terça-feira - 31/07/2007 - 20:48h

Julgamento do prefeito de Areia Branca cheira à cassação

O prefeito de Areia Branca, Manoel Cunha Neto, "Souza" (PP), está em vias de efetivamente ser cassado.

Em julgamento à tarde desta terça, 31, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), os números não lhe favoreceram. Mas nem tudo está perdido.

Dois votos pediram sua cassação, houve uma abstensão e a juíza Maria Soledade pediu vistas ao processo. No retorno ao plenário ainda esta semana ou na próxima, faltará apenas o voto do jurista Josoniel Fonseca da Silva.

Souza é acusado por uma série de crimes eleitorais que teriam sido praticados por ele na campanha de 2004, como compra de votos.

O relator da matéria, desembargador Expedito Ferreira, foi o primeiro a pedir que Souza fosse cassado e Ruidenberg Souto (PTB) seja empossado em seu lugar, que perdeu as eleições àquele ano.

O juiz Jarbas Bezerra seguiu Expedito.

Já o juiz federal Magnus Delgado alegou suspeição e se absteve de votar. Ele é areia-branquense.

Trago mais detalhes sobre o assunto em poucos minutos.  

Categoria(s): Sem categoria

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.