sexta-feira - 01/07/2022 - 11:10h
François Silvestre

Aforismos desaforados…

letras, palavras, teclas, textos, nomes, datilografia, teclas, tecladoPor François Silvestre

O rio que passa é sempre outro”, mas as margens são as mesmas.

A rede é a mesma, o que muda é o endereço dos armadores.

A espuma, no chope, carrega a carícia de uma nuvem que se hospeda na mesa do bar.

O sonho é a ressurreição continuada da ilusão.

O antônimo da vida não é a morte, é a desesperança.

A criança é um aprendiz de adulto, e o adulto é uma criança que desaprendeu.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Facebook AQUI e YouTube AQUI.

Categoria(s): Crônica

Comentários

  1. Fernando diz:

    Genial

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.