domingo - 31/10/2021 - 12:36h

É preciso compreendê-los

Por Inácio Augusto de Almeida

Existem pessoas que preferem viver no faz de contas.

Não aceitam a realidade.

E um dia a realidade se faz presente. Não há como fugir da verdade. compreensão, união, todos juntos, comunhão, mãos

Neste dia as lágrimas rolam dentro do coração. Do coração, sim. As lágrimas mais sentidas não rolam nas faces.

São pessoas que vivem a fingir que nada estão vendo, mesmo os fatos diante dos seus olhos a gritar que não dá mais para continuar.

Sabem da injustiça que é donos de iates e de jatinhos não pagarem nenhum imposto parecido com Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), enquanto pobres vendedores de leite ou de frutas pagam IPVA das motos que lhes possibilita o transporte da mercadoria que negociam. Usam os mais pobres o transporte na luta pela sobrevivência e pagam IPVA e outras taxas. Quem usa iate e jatinho…

Certamente a turma do faz de contas se pergunta por que se meter com isto se a injustiça existe e torna-se mais sólida a cada ano?

Incomodados ficam ao ver alguém clamar por justiça social. E isto tem uma fácil explicação. No fundo gostariam de se unir aos que se sacrificam na luta por um mundo mais de amor, menos egoísta.

Infelizmente, acomodados estão numa zona de conforto e morrem de medo de sair da caverna de Platão.

Não devemos rejeitá-los. Devemos deles, ter compaixão.

Estão com os corações inundados de lágrimas.

Inácio Augusto de Almeida é Jornalista e escritor

Categoria(s): Crônica

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.