• Cachaça San Valle - Topo - Nilton Baresi
domingo - 31/12/2023 - 23:48h

Pensando bem…

“Até que você torne o inconsciente consciente, ele dirigirá sua vida e você o chamará de destino.”

Carl Jung

Compartilhe:
Categoria(s): Pensando bem...
domingo - 31/12/2023 - 20:00h

Diálogo com o tempo

Carlos Santos na Via Appia - Roma -Por Carlos Santos

Caro 2023, pode ir em paz. De minha parte, valeu!

Talvez tenhas me dado o melhor ciclo dessa vida: chego a 60 anos sem desejar ter 30; livre de fantasmas, ciente do que é o tempo e com sonhos.

Sou feliz, realizado e grato.

Venha, 2024.

Agora é com a gente.

Carlos Santos é criador e editor do Blog Carlos Santos (BCS)

Compartilhe:
Categoria(s): Crônica
  • Art&C 25 anos - Institucional - 19-12-2023
domingo - 31/12/2023 - 11:28h

Em 2024, escolha viver

Por Odemirton Filho 

Foto da página Pindorama Org

Foto da página Pindorama Org

Mais um ano se foi. E o que fizemos?

Erramos mais do que acertamos? Não importa. Recomecemos. A vida é isso: eterno recomeço. Apesar de tudo, não podemos desistir. “Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima. Aprume a vela do barco de sua vida; mude a rota. Que tenhamos saúde para enfrentar a batalha; que tenhamos coragem para vencer as inúmeras adversidades.

Busquemos a felicidade, apesar….

Nada de desistir de nossos sonhos, é certo. Porém, não deixemos de aproveitar a vida com o que já conquistamos. Principalmente, aquelas conquistas imateriais, que não se podem mensurar. Sonhar e viver; viver e sonhar. “Viver é melhor que sonhar.

Beije, abrace, faça um carinho. Se prefere viajar, e a grana permite, viaje. Se prefere ficar em casa escutando músicas, tomando um vinho ou uma cachaça, fique. Se prefere ir à igreja, vá. Faça o que bem entender, mas tente levar a vida de forma leve, faz um bem danado a alma.

A vida não é só trabalhar para construir patrimônio e pagar boletos. É mais, bem mais. Em 2024, escolha viver, pois a vida passa depressa, não esqueça.

Fiquemos ao lado de quem amamos; vamos brincar, sorrir e chorar de emoção; viver intensamente cada momento, porque não sabemos se será o último de nossas vidas.

Lembre-se que milhões de pessoas mundo afora lutam para ter, pelo menos, um prato de comida. Muitos estão doentes, padecendo em cima de uma cama ou num leito de um hospital. Por isso, agradeçamos pelo pão nosso de cada dia e por nossa saúde.

O que devemos escolher para o ano novo?

“Escolha paz, na sua casa, nas suas palavras, na sua voz. Escolha a bondade, nos seus sonhos, nas suas relações, nas suas causas. Escolha o amor, no seu caminho, na sua história, na sua memória. Escolha a humildade, na sua postura, na sua bravura, na sua coragem. Escolha a justiça, nas suas decisões, na sua influência, na sua essência. Escolha Deus, na sua fidelidade, na sua vida”.  

Enfim, escolha viver.

Odemirton Filho é bacharel em Direito e oficial de Justiça

Compartilhe:
Categoria(s): Crônica
domingo - 31/12/2023 - 11:22h

Trágicas misturas

Por Marcelo Alves

Reprodução da página História do Mundo

Reprodução da página História do Mundo

Nas últimas semanas, tenho aqui tratado da “ética das profissões/personagens jurídicas”, propositadamente de maneira interdisciplinar, misturando o direito com a literatura e o cinema. Uma maneira lúdica – afinal, poucas coisas são tão gostosas como a literatura e o cinema – de abordar a ética de profissões hoje tão incompreendidas, mas fundamentais, que, nas palavras de Eduardo C. B. Bittar (no seu “Curso de ética jurídica: ética geral e profissional”, Editora Saraiva, 2016), são capazes “de cercear a liberdade, de alterar fatores econômicos e prejudicar populações inteiras, de causar a desunião de uma sociedade e a corrosão de um grande foco de empregos e serviços, desestruturar uma família e a saúde psíquica dos filhos dela oriundos, de intervir sobre a felicidade e o bem-estar das pessoas…”.

E acho que o fiz também de uma forma sistematizada, já que, seguidamente, tratei de profissionais/personagens como o governante, o legislador, o juiz, o promotor, o advogado, o professor/jurista, o jurado, o réu, a testemunha e por aí vai.

Dito isso, usarei como mote, para um arremate da temática, a mistura de todas essas profissões no teatro clássico grego. Se há semanas comecei a análise das profissões jurídicas com a “Antígona” (441 a.C.), de Sófocles (497-406 a.C.), desta feita, para finalizar, volto à Grécia antiga com o “Édipo Rei” (429 a.C.), do mesmo autor. Um retorno ao nosso eterno berço.

O enredo – ou o mito – de Édipo é conhecidíssimo (e notadamente desenvolvido na psicanálise de Sigmund Freud). Filho do rei tebano Laio, Édipo, ainda bebê, foi deixado para morrer, pois o seu destino era, segundo o Oráculo de Delfos, matar o próprio pai e desposar a mãe. Mas é salvo por um pastor. Já adulto, entre Corinto e Tebas, mata um velho homem. Chega a Tebas. Responde a um enigma proposto pela Esfinge. Salva a cidade. É feito rei, casando com Jocasta, sua mãe e viúva de Laio, assassinado misteriosamente.

