quarta-feira - 31/10/2018 - 20:46h
Paulo Coutinho

Candidatura de candidato à OAB do RN sofre impugnação

Coutinho: prestação de contas, não (Foto: Web)

O candidato à reeleição à Presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no RN, Paulo Coutinho, teve sua candidatura impugnada nesta quarta-feira (31). A falta de prestação de contas na gestão dele à frente da própria entidade, referente ao exercício de 2017, motivou o pedido de impedimento.

A “Chapa Atitude OAB” que concorre à presidência com o advogado Aldo Medeiros em sua cabeça, provocou o questionamento legal.

A medida atinge também a Marisa Diógenes, atual vice-presidente da seccional regional e candidata ao Conselho Federal, e a Priscila Fonseca, atual secretária-adjunta e candidata a conselheira federal suplente. Isto porque elas fazem parte da atual diretoria da OAB/RN e, nessa condição, também têm responsabilidade sobre a prestação de contas.

Ciente da necessidade de cumprir essa exigência institucional, a atual diretoria da OAB/RN chegou a solicitar, em caráter excepcional, a prorrogação de prazo por 45 dias para efetuar a prestação das contas. A prorrogação chegou a ser concedida, mas, novamente, o presidente Paulo Coutinho não cumpriu e não apresentou o balanço financeiro.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Gerais

Comentários

  1. Naide Maria Rosado de Souza diz:

    Já que estamos falando sobre a OAB, acho a anuidade cobrada caríssima.
    Outro assunto: embora concorde que o exame da Ordem filtra o despreparo, também acho caro. A finalidade seria louvável se gratuita ou com pagamento de taxa mínima que cobrisse apenas os gastos com as provas.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.