domingo - 28/11/2021 - 23:38h
PodFalar

“Henrique e Agripino têm mais influência que maioria da bancada-RN”

Da Super TV

Carlos Santos – do Canal BCS (Blog Carlos Santos) – entende que a atual representação congressista do RN deixa muito a desejar.

Em sua ótica, nomes como do ex-senador José Agripino (União Brasil) e o ex-deputado federal Henrique Alves (MDB) até hoje por demais influentes em Brasília.

Veja mais esse trecho da entrevista dele ao programa PodFalar, da Super TV. O programa foi ao ar nesta quarta-feira, 24 de Novembro, às 20h, pelo canal aberto 14.1, Brisanet 173 e pelas redes sociais.

No comando, o jornalista Saulo Vale e o advogado Jaílton Magalhães.

Veja também“Larissa nunca foi candidata de Rosalba a deputado estadual.”

Veja Também: “Lawrence é um nome forte à Câmara Federal com apoio de Allyson”.

Veja entrevista completa clicando AQUI.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Facebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Comunicação / Política

Comentários

  1. Lair Solano Vale diz:

    Concordo com Carlos Santos e isso mostra que os mesmos de sempre mandam no congresso.
    Moro vai precisar de muito jogo de cintura para se relacionar bem com o Congresso( SOU OTIMISTA ).

  2. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Moro precisa de apoio popular para enfrentar este esquema que levou o Brasil ao atraso, miséria e fome.
    Nada de negociar com tipos viciados na velha política.
    Daí ser necessário um forte apoio popular. Apoio tão forte que desestimule aos viciados no toma lá, dá cá, ensaiar qualquer tentativa de golpe via um fajuto impeachment.
    Moro sabe o que tem que ser feito.
    Moro sabe as prioridades.
    Cabe a nós não votar nas eleiçôes proporcionais em velhas raposas, algumas até condenadas por prática de corrupção e nas raposas novas que mal lá chegaram já mostraram quem são.
    Não podemos cometer os erros de sempre.
    Tudo está em nossas mãos.
    Que Deus nos ajude na espinhosa caminhada que vamos empreender.

  3. Raimunda diz:

    Só lembrando que se relacionar bem com o Congresso passa pelo corrupto jogo do toma lá, dá cá.
    Esperança é para poucos; já a ilusão é para muitos.

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      A que ponto chegamos.
      Considerar ilusão um compotamento pautado na ética..
      Aceitar como normal o IMUNDO toma lá, dá cá.
      Não foi por acaso que chegamos a milhões de brasileiros esmolando nas ruas, revirando lata de lixo em busca de comida e fazendo fila para receber um pedaço de osso.
      Tudo acontece por CULPA nossa.
      Aceitamos como normal condenado por corrupção disputar cargo eletivo. E até o elegemos.
      Diziam que a escravidão existia antes de Sócrates e que sempre existiria.
      A escravidão acabou.
      Hoje dizem que é impossível acabar com a corrupção.
      E é possível acabar com esta praga.
      Basta as pessoas esclarecidas não ficarem repetindo os surrados bordões criados pelos corruptos.
      SEMPRE EXISTIU CORRUPÇÃO.
      O POVO ACEITA TUDO CALADINHO.
      Acabar com a prescrição para os crimes de corrupção.
      Acabar com a presunção de inocência para os condenados por prática de corrupção que entram com recusos protelatórios.
      Cadeia após condenação em primeira instância para corrupto.
      Isto está na agenda do Moro.
      Cabe a nós elegermos políticos que se comprometam com esta agenda.
      Todos nós sabemos quem pertence ao bloco do toma lá, dá cá. É só não votar neste tipo de político.
      TUDO SÓ DEPENDE DE NÓS.

      • Raimunda diz:

        Não disse que aceito como normal o toma lá dá cá. Disse que é o que acontece entre o executivo e o legislativo federal. E é iludido quem pensa que com o seu candidato vai ser diferente. Bolsonaro se elegeu com a falácia de combater a corrupção e não se curvar ao sistema político vigente no País. E onde ele está hoje? Nas mãos do centrão. Se o senhor pensa que Sérgio Moro vai fazer diferente, é iludido, sim. E isso quem vai mostrar é o próprio, caso seja vitorioso nas eleições.

        • Inácio Augusto de Almeida diz:

          Ministro da Justiça de Sérgio Moro será Joaquim Barbosa.
          Joaquim Barbosa se dkbrou ao esquema?
          Não julgue todos por um.
          Você, tanto quanto eu, deseja um país com menos desigualdade e mais justiça social.
          É fundamental, além do voto em Moro, elegermos deputados e senadores descompromissados com a velha política.
          TUDO SÓ DEPENDE DE NÓS.

  4. Rocha Neto diz:

    Sempre tenho usado este espaço para ratificar as colocações que Carlos Santos faz na matéria em tela, nossa bancada federal que ora se encontra em Brasilia, é uma vergonha. Nem aprendizes são, são inexperientes isso sim, não sabem nem se quer a razão pela qual alí se encontram. Esta é a realidade.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.