Anos após a realização da profecia, e Édipo sendo rei de Tebas, uma peste castiga a cidade. O Oráculo de Delfos, segundo consultado por Creonte (que sucederá como rei), vaticina que, para salvar Tebas do sofrimento, é necessário descobrir e punir o assassino de Laio. Édipo promete aos cidadãos da pólis encontrar e punir o homicida. Édipo sai em sua “caçada”. Mas quando consegue chegar à verdade, ele constata a existência de um só inesperado responsável – ele próprio.

Já tratei de “Édipo Rei” em outra oportunidade para frisar duas coisas: (i) nela, o leitor verá a origem, como um precursor, da dita ficção policial ou detetivesca, gênero literário mais que popularíssimo; e (ii) que podemos também traçar, a partir de “Édipo Rei”, a origem ou o conceito de um mui específico subgênero da literatura (e do cinema), a “ficção de tribunal” (“courtroom drama”), cujas estórias se passam perante uma corte de justiça em funcionamento, com seus atores (advogados, promotores, juízes etc.) realizando suas peripécias jurídicas.

Mas hoje quero ir além na análise de “Édipo Rei”, para dela tirar uma lição ou “moral”.

Na trama, em busca do assassino de Laio, Édipo procura a verdade dos fatos, ouve testemunhas, envia mensageiros para coleta de informações e provas, analisa os relatos, pondera hipóteses, tudo reunindo para formar uma convicção acerca da identidade do responsável pelo hediondo crime. Proativamente agindo, é um policial, um detetive, um investigador.

Mas há também inúmeras cenas, como os diálogos/confrontos entre Édipo e Tirésias e entre Édipo e Creonte, que deveras se assemelham ao que se dá em uma sala de audiência/tribunal. Um “courtroom drama” no qual Édipo é promotor e é juiz. E Édipo, claro, nunca deixou de ser Rei, muito embora se veja ao final também culpado.

A mistura de papéis – detetive/promotor/juiz/rei/culpado – não dá certo. Sabedor da verdade, desesperado, Édipo se autocondena, arranca os próprios olhos, para não ser testemunha da própria desgraça e dos próprios crimes. Jocasta, sua mãe, esposa e rainha, outra mistura fatal, comete suicídio. Os destinos são cumpridos. E são só tragédias.

Marcelo Alves Dias de Souza é procurador Regional da República, doutor em Direito (PhD in Law) pelo King’s College London – KCL e membro da Academia Norte-rio-grandense de Letras – ANRL

Compartilhe:
Categoria(s): Crônica
  • Art&C - PMM - Janeiro de 2024 - IPTU
domingo - 31/12/2023 - 10:26h

O Brasil em 2024

Por Ney Lopes

Ilustração Web

Ilustração Web

Hoje, 31, o último dia do ano.

As expectativas se voltam para o futuro do Brasil em 2024.

O primeiro dado é que a economia nacional vem se recuperando, após a pandemia de Covid-19.

A demanda doméstica, apoiada por transferências sociais, continua impulsionando o crescimento.

A inflação diminui, proporcionando espaço para uma maior flexibilização da política monetária.

No entanto, a dívida pública continua elevada, sobretudos os gastos do governo.

Nas últimas semanas deste mês, o Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou que o Brasil em 2024 vai retornar à lista de dez maiores economias do mundo, com um Produto Interno Bruto (PIB) nominal de US$ 2,13 trilhões.

Esse resultado supera, por pouco, os US$ 2,12 trilhões previstos para o Canadá, e coloca a economia brasileira na nona posição.

Ainda segundo o FMI, até 2026 o Brasil pode tornar-se a oitava maior economia do planeta, com um PIB nominal estimado de US$ 2,476 trilhões.

O FMI prevê a alta de 1.5% do PIB brasileiro, em 2024, atribuído a um abrandamento da demanda doméstica e à redução da capacidade de expansão fiscal.

O índice é menor do que o da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que espera expansão da economia brasileira em 1,8%, em 2024.

O Banco Central do Brasil já começou a flexibilização da política monetária, entregando quatro cortes de juros, desde agosto de 2023.

A taxa Selic, atualmente em 11,75%, deve continuar caindo para 9% a 9,5%, até o final de 2024.

A inflação caiu de um pico de 12% em relação ao ano anterior em abril de 2022 para 4,68% em novembro de 2023, ajudada por uma queda nos preços globais de bens e pela forte oferta de produtos agrícolas.

O impacto do El Nino na produção agrícola e pesqueira brasileira em 2024 poderá ser significativo e trazer “surpresas”..

Há o risco de que esse fator influa no PIB e a inflação, aumentando os preços dos alimentos.

A redução do déficit fiscal será mais complicada e mais lenta, do que o inicialmente previsto.

O governo do presidente Lula propôs um novo marco fiscal com uma meta de déficit fiscal de 0,5% do PIB em 2023 e perto de 0% até 2024.

É improvável que isso seja cumprido.

Para executar o novo marco fiscal, o governo necessitaria de   medidas adicionais de aumento de receitas fiscais equivalentes a 1,5% do PIB em 2024, enquanto as despesas aumentariam 1,0% do PIB.

Esse marco e o cumprimento das metas primárias serão fundamentais para garantir a sustentabilidade da dívida e restaurar a confiança nas finanças públicas.

A maior dificuldade tem sido a falta de acordo político para mudanças significativas.

As decisões do Congresso reduzem a receita da União e os cortes não equilibram as contas públicas.

O maior ônus recai sobre os assalariados, servidores públicos e a classe média em geral, como sempre aconteceu.

No que se refere ao investimento privado, apresentará uma recuperação leve ao longo de 2024, se a política monetária for mesmo flexibilizada.

