quinta-feira - 21/05/2015 - 10:50h
Mossoró

Ambulantes se revoltam com espaço e voltam a protestar

Ambulantes fazem protesto no centro de Mossoró. Movimento ocorre em ruas e com marcha que chegou à Câmara Municipal.

Eles cobram melhor apoio e respeito da Prefeitura de Mossoró.

"Avião" participa de protesto no centro da cidade (Foto: divulgação)

Questionam locais provisórios demarcados pela municipalidade para acomodação deles, num trecho da Dionísio Filgueira, Centro.

As raias pintadas no chão para situar as barracas são tão pequenas, que eles consideram impossível montar seus negócios.

Os protestos utilizam até faixas e escritos em papelões, preconizando que “o prefeito (Francisco José Júnior-PSD) vai sepultar os camelôs”.

Avião

Faixa mostra luto antecipado (Foto: divulgação)

No meio na mobilização, apareceu até um camelô ostentando um avião de brinquedo, fazendo piruetas com a “aeronave”, numa forma de ironizar bordão que o vereador Tomaz massifica:

– “Desça do avião, prefeito!”

Os ambulantes convocaram os vereadores Tomaz Neto (PDT) e Genivan Vale (PROS) à luta, outra vez.

Cobram dos demais vereadores apoio à sua luta.

Impasse

A Prefeitura teve reunião recente com ambulantes e Ministério Público (veja AQUI), além de outros segmentos, como representantes da Câmara Municipal de Mossoró.

O anúncio de que tudo estaria encaminhado, não bate outra vez com a realidade.

O local que gerou a revolta é um pequeno trecho entre a Avenida Augusto Severo e Praça Bento Praxedes (Praça do Codó). A travessa até bem pouco tempo era passagem de veículos e estacionamento para motos. É conhecida como “Beco do Itaú”.

Há determinação judicial para a remoção dos ambulantes do centro da cidade. Justiça atende a manifestação do Ministério Público.

Categoria(s): Administração Pública

Comentários

  1. Hermiro Filho diz:

    Santos Santos,
    Gastaram um absurdo de dinheiro na conhecida praça do Codó. Ora, faltou planejamento na antiga gestão que restaurou a mesma. Por que, em vez disso, era para ter demolido-a e fosse construído um baita de um segundo vuco vuco naquele terreno. Mas, acredito que à época tinha gente interessada no empreendimento.

    • Antonio Augusto de Sousa diz:

      Hermíro, bom dia!

      Com todo respeito ao seu pensamento, me permita discordar.

      A praça Bento Praxedes (praça do “Codó”), é hoje um dos visuais mais bonitos que essa cidade possui!

      Ambientes como esse, humaniza nossa cidade! Que outras venham a serem reformadas nos mesmos moldes. Mossoró precisa!!

  2. Jefferson Sousa diz:

    Concordo esse espaço é muito pequeno e também não tem nenhuma árvores nessa rua imagino o calor quando tive todo muito junto ai que vai aumenta o calor humano com sol prefeito ser ligue nesso!

  3. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Só existe uma solução para este problema. A construção do Mercados dos Mascates de Mossoró. Fora disto é DEMAGOGIA do Tomaz Neto e do Genivan Vale. Sabem que jamais conseguirão manter os camelôs nos locais onde hoje se encontram.
    Mas mover uma palha pela construção do MMM eles não movem. O interesse é continuarem aparecendo em fotos na mídia impressa/eletrônica e falando aos microfones das emissoras de rádio, onde posam de defensores da justiça social.
    Que defensores da justiça social são estes que usam GASOLINA paga pelo povo, como confessou Genivan Vale no programa do Carlos Cavalcante? Que defensores da justiça social são estes que usam a Lei da Mordomia dos Vereadores?
    Observem bem a foto. Eu sempre digo que as fotos falam. Observem o ar de satisfação estampado no rosto dos dois. Observem como estão se sentindo felizes enquanto os pobres camelôs deixam transparecer toda a preocupação que invade os seus corações.
    PAREM DE BRINCAR COM A MISÉRIA DESTA GENTE, DEMAGOGOS.
    Já passa da hora de entidades como OAB, Maçonaria, CDL, Diocese e todas as forças vivas de Mossoró se juntarem e levarem até o prefeito a proposta da construção do MMM.
    Isto não vai acabar bem.
    E como depois da queda sempre vem o coice, logo a seguir estaremos assistindo a manifestações dos FLANELINHAS.
    Ou será que quando forem retirados das ruas de Mossoró, sem que um amplo trabalho de assistência social seja colocado a funcionar, aceitarão perder o seu meio de sobrevivência tranquilamente?
    Tomaz Neto deveria divulgar a cópia do relatório da auditoria realizada na prefeitura e que foi paga com dinheiro do povo. Por que não divulga? Por que são defensores da justiça social de araque, de mentirinha.
    CONSTRUÇÃO IMEDIATA DO MERCADO DOS MASCATES DE MOSSORÓ.
    ////
    QUANDO SERÃO JULGADOS OS RECURSOS SAL GROSSO?
    O UNFORME ESCOLAR NÃO FOI ENTREGUE EM MOSSORÓ.

