sexta-feira - 20/08/2021 - 19:36h
Saúde pública

Fiscalização apreende mais de meia tonelada de carne clandestina

O Serviço de Inspeção Municipal (SIM), em conjunto com a Polícia Civil, fiscais ambientais e a Guarda Civil Municipal, realizou nesta quinta-feira, 19, fiscalização a um abatedouro clandestino na zona urbana de Mossoró e apreendeu 510 quilos de carne imprópria para o consumo. A atividade ocorreu mediante denúncia da existência de um local de abate inadequado de animais.

Mais de meia tonelada de carne em condições precárias ao consumo humano (Foto: divulgação)

Mais de meia tonelada de carne em condições precárias ao consumo humano (Foto: divulgação)

Veterinária do SIM, Allany Medeiros explicou que a equipe encontrou no local vários animais sendo abatidos de forma irregular, em condições de higiene sanitária precárias, causando risco à saúde do consumidor.

“Chegamos ao local e nos deparamos de fato com a existência de um abatedouro clandestino com vários animais sendo abatidos de forma irregular, em condições de higiene sanitária precárias, de forma cruel e em desacordo com a legislação. Isso tudo causa um prejuízo enorme à saúde da população e consequente risco à saúde do consumidor que, por ventura, viesse a consumir aqueles produtos”, disse.

Aterro Sanitário

Allany Medeiros destacou que toda a carga apreendida foi descartada no Aterro Sanitário Municipal. “As carcaças dos animais que estavam lá no momento da fiscalização foram destinadas ao Aterro Sanitário Municipal por estarem impróprias para o consumo. Principalmente pela forma como foi produzida, desde o abate até a manipulação inadequada e a possível contaminação do alimento”.

Devido a gravidade encontrada no abatedouro clandestino, o proprietário precisou ser conduzido para esclarecimentos junto ao delegado e, consequentemente, encaminhado para um processo administrativo.

Nota do Blog – O cerco aos diversos abatedouros clandestinos (são dezenas na cidade e zona rural) é imprescindível à saúde pública. Também é uma forma indireta de viabilizar economicamente o Abatedouro Frigorífico Industrial de Mossoró (AFIM), empresa municipal que pode cumprir papel estratégico para qual foi criada ainda nos anos 80 do século passado, na segunda gestão Dix-huit Rosado.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública

Comentários

  1. João Claudio diz:

    Vendida aos comerciantes da Cobal, que revendem imediatamente aos pobres que buscam um produto pelo menor preço.

    Tô fora.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.