terça-feira - 30/11/2021 - 14:38h
Noite da Gratidão

Movimento Unidos pela Vacina reúne apoiadores do RN em São Paulo

Sindilojas Mossoró e CDL Mossoró participam de evento que marca luta contra Covid-19 no país

O Sindicato do Comércio Varejista de Mossoró (SINDILOJAS) participou na segunda-feira (29), em São Paulo, da Noite da Gratidão, que reuniu representantes de entidades de todo o Brasil que atuaram no movimento Unidos pela Vacina. O presidente do Sindilojas Mossoró, Michelson Frota, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL Mossoró), Stênio Max, e o embaixador do movimento do RN, Marcelo Alecrim, foram recepcionados pela fundadora da ação e presidente do Conselho de Administração do Magazine Luíza, Luíza Helena Trajano.

Stênio, Luíza Trajano, Marcelo e Michelson: Noite da Gratidão em São Paulo (Foto: divulgação)

Stênio, Luíza Trajano, Marcelo e Michelson: Noite da Gratidão em São Paulo (Foto: divulgação)

Durante a cerimônia, foram apresentadas as ações do movimento, que surgiu por iniciativa do Grupo Mulheres do Brasil. O evento reuniu centenas de entidades, empresas, associações e ONGs com um único propósito de colaborar através de diversas ações para apoiar vacinação contra a Covid-19 em todo o Brasil.

Em Mossoró, o movimento foi encabeçado pelo Sindilojas e CDL local que contribuíram à viabilização do Centro de Vacinação de Mossoró, da municipalidade, fazendo a doação de freezers para armazenamento das doses, 20 caixas térmicas, 16 termômetros, material de escritório, sanitização de ambientes, e sinalização do local.

Apoio

“Mesmo com uma situação difícil, o Sindilojas e a CDL Mossoró trabalharam nessa missão. O empresariado mossoroense se uniu para viabilizar qualquer tipo de material, junto com o apoio das Federações e do movimento Unidos pela Vacina, para agilizar a imunização, já que ela é necessária para a volta da normalidade”, comentou Michelson Frota.

Está previsto a chegada de cinco câmaras para conservação de vacinas em Mossoró. O equipamento tem capacidade de 280 litros, cada, estimadas em R$ 50 mil, e serão doadas pelo grupo Drogasil.

Em todo o Brasil, o movimento contou com 4.500 voluntários, R$ 56 milhões e 2 milhões de itens doados por 470 doadores para 4.100 municípios do país.

Acompanhe o Canal BCS (Blog Carlos Santos) pelo Twitter AQUI, Instagram AQUI, Facebook AQUI e Youtube AQUI.

Categoria(s): Gerais

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Não é passível que agora não façam a aplicação da vacina Covid-19 na casa dos acamados e nos locais mais distantes dos postos de vacinação.
    Quase 30 mil mossoroenses ainda não receberam a prinmeira dose.
    VACINA ITINERANTE JÁ!

  2. Amorim diz:

    Assisti um filme ” Covid 23″.
    Covid 19 é brincadeira;
    Muitos filmes de ficção, do passado hoje são realidade.
    Boa noite.

  3. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Acabei de ouvir na FM 95 a seceetária de saúde de Mossoró declarar:
    20% dos mossoroenses aptos a tomar a primeira dose da vacina Covid-19 ainda não compareceram ao locais de vacinação.
    EU SÓ ACREDITEI PORQUE EU OUVI.
    Será que a secretária desconhece a situação de extrema pobreza de parte da população? Será que ela não sabe que temos pobres acamados e moradores de bairros e distritos que não têm diinheiro para comprar um pedaço de pão? Como uma pessoa neste estado de pobreza pode pagar transporte para se vacinar no local que é mais conveniente aos que administram Mossoró?
    Natal faz vacina itinsrante. Milhares de cidades brasileiras adotaram este método para vacinar os mais pobres.
    Será que todos estes prefeitos são doidos e ajuizado só quem fica nos microfones das rádios dizendo que vacina existe e não é vacinado quem não comparece ao local onde a vacina está sendo aplicada. Em outras palavras: SÓ NÃO SE VACINA QUEM NÃO QUER.
    A secretaria sabe o que é amanhecer o dia com criança chorando e nem leite no peito ter para a criança mamar?
    A secretária sabe o que é não ter nem farinha para fazer um minguau e enganar a fome da criança?
    Como pode uma pessoa vivendo nesta extrema miséria pagar transporte para tomar vacina?
    Iniciar imediatamente a VACINA ITINERANTE para atender a estes mossoroenses mais pobres.
    O prefeito Allysson vai se arrepender, caso não adote o programa VACINA ITINERANTE, quando as urnas forem abertas em outubto. E vai se arrepender amargamente.
    Estes acamados e mais pobres estão se sentindo abandonados pela administração Allysson.
    Ainda está em tempo de salvar a imagem desta administração.
    Imagem tão desgastada que até vereador reclama de atendimento recebido por um filho numa UPA.
    Será que estão sabotando a administração do prefeito por conta das eleições?
    VACINA ITINERANTE já!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.