Embora haja uma diminuição nos preços das commodities, os produtos agrícolas impulsionarão uma expansão contínua das exportações.

Em matéria de meio ambientee, o desmatamento é a principal fonte de emissões de gases de efeito estufa no país.

Em 2024, uma aplicação mais rigorosa das leis de proteção ambiental, incluindo o Código Florestal Brasileiro, será primordial para combater o desmatamento.

O setor agrícola é a segunda maior fonte direta de emissões de gases de efeito estufa no Brasil

Por fim, preocupa o cenário do mercado de trabalho, no ano de 2024.

Espera-se um menor impacto das incertezas econômicas vindas do exterior, principalmente diante da perspectiva de regularização da política de juros nos EUA, além da estabilização de crescimento da região da Ásia e recuperação na Europa.

Isso pode ter impacto positivo no Brasil, reduzindo inflação e juros, consequentemente melhorando os investimentos no país.

Há uma expectativa de maior geração de empregos, com efeitos sociais positivos.

Este é o quadro resumido das perspectivas da economia do Brasil, em 2024.

Os resultados a serem alcançados não dependerão exclusivamente dos governos.

Terão que ser a soma do espírito público e consciência social de todos os brasileiros.

Confiemos!

Ney Lopes é jornalista, advogado e ex-deputado federal

Compartilhe:
Categoria(s): Artigo
domingo - 31/12/2023 - 09:42h

868, o jogo da imitação

Por Bruno Ernesto

Máquina alemã (Foto de origem não identificada)

Máquina alemã (Foto de origem não identificada)

Durante a Segunda Guerra Mundial, havia uma máquina alemã que, em grande parte, foi a responsável pelo sucesso das operações das forças armadas de Adolf Hitler, a Whermacht.

Sua função era enviar mensagens criptografadas com as ordens do líder alemão, o Führer, para que as forças armadas alemãs atacassem os aliados.

Ela parecia uma máquina de datilografia. Possuía três rotores no tampo superior, com números gravados nos discos que, uma vez posicionados na sequência correta daquele dia específico, tal como um cadeado com segredo, embaralharam a sequência de cada letra que ia sendo digitada e, como camada extra de segurança, o operador escolhia uma letra do alfabeto, posicionando uma outra chave no painel inferior frontal da máquina, o que potencializava a criptografia, e enviava a mensagem eletrônica com mais de um sextilhão de combinações possíveis.

Dessa forma, ainda que a mensagem fosse interceptada por seu inimigo, seria impossível de decifrá-la antes do próximo ataque alemão, caso quem a interceptasse não possuísse uma máquina enigma e não soubesse a sequência exata dos três números dos rotores que deveriam estar posicionados naquele dia específico da leitura daquela mensagem.

Sem isso, a mensagem até poderia ser interceptada, entretanto, não poderia ser compreendida.

Essa máquina foi um pesadelo para os países aliados que lutavam contra Adolf Hitler e sua poderosa Whermacht.

Ninguém conseguia decifrar as mensagens alemãs e, assim, Adolf Hitler avançava na conquista do mundo com a famosa Blitzkrieg, ou guerra-relâmpago. Um ataque feroz, rápido e de surpresa.

O sucesso de um combate, e, portanto, da guerra, depende, basicamente, de três fatores: poderio bélico, bom treinamento dos combatentes e o segredo de suas mensagens.

Importante pontuar que a justificativa inicial de Hitler para a guerra era, segundo a história conta, que ele afirmava que Alemanha tinha direito de preservar a cultura e o espaço alemão por serem superiores. O que ele chamava de espaço vital ou, em alemão, lebensraum.

O conceito de espaço vital deriva de uma doutrina norte-americana, denominada Doutrina Monroe, estabelecida no ano de 1823 pelo então presidente James Monroe, e que tinha como preceito a não possibilidade de qualquer tipo de interferência externa em relação às políticas norte-americanas. Daí surgiu a expressão “América para americanos”.

No caso da Alemanha, essa doutrina foi introduzida por Friedrich Ratzel no final do século XIX, que, deturpando-a, defendia que raças ou povos tidos como superiores na escala civilizatória, intelectual e cultural, tinham direito a um maior espaço físico para o seu pleno desenvolvimento, sem que pudesse haver qualquer contestação por parte de outros países. E Hitler se achava superior.

Para quem tem curiosidade de saber um pouco de como funcionava a mente dele, a obra “A mente de Adolf Hitler”, de autoria de Walter Langer, é bem interessante e acessível.

Trazendo para o contexto literário, na escrita, a transmissão de mensagens, ideias, pensamentos e opiniões, tal qual uma mensagem criptografada, segue uma sequência lógica de encadeamento que, ao final é decodificada pelo receptor dela. Entretanto, ao invés de algoritmos matemáticos, na literatura, observam o gênero literário, que está relacionado à composição do texto.

Um exemplo fácil de criptografia é a alteração da sequência de números e letras, com substituição de uns e outros, a chamada cifra de troca, ou, cifra de César.

O gênero literário leva em consideração os critérios semânticos (significado da palavra isoladamente e a combinação delas), sintático (estrutura e regras da língua que tornam possíveis a compreensão do texto), contextuais, etc. Todos seguem uma regra bem definida.

Entretanto, diferentemente, há o estilo literário, que é a particularidade da escrita. Que nada mais é senão, a forma que o autor escreve e transmite a sua mensagem. Necessariamente, não é preciso observar as regras definidas do gênero literário.

