terça-feira - 09/03/2021 - 10:08h
Reflexão

Lula, Moro, Fachin, Bolsonaro

Por François Silvestre

Bastam esses nomes para arrebanhar a saudade de um país que já houve. Juscelino Kubitschek, Evandro Lins e Silva, Sobral Pinto, Leonel Brizola.Dois caminhos, já teve, passado e presente, escolha, passado e presente, terra arrasadaUm país que já houve. Começou a deixar de ser quando os coturnos da imbecilidade e ganância militares resolveram tomar posse de uma capitania contando com o apoio de capitãs do mato civis, enjoados de perder eleições.

Esses civis foram traídos e humilhados pela milicada, agora inebriados pelo poder.

E de lá pra cá foi só mediocridade política, pequenez jurídica e acabrunhamento moral. Esse país que se sustenta apenas na geografia, cuja história habita no calabouço da historiografia, banha-se no esgoto e perfuma-se de escatol.

Saudade do país que já houve? Nem sei.

Talvez não seja saudade, ou nostalgia, seja tão somente a constatação de que o país que não há dificilmente haverá se o útero infecto desse parto medíocre continuar parindo líderes da qualidade e fisionomia desse rebanho que por aí se espraia desmanchando a esperança e apodrecendo o poder, já esgarçado e desmoralizado.

Antes do noticiário da manhã, vou pegar a dose de Plasil.

Acompanhe o Blog Carlos Santos pelo  TwitteAQUIInstagram AQUIFacebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Artigo / Opinião

Comentários

  1. Clóvis Pituleira diz:

    Hoje só tem pilantra.

  2. João Claudio diz:

    O novo slogan da campanha de Lula:

    ‘Uma vez corrupto, corrupto até morrer.’

    O Flamengo já entrou com uma queixa crime alegando plágio.

  3. Amorim diz:

    Aconselho tomar Ondanserona.
    Disse tudo.
    Como sempre.

  4. Pedro Rodrigues diz:

    Não adianta culpar Fachin, nem Lula, nem PT, nem Globo. Tudo isso é culpa de Sérgio Moro, que fe um julgamento totalmente irregular, combinando com a acusação o que eles deveriam fazer e antecipando decisões, além da sentença ridícula de “Atos Indeterminados”. Isso sem nenhuma prova. O que os hackers mostraram ao mundo foi só a comprovação do que TODO MUNDO sabia (apesar de uns de fazerem de doidos).

    Então antes de chorarem pelos outros acusados que seriam (mas não serão) libertados, reclamem com o Super Moro e cobrem uma justiça justa, e não feita de qualquer jeito pra atender as SUAS espectativas.

  5. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    É isso pessoal que dar, acreditar em suposto herói fabricado pelos jornalões televisivos , escritos e falados.

    Falar é deveras muito fácil, saber o alcance, o conteúdo, o poder, o fundamento e as possibilidades dessa fala, é verdadeiramente são outras…!!!

    Um povo que não ler, inclusive os que supostamente possuem diploma de curso superior, os quais, muitos fazem questão de se orgulhar da falta de cultura geral, informação de qualidade, por conseguinte da falta de conhecimento, mormente do contrato social, mais ainda da falta de civilidade, infelizmente esta fadado repetir o que de mais nocivo, deletério e bizarro ocorra na historia do seu próprio, país face aos seus próprios interesses de ordem coletiva.

    O nosso dito sistema de justiça, bem como a nossa imprensa, são deveras sabedoras dessas fragilidades do conjunto da sociedade brasileira. Não à toa, atuaram em conjunto no golpe e no curso dessa manifesta e flagrante fraude política/jurídica e eleitoral.

    Os efeitos colaterais, foram e são tão flagrante e de de tamanha magnitude, que, os próprios agentes da fraude….(VIDE STF, STJ, TRF 4 (CAUDATÁRIOS DO CONLUIO JUDICIAL, CUJO SUPOSTO SUPER HERÓI ERA UM TAL DE SÉRGIO MARRECO MORO) estão tentando mágicas jurídico/processuais, para, de qualquer modo, tentarem sob o sígno das aparências, salvar sua própria pele e a dos seus notórios e públicos patrões daqui e de alhures…!!!

