sábado - 14/05/2022 - 23:50h
Mossoró

Grupo avança em investimento para nova fábrica de cimento

Representantes da empresa ABG Mineração, que vai instalar uma fábrica de cimento em Mossoró, apresentou-se nessa sexta-feira (13) ao prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra (Solidariedade). Desde ano passado que já existe avançado investimento preliminar nesse sentido no município.

O aporte financeiro envolvido deverá alcançar algo em torno de R$ 1,5 bilhão.

Prefeito recebeu representantes da empresa que desde ano passado avança em providências à instalação em Mossoró (Foto: Célio Duarte /PMM)

Prefeito recebeu representantes da empresa que desde ano passado avança em providências à instalação em Mossoró (Foto: Célio Duarte /PMM)

Jairo Abud, Diretor Executivo da empresa ABG Mineração, afirmou que os investidores ficaram muito impressionados com o potencial de Mossoró. “Nós estamos nos instalando no município e também trouxemos investidores para possíveis ampliações de negócios aqui. Esses investidores ficaram bastante impressionados com o município. Mossoró oferece principalmente na área de energia, muitas oportunidades e, por isso, esses investidores vieram conhecer pessoalmente a cidade”, declarou.

O representante da Sinoma Brasil, Wang Long, por exemplo, destacou que a empresa tem um projeto em Mossoró com o grupo SEDU, no campo de energia, o que poderá desencadear importantes negócios.

Faturamento e impostos

O principal investidor da ABG Mineração é a espanhola Cementos La Union, que atua também no Egito, no Chile e na República Dominicana.

A empresa já tem 2.100 hectares de direitos minerais e adquiriu 800 para exploração de jazidas, com 20% de reserva legal. A área fica a 34 quilômetros de Mossoró, a 70 quilômetros da rodovia BR 304, e é desabitada, o que não demandará qualquer processo de desapropriação.

Deverão gerar cerca de 800 vagas durante a construção e 300 empregos diretos na operação, estimando ainda 1.200 indiretos.

A previsão de faturamento anual chega a R$ 700 milhões, com R$ 222 milhões de impostos pagos ao ano. A empresa europeia tem lucro anual de 350 milhões de euros. A indústria terá capacidade de produzir 10 milhões toneladas/ano e o investimento previsto é de R$ 1,5 bilhão.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Facebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Administração Pública / Economia

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Vai investir R$ 1,5 bilhão e o faturamento sera de R$ 700 milhões?
    Na China existe um negócio como este? Quando eu erA pequeno ouviia dizer E UM NEGÓCIO DA CHINA..
    Será que agora vamos dizer É UM NEGÓCIO DE MOSSORÓ?.
    Dalar em investimentos cadê o polo petrquímici que ia investir mais de 5 bilhões de dólares?
    Coisas de Mossoró.
    /////
    VÃO DESARQUIVAR AS INVESTIGAÇÕES DE ARRASTÕES EM MOSSORÓ? VERDADE?

  2. Guilherme Henrique diz:

    Bom dia Carlos, Alguma notícia do polo-cloroquímico ? Ninguém não fala mais nada.

Deixe uma resposta para Inácio Augusto de Almeida Cancelar resposta

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.