No estilo, o autor tem, ou se dá, uma liberdade para compor o seu texto e transmitir a sua mensagem de uma forma particular, porém compreensível e identificável. É tão marcante, que o leitor correlaciona o texto com a autoria, apenas pela forma como é escrito; o estilo empregado.

José Saramago é um exemplo claro acerca do que vem a ser um estilo literário.

Nos seus textos, ele escreve parágrafos gigantescos. Sequer utiliza vírgulas ou outro sinal de pontuação. Muitas vezes o leitor precisa de um fôlego tremendo para lê-lo e, por si próprio, pontuá-lo, para que ele tenha sentido e transmita a intensidade que Saramago quis empregar.

Ele transfere para o leitor uma função que era dele, autor do texto. Esse é o estilo de Saramago. Se o leitor não se familiarizar ou não admirar o seu estilo, não o lerá da forma correta. Quem tentar imitá-lo, fatalmente será taxado de inautêntico. Não que não seja permitido.

Para um desavisado, ou não familiarizado com o seu estilo, certamente, o considerará um péssimo escritor.

Mesmo assim, o texto é plenamente compreensível e original, e, não à toa, José Saramago foi laureado com os prêmios Nobel de Literatura e Camões. Ele, sim, é original.

Na literatura, como forma de transmitir uma mensagem cifrada, muitos autores lançam mão de artifícios literários, tais como, alterar o nome dos personagens, contextualizar uma estória com base nas características de uma pessoa ou baseado na sua vida, lugar que mora ou frequenta, sua rotina e profissão.

Alguns, por modéstia ou conveniência ocasional, utilizam pseudônimo. Outros, no entanto, carentes de reconhecimento, se autodenominam.

Quem não tem familiaridade com aquele personagem, não consegue identificá-lo. Quem tem, ou é o próprio, facilmente o identifica.

Conta-se, como na criptografia, até mesmo as letras do nome do personagem para confirmar todo o contexto de uma estória. Por isso aquele famoso aviso de que qualquer semelhança na estória, é mera coincidência.

Entretanto, na literatura, há autores que sequer nominam seus personagens. E, ainda assim, estória continua fazendo sentido. Como José Saramago o fez na sua obra “Ensaio sobre a cegueira”. Nela, nenhum personagem é nominado. Apenas suas características, intenções e atitudes.

Há quem tente imitar os grandes escritores, empregando todas as técnicas de escritas possíveis, manipulando as palavras e a linguagem. E tem quem acredite que seja um bom escritor, como o narcisista Adolf Hitler se achava um excelente desenhista nos seus tempos de juventude (Ele foi rejeitado por duas vezes pela Academia de Belas Artes de Viena, posto que foi tido como desenhista medíocre).

Entretanto, para esses outros escritores que imitam os grandes mestres, tal como na criptografia da enigma, lhes faltam a sequência secreta dos três números, para que, tal como na máquina alemã enigma, o leitor possa decodificar e compreender a verdadeira mensagem que lhe foi transmitida.

Voltando à enigma, caro leitor, apesar de toda a tecnologia da máquina de criptografia alemã, e a visão impossível de se decifrar as mensagens antes do próximo ataque alemão, contra todas as probabilidades, o matemático inglês Alan Turing, considerado o pai da computação, conseguiu.

E o fez, explorando uma falha na criptografia da máquina enigma, que consistia no fato de que toda mensagem continha uma sequência que nunca era alterada.

Com base nisso, a máquina de Turing, uma espécie de calculadora eletromecânica, foi capaz de reconstruir a sequência exata das letras embaralhadas pela enigma antes de uma nova Blitzkrieg, e, assim, conseguiu quebrar o código de criptografia alemão, encurtando a guerra e contribuindo, decisivamente, para a derrota e queda de Adolf Hitler, o anticristo.

A sequência inalterada de todas as mensagens alemãs, era uma famosa saudação. Hitler caiu por puro narcisismo.

Assim, em tempos de guerra, as mensagens devem ser lidas a todo custo, não há escolha. Em tempos de paz, os textos são escolhidos, como os de Saramago. Por mais difícil que seja.

Bruno Ernesto é professor, advogado e escritor

Compartilhe:
Categoria(s): Crônica
  • Pastel Premium Mossoró - Pastel de Tangará - Aclecivam Soares
sábado - 30/12/2023 - 23:56h

Pensando bem…

“A primeira impressão que se tem de um governante e da sua inteligência é dada pelos homens que o cercam.”

Nicolau Maquiavel

Compartilhe:
Categoria(s): Pensando bem...
sábado - 30/12/2023 - 21:14h
Da boca para fora

Faz 90 dias que dirigente da Caern garantiu solução d’água em 90 dias

Reunião ocorreu no Palácio da Resistência (Foto: Célio Duarte)

Roberto Sérgio, à esquerda do prefeito, garantiu o que não cumpriu em 90 dias (Foto: Célio Duarte)

Faz exatamente 90 dias, que o diretor-presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN, Roberto Sérgio Linhares, afirmou categoricamente que no máximo “em 90 dias” estaria solucionado o problema de fornecimento de água em Mossoró.

A garantia dele foi expressa no dia 29 de setembro último, em reunião no Salão dos Grandes Atos do Palácio da Resistência, sede da municipalidade, com o prefeito Allyson Bezerra (UB) – veja AQUI, presidente da Câmara Municipal Lawrence Amorim (Solidariedade), secretários municipais e outros dirigentes da Caern.

Pronto. Agora você já pode dar boas gargalhadas, mesmo sem saber se o caso é de despreparo, má-fé ou deboche.

