quarta-feira - 30/07/2008 - 08:54h

Futuro de secretário depende da “oferta”

É pouco provável que o secretário Carlos Skarlack (veja matérias abaixo) seja exonerado mesmo que “a pedido” na atual gestão. Sendo reeleita, Fafá Rosado (DEM) dificilmente o terá na íntegra do segundo mandato.

É enorme a pressão sofrida pela prefeita e seus irmãos, que a ajudam a tocar os negócios na prefeitura, para demissão de Slarkack (Antônio Carlos de Farias). A propósito, coube ao empresário Tasso Rosado, um de seus manos, a indicação do jornalista para o cargo.

Uma saída pensada e há tempos em maturação, é “desová-lo” num dos jornais ou rádios da cidade, que o governismo aparelha. Ele ganharia status de editor de qualquer coisa e uma remuneração especial “por fora”, para compensar a perda do que obtém como secretário.

Outro caminho é o gabinete do deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM), marido da prefeita Fafá, valhacouto de outros arranjos.

Em síntese, a facção política de Fafá Rosado possui uma bomba em permanente tic-tac em sua mãos. Mas ninguém execre Skarlack sem contextualizá-lo. Ele é parte de um sistema que é a sua cara, de corpo e alma. O jornalista faz parte de um todo apodrecido.

Categoria(s): Sem categoria

Comentários

  1. Geraldo Ferreira Gomes diz:

    O todo sem a parte não é todo,
    A parte sem o todo não é parte,
    Mas se a parte o faz todo, sendo parte,
    Não se diga, que é parte, sendo todo.

    Em todo o sacramento está Deus todo,
    E todo assiste inteiro em qualquer parte,
    E feito em partes todo em toda a parte,
    Em qualquer parte sempre fica o todo.

    O braço de Jesus não seja parte,
    Pois que feito Jesus em partes todo,
    Assiste cada parte em sua parte.

    Não se sabendo parte deste todo,
    Um braço, que lhe acharam, sendo parte,
    Nos disse as partes todas deste todo.

    Ao braço do mesmo menino Jesus quando appareceo.
    por Gregório de Matos

  2. Ivo diz:

    Sera esse o homen que sabe muito? dito dias atrás….

  3. eugenio diz:

    1-Que o secretario pode ter passado do limite, pode. Afinal quem dessa turma nunca passou?
    2-Todos tem telhado de vidro.
    3-Agora, se querem a vaga dele pra colocar alguma marionete, aí é outra coisa!
    4-Aliás, é só o que não falta…. e o pescoço dele endureceu não foi toa…
    abraço.

  4. Jorge Augusto diz:

    Quando a prefeita assumiu e vi a nomeação do tal scarlack, senti ali como seria o governo da senhora Fátima Rosado Nogueira! Um é a cara do outro!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.