  4. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Tomaz massifica:
    “Desça do avião, prefeito!”
    Eu grito:
    MOSTRE A CÓPIA DO RELATÓRIO DA AUDITORIA, TOMAZ.
    Tomaz Neto passará para a história política de Mossoró, isto se não cair na vala do esquecimento, como o ESCONDEDOR DE AUDITÓRIA.
    Por que Tomaz Neto esconde o relatório desta auditoria?
    O que contém este relatório que COMPROMETE Tomaz Neto?
    Cargos comissionados em grande quantidade. Exercício de outras funções? O que Tomaz Neto esconde?
    ////
    QUANDO SERÃO JULGADOS OS RECURSOS SAL GROSSO?
    O UNIFORME ESCOLAR NÃO FOI ENTREGUE EM MOSSORÓ.
    UM TAC PARA ACABAR COM A LEI DA MORDOMIA DOS VEREADORES?

  5. Maximiliano rafael diz:

    Eu não gosto de medidas radicais, sou a favor que se entre em um senso comum e que fique bom para ambas as partes, mas caso eu fosse o prefeito de Mossoró eu já teria tomado uma atitude radical com relação a situação dos camelôs, que já está virando uma novela com participação especial de alguns vereadores da oposição, que estão aproveitando da situação para fazer politicagem. É notório a boa vontade e a intenção da prefeitura em resolver o problema, que vem de gestões anteriores e que só agora o MINISTERIO PULBLICO mandou que as calçadas fossem liberadas. A prefeitura já deu mil e uma opção para os camelôs, porém eles insistem em não concordar. É notório que os camelôs estão abusando da boa vontade e aproveitando da situação para sobressair e tirar vantagem da situação.

  6. Francisco Bezerra diz:

    Devia levar para o antigo Beco das Frutas, Rua Francisco Peregrino. Uma ideia! Eles não tem a mínima estrutura e querem uma super loja? Eles não querem é cumprir a decisão judicial.

  7. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Maximiliano Rafael diz, e, assino embaixo.

    Pois, manifesta é a oportunização por parte de alguns, para fazer política partidária com o contexto de lenga-lenga criado pelos camelôs, os quais muito bem assessorados por algumas figuras carimbadas, deitam e rolam tentado procrastinar o quanto podem no que diz respeito ao cumprimento de uma ordem judicial. Claro, óbvio e ululante que todos devem, de alguma forma receber auxílio do município no que se relaciona com o assunto em pauta.

    O fato é que não se deve utilizar de chantagem política pra querer crucificar o atual Prefeito, quando é sabido que o problema traz em bojo, malandragens e inúmeros vícios engendrados na conhecida cultura da informalidade, mormente construidos no âmbito das administrações passadas, as quais usaram e abusaram dois camelôs se omitindo quanto ao planejamento e execução do que atualmente o Ministério Público está a exigir sua legal e legitima execução.

    As contradições dos que estão usando os camelôs como massa de manobra, não apenas são manifestas, como intenta em muitos situações, criar um fato político, e de se utilizar como peça de propaganda político-partidária.

    E nesse contexto, claro está, a Monarquia ROSADUS se fazendo de Morta….!!!

    Um baraço

    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.