Veja também

Leia também: Presidente da Caern sai da linha fazendo ameaça;

Leia também: Mossoró aflita – Caern faz nova promessa para retorno do abastecimento.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Administração Pública / Gerais / Política
  • Pastel Premium Mossoró - Pastel de Tangará - Aclecivam Soares
sábado - 30/12/2023 - 20:36h
Divulgação

Pesquisas eleitorais devem ser registradas a partir do dia 1º

Pesquisa eleitoral, diálogo, fala, comunicação, redes sociais,Com a chegada do ano eleitoral, pesquisas de intenção de voto começam a chamar a atenção do eleitorado. O tema está disciplinado na Lei nº 9.504/1997 (Lei das Eleições) e na Resolução nº 23.600/2019 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Pela legislação, em anos eleitorais, as sondagens feitas a partir de 1º de janeiro devem ser obrigatoriamente registradas na Justiça Eleitoral cinco dias antes da divulgação.

A publicidade dos dados sem o prévio registro pode resultar em multa que varia de R$ 53.205 a R$ 106.410.

A lei também exige que sejam informados pelas entidades ou empresas, entre outros dados, identificação do contratante da pesquisa e número de CPF ou CNPJ; metodologia e período de realização; valor e origem dos recursos utilizados; questionário aplicado; e nome do profissional responsável, acompanhado de assinatura com certificação digital e do número do registro no Conselho Regional de Estatística.

Se a pesquisa sobre possíveis candidatas e candidatos a Prefeituras e Câmaras Municipais envolver mais de uma cidade, o responsável pelo levantamento deverá realizar um registro para cada município abrangido.

A realização de enquetes relacionadas ao processo eleitoral é vedada no período de campanha eleitoral. Enquete ou sondagem eleitoral não é a mesma coisa que pesquisa eleitoral. Enquanto a pesquisa deve seguir os rigores dos procedimentos científicos, a enquete apenas faz a sondagem da opinião dos eleitores.

Divulgação de resultados

De acordo com a resolução, empresas ou entidades podem utilizar dispositivos eletrônicos, como tablets e similares, para a realização dos levantamentos. Os equipamentos poderão ser auditados, a qualquer tempo, pela Justiça Eleitoral.

Sobre a divulgação dos resultados, a legislação prevê que devem ser obrigatoriamente informados o período da coleta de dados, a margem de erro, o nível de confiança, o número de entrevistas, o número de registro da pesquisa e o nome da entidade ou da empresa que a realizou e, se for o caso, de quem a contratou.

Ainda conforme a norma, a partir da publicação dos editais de registro das candidaturas, os nomes de todas as candidatas e de todos os candidatos cujo registro tenha sido requerido à Justiça Eleitoral deverão ser incluídos na lista apresentada às pessoas entrevistadas durante a realização das pesquisas.

Impugnação e penalidades

A Justiça Eleitoral não realiza qualquer controle prévio sobre o resultado das pesquisas nem é responsável pela divulgação. O Ministério Público, candidatas e candidatos, partidos políticos, coligações e federações de partidos poderão solicitar acesso ao sistema interno de controle e fiscalização da coleta de dados das entidades responsáveis pelas sondagens, bem como impugnar o registro ou a publicidade.

De acordo com o TSE, quem publicar levantamento de intenção de voto não registrado ou em desacordo com as determinações legais, inclusive veículos de comunicação, poderá arcar com as consequências da publicação, mesmo que esteja reproduzindo matéria veiculada em outro órgão de imprensa.

A legislação também estabelece que a divulgação de pesquisa fraudulenta constitui crime, punível com detenção de 6 meses a 1 ano mais multa no valor de R$ 53.205.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Política
sábado - 30/12/2023 - 19:50h
Prefeitura

Governismo costura novo entendimento para ter candidatura única

Walter Araújo é o nome engatilhado para disputa, provavelmente sem adversário (Foto: redes sociais)

Walter Araújo é o nome engatilhado para disputa, provavelmente sem adversário (Foto: redes sociais)

Em Lucrécia, município da região Oeste do RN, o ex-prefeito Antônio Walter de Araújo pode ser candidato único à municipalidade em 2024. As conversas avançam com as forças oposicionistas.

Araújo estava como coordenador de Desenvolvimento de Área Industrial da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC) até abril deste ano. Ele é  irmão do também ex-prefeito Vagner Araújo, que ocupou diversos cargos na esfera administrativa no RN e atualmente ocupa função na Petrobras.

A atual prefeita é Maria da Conceição Duarte (UB). Ela foi candidata sem qualquer adversário em 2016, obtendo 2.316 votos.

Já em 2020, Maria da Conceição foi reeleita com 2.233. Nesse ano, ainda apareceu um adversário. O engenheiro Henrique Brito (PCdoB) não quis saber de acordo e foi à luta, mas empalmou apenas 573 votos.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Política
  • San Valle Rodape GIF
sábado - 30/12/2023 - 19:02h
Luto

Terezinha de Jesus Fernandes

Dona Terezinha de Jesus faleceu neste sábado (Foto: redes sociais)

Dona Terezinha de Jesus faleceu neste sábado (Foto: redes sociais)

Registro neste dia 30 de Dezembro de 2023 (sábado), o falecimento de dona Terezinha de Jesus Fernandes, 94, mãe de prole muito querida em Mossoró.

Minha solidariedade, em especial, a um de seus filhos – Ricardo Lopes.

Que dona Terezinha, viúva do comerciante Lula Lopes, descanse em paz.

