domingo - 28/11/2021 - 11:22h

Confesso que chorei

Por Inácio Augusto de Almeida 

Acordei um pouco mais tarde do que de costume.  E senti falta de alguma coisa.

A palha do coqueiro já descorada pelo tempo balançava mais que de costume, como se quisesse me dizer algo.

Foi só então que me dei conta de não estar ouvindo o canto do canário que todas as manhãs me acordava. canario-da-terra-1-1024x576Levantei-me e vi amarelinho caído. Com os olhos cheios de lágrimas peguei carinhosamente o meu amigo de todas as manhãs. Com o coração sangrando cavei um buraco e, ao pé do coqueiro, fiz o enterro do amarelinho.

Desconsolado ligo o rádio e ouço que, por dia, inclusive, sábados, domingos e feriados; morrem no Brasil mais de 10 crianças vítimas   da fome.

Amarelinho não morreu de fome nem de sede. Cumpriu o ciclo vital sempre tendo água e alimentação.

Eu limpo as lágrimas dos olhos, mas não consigo conter as lágrimas que rolam dentro do meu coração pela morte de brasileirinhos vitimados pela fome.

Amarelinho se foi deixando saudades.

Os brasileirinhos estão indo me deixando cheio de vergonha por nada ter feito para evitar, pelo menos, a morte de um deles.

Ao longe ouço o gargalhar de algum corrupto com a boca cheia de mel de abelha.

Lembro-me de Madre Teresa de Calcutá perguntando por que Deus permite tanta injustiça e tento imaginar até quando aguentaremos continuar fingindo que de nada sabemos.

E assim seguimos nos preocupando apenas com nossos filhos e netos.

Para nos mostrarmos sensíveis choramos a morte de amarelinho. E mais que de repente nos esquecemos de que amanhã mais 10 brasileirinhos morrerão de fome.

Como é estranha a nossa sensibilidade…

Inácio Augusto de Almeida é Jornalista e escritor

P.S – PASSA DA HORA DO ROTARY, LIONS, MAÇONARIA, IGREJAS CATÓLICAS E EVANGÉLICAS ORGANIZAREM UM GRANDE MOVIMENTO DE COMBATE À FOME EM MOSSORÓ.

Categoria(s): Crônica

Comentários

  1. Amorim diz:

    Olá Inácio, só hoje sua crônica.
    Muito emocionante,!
    Um abraçaço.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.