quinta-feira - 26/08/2021 - 17:20h
História

A “mana” que causou o primeiro racha dos Alves

Ana e Henrique: embate e reconciliação (Foto: Web)

Ana e Henrique: embate e reconciliação (Foto: Web)

O abalo nas relações política do sistema Alves, que ganha dimensão ainda difícil de ser medida com segurança, não é algo novo. Nem deve-se atribuir ao ex-prefeito natalense Carlos Eduardo Alves (PDT) o “pioneirismo” nesse comportamento arredio.

Filha do ex-governador Aluízio Alves e Ivone Lira Alves, Ana Catarina Alves, irmã do ex-deputado federal Henrique Alves (MDB), causou racha familiar e político ainda nos anos 80 do século passado.

Eleita vereadora em Natal pelo PTR em 1988, ela acabou atraída para o PFL dos adversários figadais de seu clã, os Maias.

Em 1992, Ana bateu de frente na disputa da Prefeitura do Natal com o irmão Henrique, que foi para o segundo turno, mas acabou derrotado pelo engenheiro sanitarista Aldo Tinoco Filho (PSB)..

A reconciliação política e familiar só aconteceu alguns anos depois, em 1997, com a “mana” de Henrique filiando-se ao PMDB (hoje, MDB). Em 1998 foi reeleita à Câmara Federal no PMDB. Até então, ela estava no mandato da legislatura anterior, em face da morte do titular Carlos Alberto de Sousa.

Leia também: Os três pedaços Alves.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Erasmo C Firmino diz:

    Li, não sei onde, que ela mora em Brasília há vários anos.

  2. John Clodô 👜 diz:

    Quando o Txio diz, ou foi, é ou vai serr. No mínimo, é ‘pei bufo’.

    Txio, e o Copão? Que tal realizarr a fojo quando o pandemia derr um trégua?

    Adorro um fojo.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.