*Velório e sepultamento aconteceu à tarde deste mesmo sábado no Cemitério Memorial Jardim das Palmeiras, também em Mossoró.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Gerais
sábado - 30/12/2023 - 18:16h
Futebol

Potiguar faz segundo amistoso e empata com Atlético Cearense

Amistoso foi apenas o segundo jogo da preparação à temporada 2024 (Foto: Marcelo Diaz)

Amistoso foi apenas o segundo jogo da preparação à temporada 2024 (Foto: Marcelo Diaz)

O Potiguar fez seu segundo amistoso de pré-temporada na tarde deste sábado (30/12), contra a equipe do Atlético Cearense, no Estádio O Rogerão, em Tibau (RN). O duelo terminou empatado em 3×3.

O Potiguar abriu 3×0 na primeira etapa com gols de Sampaio, Talisson e Walber.

Os gols do Atlético foram marcados por Rosivaldo, João Victor e Ailton, todos na segunda etapa da partida.

O primeiro amistoso do time mossoroense para a temporada 2024 aconteceu no sábado (23) passado, em Fortaleza-CE, quando perdeu por 1 x 0 para o Ferroviário, campeão da Série D do Brasileirão 2023 (veja AQUI).

A equipe segue em preparação para a disputa da pré-Copa do Nordeste. No dia 7 de janeiro, o alvirrubro irá enfrentar, em São Luís (MA), o Sampaio Corrêa, em partida única nessa fase da competição.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Esporte
  • Art&C 25 anos - Institucional - 19-12-2023
sábado - 30/12/2023 - 17:22h
Vale do Açu

Mulheres serão protagonistas nas eleições 2024

Do Blog do Toni Martins

Marinete, Vanessa, Vanessa, Fabielle (Fotomontagem do Blog do Toni Martins)

Marinete, Vanessa, Meyrelle, Fabielle, Eudiene, Francivânia e Nayra  (Fotomontagem do Blog do Toni Martins)

Esse ano é comemorado 89 anos de conquista do voto feminino no país, além de 26 anos da lei de cota eleitoral que determinou 30% das candidaturas dos partidos para mulheres.

De lá pra cá muitas conquistas foram obtidas e a presença feminina na política é destaque em todo Brasil.

Vejamos algumas delas que serão protagonistas nas eleições 2024 em municípios do vale do Açu.

Assu

Fabielle Bezerra, assistente social, vice-prefeita dissidente, está como nome lançado para concorrer à prefeitura. Paralelamente, Dra. Vanessa Lopes, médica e ex-primeira dama do então prefeito Ivan Júnior, disputou uma vaga na Câmara Federal em 2022 e aparece como forte opção à corrida eleitoral no município.

Carnaubais

Marineide Diniz é a primeira mulher eleita para o cargo no município, em 2020 e está embalada para tentar o seguindo mandato consecutivo.

Eudiene Benevides, presidente da Câmara Municipal, ex-primeira dama, pode ser opção do governismo no lugar de Marineide Diniz, se houver impedimento da prefeita. É cunhada do vice-prefeito Gleudinho Benevides e esposa do ex-prefeito Júnior Benevides, aliados de primeira hora da prefeita Marineide Diniz.

Alto do Rodrigues 

Nayra Baracho está com seu nome praticamente fechado para ser vice na chapa do ex-prefeito Abelardo Filho, no grupo governista.

Pendências

Nesse município, Francivânia Batista (Preta), atual vice-prefeita, empresária, é pré-candidata à prefeitura.

Porto do Mangue

Meyrelle Souza, ex-secretária municipal de Saúde, é pré-candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada por Francisco Faustino, atual vice-prefeito, que já assumiu interinamente a prefeitura.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Política
sábado - 30/12/2023 - 16:44h
Saúde

Prefeitura de Mossoró lança edital de concurso com 330 vagas

Certame terá inscrição aberta na terça-feira próxima (Foto ilustrativa da Web)

Certame terá inscrição aberta na terça-feira próxima (Foto ilustrativa da Web)

A Prefeitura Municipal de Mossoró publicou nesta sexta-feira (29), no Diário Oficial de Mossoró (DOM), o edital do concurso público para a Saúde. O certame contemplará 330 vagas para cargos de níveis superior, técnico e médio. O concurso reforçará o quadro de pessoal da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em diversas áreas.

O certame será executado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN). As inscrições iniciam na próxima terça-feira (2 de janeiro), seguindo até o dia 5 de fevereiro, sendo realizada de forma única e exclusiva pela internet, por meio do endereço eletrônico www.idecan.org.br.

O concurso contempla dezenas de cargos, entre eles: Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, Técnico em Podologia, Técnico de Enfermagem, Técnico de Laboratório, Técnico em Raio-X, Técnico em Saúde Bucal, Técnico de Segurança do Trabalho, Assistente Social, Biólogo, Biomédico, Cirurgião Dentista, Cirurgião Dentista Buco-Maxilo Facial, Cirurgião Dentista Endodontias, Cirurgião Dentista Especialista em PNE, Cirurgião Dentista Estomatologia, Educador Físico, Enfermeiro, Enfermeiro do Trabalho, Enfermeiro Intensivista, Enfermeiro Sanitarista, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Farmacêutico, Farmacêutico-Bioquímico, Fisioterapeuta e Fonoaudiólogo.

O certame também será realizado para o preenchimento de vagas para Médico Otorrinolaringologista, Médico Clínico Geral, Médico Oftalmologista, Médico Sanitarista, Nutricionista, Pedagogo, Psicólogo, Psicopedagogo, Terapeuta Ocupacional e Veterinário.

A taxa de inscrição do Concurso Público será de acordo com o nível do cargo pleiteado: Nível médio e técnico (R$ 100,00) e Nível superior (R$ 130,00).