    O fato é que, não adianta, sobretudo no atual momento histórico, tentar transferir responsabilidades, as quais, são pré-claras e já estão devidamente postas no tabuleiro do xadrex político nacional. Muito menos , sob o signo do ódio de classe, continuar tentando demonizar àquele, que, sabidamente foi vítima de todo processo odiento de parte daqueles que, em pleno século XXI, ainda detém o controle da narrativa e das suas repercussões políticas, isso, claro em uma sociedade sabidamente estamental e escravocrata.

    Sociedade essa, que a história, infelizmente nos tem mostrado e demarcado, não se permitir questionar seu escravismo latente, e, muito menos tentar se livrar das chagas de um processo de escravidão que já perdura por quase meio milênio…!!!

    Um baraço
    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

  6. MARIADOSOCORROMENEZESALVES diz:

    tou doida para votar em lula de novo kkkkkkk

  7. François Silvestre diz:

    Valho-me da citação de Unamuno sobre a Espanha: Não me doem as pernas, não me dói o coração, não me dói a cabeça. É o Brasil que me dói. Sobre a suspeição de Moro eu nunca tive dúvidas. Juiz parcial, politiqueiro e atual advogado do espólio da empresa que ele quebrou.

  8. João Claudio diz:

    Mais um slogan de campanha é lançado na praça, na rua, na fazenda e até na casinha de sapê:

    ‘AGORA É MORO’.

    Te cuida, Lularápio. Outra pêia está a caminho.

  9. Amorim diz:

    O rapaz Moro, não será candidato pois supostamente tem meia libra de juízo.
    O capitão cloroquina tá obrando fino.
    O Lulão, grande artista e que supostamente sabem a verdade , grande orador embromador, tá com tudo.
    Sobre a suspeição, se o indicado votar contra alguém muda o voto.
    Sinuca de bico!!!!

  10. FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO diz:

    Respeitosamente discordo, nem sempre os exímios frasistas estão certos. No caso, o mestre François, infelizmente, incorreu no mesmíssimo erro daqueles que empurrados pela imprensa venal e corrupta, tentaram entronizar a falsa simetria no comparativo entre LULA e Bolsonaro.

    Os fatos, dia após dia, e, sobretudo a inexorável realidade estão não só desmentindo, bem como fazendo corar de vergonha os próprios frasistas, quando não, denota-se que sorrateiramente tentam se desvencilhar dos fantasmas das próprias frases, supostas obras de alcance publicitário e literário.

    Nesse contexto, analisando tão somente o dito período republicano…pergunto, qual terá sido a ditadura que produziu Getúlio Dorneles Vargas, qual terá sido a ditadura que produziu Juscelino Kubitschek, qual terá sido a ditadura que produziu João Goulart…!!!???

    Ou esses ilustres lideres brasileiros se distinguem em função da sua origem de classe…!!!??

    Não só o mestre François, mas, infelizmente, muitas e muitas pessoas destacadas que prestaram e prestam relevantes serviços ao nosso país e que durante todo sua vida pautaram suas ações e predileções ideológicas e políticas à esquerda do espectro político, muito se equivocaram e se equivocam, mormente quando da observância e da análise histórica do Partido dos Trabalhadores, e, sobretudo quanto à indiscutível origem e liderança de LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA.

    QUEM SABE, ESSES ARROUBOS, ESSES ASSOMBROS E FANTASMAS DA SOCIOLOGIA HISTÓRICA E DA FILOSOFIA POLÍTICA, COM O TEMPO NÃO SEJAM DEFINITIVAMENTE SEPULTADOS NO PARI PASSU DA INEXORÁVEL HISTÓRIA.

    Um baraço
    FRANSUÊLDO VIEIRA DE ARAÚJO.
    OAB/RN. 7318.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.