• Repet - material para campanha eleitoral - 16 de maio de 2024
domingo - 23/06/2024 - 07:22h

Animal exótico

Por Marcos Ferreira

O autor em fotografia de José Arimatéia

O autor em fotografia de José Arimatéia

Seria bom que eu estivesse de barba feita e usando uma loção mais forte ou marcante. Contudo a foto saiu desse jeito. Foi, digamos, um raro ensejo de bem-estar em meio aos ruídos e vaivém de tanta gente desconhecida.

Aqui estou inserido na “vida em rebanho”, como diria meu amigo multifacetado (pensador, filósofo contemporâneo) Antonio Alvino da Silva Filho. A foto foi batida por outro amigo, o designer e artista gráfico José Arimatéia. Pois bem. Eis a fuça deste escriba num momento de relax com seus “semelhantes”. Essa sem-cerimônia ocorreu na área externa do Partage Shopping, onde nossa marca Verboletras expõe uma variedade dos seus produtos por ocasião do evento denominado Feira Bangalô, que acontece às segundas e terças e só dura até o próximo dia 25 de junho.

Talvez alguém diga que tal assunto é irrelevante para este espaço dominical, passarela onde desfilam cronistas e articulistas do melhor naipe. Julgarão ainda menos apropriada a imagem que escolhi para ilustrar meu texto. Ou seja, uma espécie de autopromoção; de exibicionismo, dirá um leitor mais duro.

Bom, meus caríssimos, a propaganda está feita. Tanto dos produtos Verboletras quanto do autor destas linhas. Todavia a questão não é bem essa. O que me impele a assim proceder é o estado de espírito em que me encontro ao longo desses dias. Acho isso digno de nota. Ou melhor, de uma crônica. Porque não é do meu feitio e pendor expor-me de tal modo, sair da toca, permitir-me uma interação com caracteres sociais que nunca vi mais gordos. Sim, este animal exótico mostrou a cara.

Conselhos não me faltaram. De outra feita Elias Epaminondas, por exemplo, andou por aqui, tomamos um cafezinho e ele tocou nesse ponto durante o bate-papo. Referiu-se à importância de (vez por outra) eu buscar justamente conhecer alguns lugares de Mossoró. Citou, a propósito, as cafeterias da urbe.

“Há pelo menos umas duas ou três de que você vai gostar”, afiançou Epaminondas. É isso aí. Elias considera salutar que eu lute contra a minha natureza arredia, algo que de tempos em tempos adquire maior intensidade. Meu psiquiatra e amigo Dr. Dirceu Lopes joga no time de Elias. Dr. Dirceu não se ancora apenas nos psicofármacos. Recomenda-me, entre outras coisas, que eu ingresse em uma academia de musculação. Considero esse ponto uma prova de fogo. Pois sei que sofreria horrores com as doses cavalares de dejetos sonoros que rolam nesses lugares.

A verdade é que se trata de algo que venho empurrando com a barriga. Mas estou inclinado a enfrentar o desafio. Protetores auriculares ou fones de ouvido (com músicas do meu agrado) podem mitigar o desconforto.

Portanto, com o estímulo de amigos e tornando minhas fraquezas em forças, este animal exótico tem figurado como um tipo caricato de mascote da Verboletras na Feira Bangalô, no Partage Shopping, neste mês de junho. Então, como não bastasse, ainda se deixou fotografar pelo amigo José Arimatéia. Além disso, quiçá para o desagrado de alguns leitores, transferi esta fotografia para cá.

Perdoai-me quem me perdoar possa.

Marcos Ferreira é escritor

Compartilhe:
Categoria(s): Crônica

Comentários

  1. Valdemar Siqueira Filho diz:

    Parabéns, que alegria ver sua foto.Vamos passar distraídos pelo shopping que não gostamos, para ver aqueles que gostamos. Acredito que a academia seja a mesma coisa.

    • Marcos Ferreira diz:

      Prezado Valdemar Siqueira,
      Bom dia.
      Estou buscando esse equilíbrio ou tolerância: frequentar certos ambientes sem me apavorar com o número de pessoas à volta e todo o ruído ocasionado por estas. Grato pelo comentário e carinho. Uma ótima semana para você e Bete.
      Abraços.

  2. Bernadete Lino diz:

    Praticar atividade física é salutar para a auto-estima, pra saúde e disposição! Concordo com a recomendação do seu médico! A atividade social que propicia a atividade física, libera hormônios anti depressivos. Você tem muita atividade mental e isso acaba acumulando muita tensão no seu corpo. Vá malhar, caminhar, pedalar, qualquer coisa! Saia de casa! Passeie! Aproveite e conheça cafeterias como sugeriu o seu amigo! Liberte-se e viva mais solto! Desperte! Amei a crônica! A foto está ótima! Está você de bem com você; que é a coisa mais importante! Abraço e renascimento!