De forma inédita, a Prefeitura de Mossoró garantirá, por meio da Lei Municipal nº 4.075/2023, a isenção na taxa de inscrição para o candidato inserido no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), observada a renda familiar per capita, mensal, no valor inferior ou igual a meio salário-mínimo. Doadores de sangue, de órgãos, de medula óssea e os participantes que tenham contribuído nas três últimas eleições na função de mesário, também serão isentos do pagamento da taxa.

As provas serão aplicadas no dia 10 de março de 2024. Além do preenchimento das 330 vagas, o edital prevê mais de 1.600 vagas para cadastro reserva. Os cargos terão vencimentos iniciais que variam de R$ 1.545,94 a R$ 4.211,17.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Administração Pública / Saúde
  • Art&C 25 anos - Institucional - 19-12-2023
sexta-feira - 29/12/2023 - 23:56h

Pensando bem…

“Chato é o indivíduo que tem mais interesse em nós do que nós temos nele.”

Millôr Fernandes

Compartilhe:
Categoria(s): Pensando bem...
sexta-feira - 29/12/2023 - 19:12h
Aplausos

Pesquisador da Ufersa alcança nível mais alto do CNPq

Professor Moacir Franco de Oliveira: excelência no que faz (Foto: Ufersa)

Professor Moacir Franco de Oliveira: excelência no que faz (Foto: Ufersa)

O professor Moacir Franco de Oliveira, do Departamento de Ciências Animais da Universidade Federal Rural do Semi-árido (UFERSA), foi incluído na lista dos principais pesquisadores do país. O reconhecimento veio no dia 23 de dezembro, com a publicação da relação de bolsistas de produtividade do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Na lista, Moacir Franco de Oliveira aparece como pesquisador 1A, o nível mais alto do CNPq.

Para o pesquisador, o reconhecimento é resultado de um trabalho feito com “seriedade, solidez e, ainda na premissa de que pesquisa se faz com o trabalho de muitas mãos”. De acordo com ele, é esse foco na coletividade que explica o reconhecimento conquistado em poucos anos.

“Não faz muito tempo que tivemos nossa primeira orientação em nível de mestrado e menos tempo ainda a primeira orientação em nível de doutorado, que ocorreram respectivamente em 2011 e 2017″, afirma o professor Moacir.

Nota do BCS – Tipo da notícia que a gente adora passar. Não gera engajamento, cliques, mas nos faz bem demais.

Aplauso, professor.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Educação / Gerais
  • Art&C 25 anos - Institucional - 19-12-2023
sexta-feira - 29/12/2023 - 18:34h
Aeroporto

VoePass/Latam começa a operar em Mossoró segunda-feira

Voos Latam de Mossoró para Fortaleza e Natal -A VoePass/Latam começa a operar no Aeroporto Dix-sept Rosado, em Mossoró, a partir da próxima segunda-feira (01/01/2024).

Nos boxes constantes desta postagem, você vê horários e dias dos voos.

Tarifas iniciais estarão a partir de R$ 77,35 no trajeto Mossoró-Fortaleza e R$ 97,35 Mossoró-Natal, com pousos e decolagens aos domingos, segundas, quartas e sexta-feiras.

O anúncio de nova empresa operando em Mossoró foi feito pelo governo estadual no dia 29 de setembro último (veja AQUI), quando também foi assinada a transferência de gestão do Aeroporto Dix-sept Rosado do Estado para a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (INFRAERO).

A aeronave utilizada será um modelo ATR-72 (turboélice). É avião semelhante ao utilizado pela Azul Linhas Aéreas, que já opera no Dix-sept Rosado.Voos da Latam de Mossoró e outras cidades - a partir de 1º de janeiro de 2024

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Gerais
sexta-feira - 29/12/2023 - 17:22h
Mossoró aflita

Caern faz nova promessa para retorno de abastecimento de água

Poço 6 passa por trabalho nas mãos de terceirizada Foto: TCM Notícia)

Poço 6 passa por trabalho nas mãos de terceirizada Foto: TCM Notícia)

A Companhia de Águas e Esgotos do RN (CAERN) está com novo prazo para concluir manutenção no poço 06. Agora é o dia 5 de janeiro de 2024, ou seja, a próxima sexta-feira.

Porém, a normalização do abastecimento dos bairros Nova Betânia, Bela Vista e Aeroporto poderá acontecer por volta do dia 11 de janeiro.

Há cerca de 20 dias o poço apresentou problemas e a empresa não conseguiu resolver. Contratou uma terceirizada especializada para superar as dificuldades e o equipamento retornar à normalidade.

Paralelamente, há uma enorme demanda por água em caminhões-pipa, que não estão conseguindo atender à população.

A saída de grande contingente de pessoas para praias e outras cidades, com festas de fim de ano e veraneio, pode ajudar a minimizar a situação. Mas, claro, que não resolve nada.

Pobre RN Sem Sorte.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Gerais
  • Pastel Premium Mossoró - Pastel de Tangará - Aclecivam Soares
sexta-feira - 29/12/2023 - 16:22h
Política

Prefeitura tem saída de secretário às portas de ano eleitoral

Nazareno estava no cargo desde 2013, com dois prefeitos (Foto: Redes sociais)

Nazareno estava no cargo desde 2013, com dois prefeitos (Foto: Redes sociais)

Mudança na equipe da prefeita Lidiane Marques (PSDB), de Tibau. Luiz Nazareno de Souza publicou em suas redes sociais nesta sexta-feira (29) print de exoneração “a pedido”, do cargo de secretário municipal do Gabinete.

Bacharel em Administração, ele é um dos remanescentes do período de gestões (2013 a 2020) do ex-prefeito Josinaldo Marcos de Souza (PSDB), o “Naldinho.”

A saída – pelo o que é possível se ouvir nos intramuros da política local – tem relação direta com a sucessão municipal 2024.

