, serão reeleitos.

    Esse tipo de crime na visão do eleitor que não vale o que o gato enterra, É FICHINHA.

    Ora, se 30% do eleitor brasileiro ainda insiste em votar no presidiário e Encantador de Burros, por que não votar na quadrilha potiguar que continua em liberdade?

    Ah, outros milhares de burros não veem a hora de outubro chegar para votar em Renan. Tá ou tá?

    Repito: O brasil é um país é riquíssimo, mas o seu povo não presta.
    Estou ficando azedo de tanto repetir:

    No brasil quem não presta é o povo.

    • João Claudio - Aposentado (sen número) diz:

      Apenas 10% dos eleitores dizem votar de livre e espontânea vontade no Encantador.

      Qualquer semelhança desses eleitores com burros de carroça que usam tapa olhos, não é uma mera coincidência.

      É fato, fato e fato.

      • Inácio Augusto de Almeida diz:

        João Cláudio
        Alguma notícia do PACHECO?
        Verifique com o John Clodô se o Pacheco ainda está cotado a se tornar cidadão mossoroense?
        Zé Buchudinho me disse que Pacheco foi visto circulando no MCJ.
        ////
        OS RECURSOS SAL GROSSO SERÃO JULGADOS ESTA SEMANA? ACREDITO QUE SIM.
        CNJ ESTÁ ACOMPANHANDO O CASO SAL GROSSO. O PROCESSO NO CNJ É O DE Nº 0004096 E TEM COMO RELATOR O MINISTRO JOÃO OTÁVIO DE NORONHA.
        O ARRASTÃO OU FARSA DA FREI MIGUELINHO SERÁ ESCLARECIDO PELA POLÍCIA DO RN ESTE MÊS?

  2. Yendis Said diz:

    Se prenderam todos os políticos das famílias, Alves, Maia, Rosado e Ciarlini, mesmo assim esse Estado não se recupera. Pobre RN.

  3. Andrea Linhares diz:

    Governo Robinson Faria pode ser entendido como produto genuíno de longevo ciclo de pacto patrimonialista entre nossas elites concentradas nos três poderes? produto de nossos ‘donos do poder’, como diria Raymundo Faoro? produto de nosso baixo nivel de renovação de elites, como diriam os elitistas? de nossa ‘singular’ versão de harmonia entre os poderes?
    Degeneração?

  4. Pedro Victor Cavalcanti Rodrigues diz:

    O único deputado estadual que não se envolveu com os processos excusos, segundo a própria Rita das Mercês, foi Fernando Mineiro.

Deixe uma resposta para Pedro Victor Cavalcanti Rodrigues Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011. Todos os Direitos Reservados.