quarta-feira - 27/10/2021 - 08:22h
AL

Isolda e Galeno batem boca e o nível da discussão ganha tom ofensivo

Galeno Torquato e Isolda DantasDo Agora RN

Nesta terça-feira (26), na reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa, durante um debate sobre uma propositura, enquanto a deputada Isolda Dantas (PT) fazia uso da palavra, o deputado Galeno Torquato (PSD) a interrompeu e, literalmente, ordenou que a mesma baixasse a voz, sentindo-se incomodado com timbre da voz da petista.

Isolda sentiu-se tolhida, e disparou: “É corrente o machismo que o senhor (deputado Galeno Torquato) apresenta aqui nesta Comissão”.

Neste momento, em tom de deboche o deputado do PSD, disse que a petista estaria se passando por vítima, e afirmou que não caberia discussão de gênero naquele momento. “Não venha com ideologia de gênero aqui não, deputada”, zombou o deputado. “Pegue sua falta de educação e vá falar com seus companheiros”, acrescentou.

“Não como nada estragado”

A petista retrucou Galeno Torquato, dizendo que o tom de voz dela era aquele. “O senhor vem de classe abastada, por isso reclama aqui me chamando de mal educada. Eu não me faço de vítima. Agora o senhor pegue o seu machismo e vá tratar em outro canto. O senhor vai ter que me engolir porque aqui é lugar de mulher”, disse com veemência a deputada.

Ao ouvir Isolda dizer que ele terá que engoli-la, Galeno Torquato afirmou: “Não como nada estragado”.

Diante do bate-boca, o presidente da Comissão, deputado Raimundo Fernandes, encerrou a discussão.

Em entrevista ao Agora RN, a deputada Isolda Dantas lamentou a postura de seu colega Galeno, atribuindo sua fala como extremamente machista. “Não vou baixar a voz para o machismo. Não aceito chacota. Eu sempre defenderei as mulheres. Nosso espaço foi conquistado com muita luta. Não vou baixar a cabeça”, comentou a petista, informando que junto com sua assessoria está analisando se aciona o conselho de ética daquela Casa legislativa.

Nota do Canal BCS (Blog Carlos Santos) – Absolutamente lamentável e censurável esse tipo de postura em relação a uma colega de Casa, também mulher. Minha solidariedade à deputada.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Política

Comentários

  1. Wendell Stewart da Costa Silva diz:

    Lembrem que esse Galeno foi apoiado por Silveira em 2014, conseguiu mais de 10.000 votos, e depois não.aoareceu em Mossoró.

  2. Hermiro Filho diz:

    Não conheço o Galeno e não tenho nada contra o mesmo.
    Agora, a arrogância esquerdopata sempre estará em todo lugar.
    É o que eu penso penso.

  3. Anderson diz:

    Mais triste e lamentável do que assistir a cenas assim é saber que boa parte do eleitorado de São Miguel e região concordam com a atuação ridículo desse indivíduo.
    A velha política do clientelismo mandou lembranças…
    Lembro de um certo prefeito, anos atrás, distribuindo abadás de uma famosa micareta do interior potiguar em cima de uma caminhonete. Esqueci o nome dele, galado.

  4. Jp diz:

    Vou sair do tema da reportagem para fazer uma crítica construtiva para o perfeito de Mossoró estive hj na upa do BH dia 27 de outubro e procurei um MAQUEIRO PRA AJUDAR COM UM PACIENTE E NAO TINHA. PREFEITO COLOCA MAQUEIRO NA UPA DO BH .

  5. João Claudio (real) diz:

    Sem comentário. Apenas três palavras; uma curta e duas longas.

    E atenção para a contagem:

    Uma…duas….três…meia e JÁ!!!

    – PEGA FOOOOOOOGO CABARÉÉÉÉÉ…!

  6. Rocha Neto diz:

    Gente não necessita de muita coisa pra consertar tudo! O deputado Galvão é arrogante? Tudo mundo sabe que é.
    Como médico, ele deveria ter sido mais humano e educado com a deputada Isolda, se em particular conversasse com a colega, aconselhando ela a procurar uma fonoaudiologa para correção do som estridente e nasal quando aumenta a entoação de sua voz.
    Acho que ninguém nunca falou pra deputada Isolda, essa verdade.
    Lembro, é uma crítica construtiva o que ora estou fazendo.
    Convivi por um bom período na Assembleia Legislativa, sempre encontrava o deputado Galeno, é incapaz de cumprimentar com um BOM DIA, BOA TARDE ou outro tratamento qualquer servidor.
    Também necessita mudar e ser mais humilde.

  7. Manoel diz:

    Critica construtiva para o gestor municipal de Mossoró. PREFEITO sua gestão estar afundando em 10 meses de governo, é muito pouco tempo para esse desgaste. Sugestoes: Trate de descentralizar as tarefas com seus auxiliares o senhor não administra nada sozinho; O senhor precisa de auxiliares técnico administrativos, a maioria dos seus auxiliares não tem qualificação; Não pense que sua popularidade será a mesma durante os 4 anos, o FINISA e os problemas apareceram antes das eleições do próximo ano, apesar do investimento forte com propaganda institucional, que de institucional não tem nada; Der atenção a quem lhe ajudou nas eleições, responda pelo menos MSN do zap; Cuidado com seu homem de confiança a insatisfação é grande com ele, ja tem gente querendo chutar o pau da barraca insatisfeito. Obs. Não preciso de politica e nem de cargo comissionado. Meu sonho é que coisa publica funcione sem politicagem sebosa, infelizmente acho que não vou ver isso.

  8. barbosa Gomes diz:

    Boa noite carlos

    Nem isolda e nem galeno, quem assistiu o video vai entender claramente a falta de preparo dos dois. Da deputada por que a todo tempo fala sim com a voz em tom no volume 5(cinco), com uma postura nada cordial, meia descontrolada. Já o Deputado Galeno, a todo tempo “pisando nos calos” da deputada de forma deselegante. O embate só mostra o nível dos dois parlamentares que ficaram abaixo da sola das havaianas. Bem que a assembleia poderia oferecer um curso para ambos os deputados de etiqueta. Na verdade a deputada se projetou valente e o deputado tirando onda de forma bizarra.
    LAMENTÁVEL.

  9. A de Andrade diz:

    Um misógino. Machão? Só sendo.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.