O ex-secretário é filho do atual vice-prefeito Luiz Francisco de Souza (PSDB), o “Luiz da Luz,” além de irmão do vereador Nildo Luz (PSDB).

Na administração do prefeito Francisco de Assis Diniz (falecido em 24 de abril do ano passado), Luiz Nazareno de Souza foi vice.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Administração Pública / Política
sexta-feira - 29/12/2023 - 15:52h
2023/2024

Veja como será funcionamento de comércio de rua e shopping

Lojas abertas, mas com exigências sanitárias (Foto ilustrativa)

Comércio de rua e shopping têm programação para a virada de ano (Foto ilustrativa)

O comércio mossoroense terá funcionamento especial nesse fim de ano, além de não funcionar no dia 1º de janeiro de 2024.

No sábado (30), o expediente público será normal no comércio de rua, estando fechado no domingo (31).

Em relação à segunda-feira (dia 1º), também não funcionará.

Shopping

No Partage Shopping, o sábado será de abertura comum em todos as suas lojas, praça de alimentação e cinema. Já no domingo, lojas vão estar abertas entre 10 e 16h, mesmo horário da praça de alimentação e equipamentos de lazer. O cinema não terá atividade.

Na segunda-feira, nada funcionará.

As informações foram passada pelo Sindicato do Comércio Varejista de Mossoró (SINDILOJAS).

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Gerais
  • San Valle Rodape GIF
sexta-feira - 29/12/2023 - 09:38h
Pobre RN Sem Sorte

Há um ano que não nasce um único bebê no Hospital da Mulher

Investimento consagra o desperdício do dinheiro público e gestão indigente da saúde do RN
Hospital da Mulher tem documento indispensável ao seu funcionamento (Foto: Assecom/RN)

Hospital da Mulher e a realidade como ela é (Foto: Assecom/RN/Arquivo)

Nesta sexta-feira (29), o Hospital da Mulher Parteira Maria Correia, em Mossoró, completa um ano de existência, após inauguração com pompas no ano passado, finzinho do primeiro governo estadual de Fátima Bezerra (PT). Nesse espaço de tempo, não nasceu sequer um bebê em sua estrutura, onde foram investidos R$ 134 milhões – recursos do Banco Mundial.

Na prática, ele é um imenso ambulatório e parte do prédio virou anexo do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), que ficará em obras por tempo a perder de vista (veja AQUI). Além disso, a novidade no período foi a oferta de atendimento especializado à população trans, desde o dia 10 de janeiro.

O investimento consagra o desperdício do dinheiro público e define como é indigente a gestão da saúde estadual. Foi entregue com governo sabendo que não tinha condições financeiras de colocá-lo em serviço completo. “Até o meio do ano de 2023 terá seu funcionamento pleno. Ao todo, serão mais de 163 leitos focados na atenção materno-infantil, ginecológica e obstétrica de média e alta complexidade. A meta é realizar 20 mil atendimentos anuais de pacientes de mais de 60 municípios,” informava notícia oficial do governo, no dia 27 de dezembro, dois dias antes da inauguração (veja AQUI).

O hospital ocupa uma área total de 36.000,00 m², sendo 15.000,00 m² de área construída e nesse tempo de vida, se destacou mais por greves de terceirizados (veja AQUI) do que por sua finalidade precípua. Eis a realidade.

Sem recursos

Mas, afinal, quando o Hospital da Mulher vai de fato existir como tal? No dia 28 de março deste ano, a diretora-geral Elenimar Costa Bezerra, a “Leninha Bezerra,” refazia planos e numa entrevista ao programa “Cenário Político” da TV Cabo Mossoró (TCM Telecom), canal 10, previu que tudo estaria à plenitude até o fim deste ano. Contudo, revelou que a obra não tinha sido entregue “em sua totalidade.” (vídeo abaixo)

A titular da Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP/RN), pediatra Lyane Ramalho Cortez, admitiu profundas dificuldades para fazer o Hospital da Mulher funcionar. Em reunião na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Mossoró, dia 14 de agosto, ela apontou o custo financeiro como obstáculo principal. Mas, dezenas e dezenas de servidores estão lotados por lá. 

O Hospital da Mulher “contradiz, inclusive, as propagandas feitas pelo governo Fátima Bezerra, que se promoveu em período eleitoral de 2022, às custas de uma inverdade,” denuncia o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do RN (SINDSAÚDE/RN). A entidade cobra contratação de pessoal em cadastro de reserva e abertura de concurso público.

A maternidade de verdade

O verdadeiro Hospital da Mulher de Mossoró e região, atendendo pacientes de mais de 60 municípios e até oriundas do vizinho Ceará, é o Hospital Maternidade Almeida Castro (HMAC), sob intervenção federal há mais de nove anos (pasme!). Somente entre janeiro e junho deste ano nasceram 4.146 bebês (veja AQUI).

Em 2022, o total de procedimentos chegou a 6.968. Dessa pequena multidão de crianças, pelo menos 3.978 foram de mães de outros municípios. E, 2.915 eram de parturientes de Mossoró.

Enquanto isso, o imenso ambulatório com nome de Hospital da Mulher aguarda se transformar naquilo que deveria ser.

Pobre RN Sem Sorte.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Threads AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Compartilhe:
Categoria(s): Administração Pública / Reportagem Especial / Saúde
quinta-feira - 28/12/2023 - 23:56h

Pensando bem…

“Quem não é suficientemente gentil não é suficientemente humano.”

Joseph Joubert

Compartilhe:
Categoria(s): Pensando bem...
Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2024. Todos os Direitos Reservados.