quarta-feira - 21/11/2018 - 20:48h
Mossoró

Cirurgias eletivas sofrem profunda paralisação

Do Blog Carol Ribeiro

Entre 150 e 170 cirurgias eletivas (que são marcadas previamente) por mês de média complexidade estão paralisadas em Mossoró.

A redução nos procedimentos teve início esta semana.

As complementações não estão sendo repassadas pelo Governo do RN e pela Prefeitura de Mossoró desde janeiro.

O valor total chega a R$ 11 milhões de reais, referentes à complementação de cirurgias e leitos de UTI.

Desses repasses, 60% são de responsabilidade do estado e 40% da prefeitura.

Foram suspensas as atividades de cinco equipes de cirurgias: cardíacas, ortopédicas, angioplastia e cateterismo eletivo.

A suspensão não atinge os procedimentos oncológicos, considerados de alta complexidade.

Nota do Blog Carlos Santos – Segundo ouço, tudo pode ficar ainda pior.

A propaganda da Prefeitura Municipal de Mossoró chegou a adiantar a “retomada de 400 cirurgias por mês, para zerar a fila”, que começaram dia 1° de novembro do ano passado.

Um Termo de Cooperação Entre Entes Públicos (TCEEP) entre a Secretaria Estadual de Saúde Pública (SESAP) e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) foi assinado para esse fim. Mas a municipalidade alegou desde cedo que o Governo do RN não estaria dando sua contrapartida.

O documento previa o investimento de R$ 11.397.677,62 para a complementação da tabela SUS (Sistema Único de Saúde). O Governo do RN entraria com 60%.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI.

Categoria(s): Saúde

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    “As complementações não estão sendo repassadas pelo Governo do RN e pela Prefeitura de Mossoró desde janeiro.
    O valor total chega a R$ 11 milhões de reais, referentes à complementação de cirurgias e leitos de UTI.
    Desses repasses, 60% são de responsabilidade do estado e 40% da prefeitura.”
    Isto acontecendo enquanto a Assembleia Legislativa e a Câmara Municipal de Mossoró nadam em dinheiro.
    A Câmara Municipal de Mossoró tem tanto dinheiro que pensa iniciar a construção de um luxuoso prédio onde passará a funcionar o poder legislativo municipal.
    Dispensável dizer que o dinheiro que sobra na Assembleia Legislativa e na Câmara Municipal de Mossoró ´pode ser estornado aos cofres do governo do estado e do município de Mossoró e em muito ajudaria a solucionar este grave problema.
    O povo? O povo que se lixe.
    ///
    NADA MAIS TRISTE E DIGNO DE PENA DO QUE A DECADÊNCIA DE UM CORRUPTO.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.