    • Marcos Ferreira diz:

      Querida Bernadete Lino,
      Seu comentário não é apenas instigante, é também certeiro. Cada vez mais a gente precisa se dobrar a certos desconfortos que encontramos nesses lugares chamados academias de musculação em favor da saúde muscular. Principalmente no tocante às pernas. São elas que nos governam e dão sustentação para tudo. Obrigado, mais uma vez, pela opinião e estímulo.
      Beijos.

  3. Simone Martins de Souza Quinane diz:

    Bom dia, meu grande amigo!
    Demos graças por esta fase que nos faz desfrutar da sua presença, desse bate papo caloroso e que ela se prolongue por tempo indeterminado para a nossa alegria e, acredito que, pelo seu bem estar. Eu que o diga pela alegria indescritível que senti ao encontrá-lo no shopping por ocasião da feira Bangalô.
    Precisamos desse convívio para nós sentirmos vivos! Nada como o calor humano para aquecer nossos corações!
    Abraços extensivos à querida Natália!

    • Marcos Ferreira diz:

      Adorável amiga Simone Martins,
      Bom dia.
      É sempre um prazer reencontrar você e Chagas. Desta feita foi na Feira Bangalô. Não sou de frequentar lugares assim, com muita gente e barulho, porém consegui me sentir confortável, na medida do possível. A foto é uma prova disso. Muito obrigado pelo carinho e comentário. Uma ótima semana para vocês, saúde e paz.
      Abraços.

  4. Antônio Alvino da Silva Filho diz:

    Meu caro Marcos Ferreira, concordo com o Dr Dirceu. É salutar vez por outra sair da toca e se andar pela urbe e rever a manada se mover e se deleitar com a vida agitada de muitos.
    Abraço

    • Marcos Ferreira diz:

      Meu caro Antonio Alvino,
      Bom dia.
      Nem sempre consigo, existem aqueles dias em que estou realmente metido na reclusão, sem gosto pelo que se passa na vida lá fora, entretanto tenho consciência de que é preciso exercitar essas “fugas” da minha redoma com mais frequência. Desejo uma semana com muita saúde e paz para você e os seus.
      Abraços.

  5. Francisco Nolasco diz:

    Valeu, Ferreira… deixa a casmurrice de lado; vem pro time dos arejadores da alma! E parabéns à Verboletras: canecas personalizadas com citações de autores nacionais e estrangeiros, livros, nichos, cadernos e muito mais… e ainda as companhias agradáveis dos amigos, Natália e Arí.

    • Marcos Ferreira diz:

      Meu estimado poeta Francisco Nolasco,
      Bom dia.
      Com bem poucas palavras você disse tudo sobre os produtos da Verboletras na Feira Bangalô, que se encera amanhã. Ou seja, você vendeu o nosso peixe bem mais e melhor do que eu mesmo. Muito obrigado pelo comentário e incentivo. Uma ótima semana para vocês, muita saúde e paz.
      Abraços.

  6. VANDA MARIA JACINTO diz:

    Olá, Marcos!

    Dar o “ar da graça” de vez em quando, é muito bom! E quando a “graça” é “Marcos Ferreira”, melhor ainda! Fico feliz por se livrar da redoma… A vida continua fora dela! Aproveite- a, recrie caminhos.
    Te amamos muito!

    • Marcos Ferreira diz:

      Querida Vanda Jacinto,
      Bom dia.
      É isso mesmo que preciso fazer com maior regularidade: dar o ar da graça. E sair da redoma, como você disse muito bem. Não é sempre que atinjo esse objetivo, porém estou certo de que deverei continuar nesse rumo. Além da academia de musculação. Ótima semana para você e jacinto, que também já aprendi a amar.
      Abraços.

  7. Raimundo Gilmar da Silva Ferreira (Gilmar) diz:

    Interessante conhecer por retrato (ou fotografia?) o criador dos artigos que tanto nos ensina e acaricia os olhos e o espírito.
    Parabéns pela produção literária

    • Marcos Ferreira diz:

      Querido Raimundo Gilmar da Silva Ferreira,
      Muito bom dia para você.
      Fico feliz que tenha gostado de me conhecer ao menos por meio de uma fotografia num momento de maior descontração deste cronista, situação esta que não é muito comum. Mas tenho consciência de que preciso interagir mais com a cidade e as pessoas à minha volta. Quem sabe qualquer dia desses nós dois nos conheçamos pessoalmente. Para mim, amigo, será um prazer. Que sua semana seja de muita saúde e paz.
      Abraços.

  8. Jessica Mendes diz:

    E foi uma prazer enorme ter vocês conosco nesses dias, passar e ouvir uma prosa, passar e ouvir marcos soltar alguma coisa que não sabia se era uma boa piada ou se algo sério que eu não tinha entendido! Kkkkk vamos pra próxima!

  9. Raí Lopes diz:

    Está certíssimo, meu caro Marcos. Avante! E devo dizer que ficou ótima essa autopromoção. Ah se todas fossem assim…

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2024. Todos os Direitos Reservados.