segunda-feira - 03/02/2014 - 09:09h
Campanha à vista!

MP apura por que Estado não distribuiu tablets

Do portal G1 RN

O Ministério Público do Rio Grande do Norte instaurou inquérito civil para apurar porque 1.774 tablets – que estão armazenados na Secretaria Estadual de Educação desde abril de 2013 – não foram distribuídos às escolas da rede pública. A portaria com a instauração do inquérito é assinada pela promotora Carla Campos Amico e foi publicada no Diário Oficial de sábado (1º).

De acordo com a publicação, no dia 16 de janeiro deste ano foi realizada uma inspeção no depósito da Centro de Trânsito de Materiais (Centram) da Secretaria da Educação e constatado que os 1.774 tablets estão no local desde o dia 3 de abril de 2013.

A promotoria pediu esclarecimentos à secretaria e foi informada de que os tablets compõem um kit tecnológico formado pelo “tablet educacional 10 polegadas e por projetor Proinfo com lousa digital”. A secretaria informou ainda que a distribuição dos tablets aguarda a conclusão do processo de aquisição dos projetores, “inviabilizado em razão do impasse administrativo com a empresa vencedora do pregão eletrônico”.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Educação explicou que os equipamentos foram comprados em um pregão realizado pelo Ministério da Educação e que a empresa vencedora, Daruma Telecomunicações e Informática S/A, entregou apenas os tablets e alegou que os projetores com lousas digitais sofreram aumento de preço. “A empresa foi ao MEC e pediu para o valor ser reajustado, mas o MEC se negou. A empresa também procurou a Secretaria de Educação, mas a secretaria não poderia alterar o preço de um pregão realizado pelo MEC”, explicou Eduardo Colin, assessor da secretaria.

Segundo ele, os tablets não funcionam sem os projetores com lousas digitais e por esta razão não foram entregues. O RN possui 640 escolas estaduais e os 1.774 kits serão distribuídos nesses estabelecimentos.

O Ministério Público considerou que “a demora na distribuição dos equipamentos eletrônicos mencionados pode acarretar perda total ou parcial dos bens, por se tornarem obsoletos ou mecanicamente deteriorados pela falta de uso, e, consequentemente, causar prejuízo ao erário, com a responsabilização dos eventuais ordenadores da despesa”.

Nota do Blog – O caso é típico da má-fé e politicalha que permeiam esse grupo, brincando e usando a boa-fé da massa para se manter no topo do poder.

Várias obras estão sendo arrastadas no tempo, para se transformarem em outdoor durante a campanha. Um crime, um acinte, que ai continuar porque este é um país que teima em ser delinquente no trato da coisa pública.

Mas sejamos justos: eles não estão isolados nessa prática. O MP e a sociedade atentos podem impedir que outras patifarias como essa se perpetuem, nas mãos deste e de outros grupos políticos do RN.

 

Categoria(s): Administração Pública / Justiça/Direito/Ministério Público

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Reproduzo aqui comentários já divulgados neste blog sobre tablets:
    “Inácio Augusto de Almeida diz:
    8 de janeiro de 2014 as 3:08

    Recentemente o Maranhão recebeu mais de 15 mil tablets para distribuir com os professores.
    Na Gazeta do Oeste lemos:
    “TABLET
    O professorado do Rio Grande do Norte, do ensino médio, está recebendo dos governos federal e estadual um tablet, que servirá de apoio às aulas. Cada tablet custou R$ 275,00. São mais de quatro mil unidades.”
    O MARANHÃO RECEBEU MAIS DE 15 MIL UNIDADES.
    O RN RECEBEU APENAS MAIS DE 4 MIL UNIDADES.
    POPULAÇÃO DO MARANHÃO É DE 6,5 MILHÕES.
    POPULAÇÃO DO RN É DE MAIS DE 3,3 MILHÕES.
    Como se explicar o Maranhão com o dobro da população do RN receber 4 vezes mais tablets?
    Destes tablets recebidos pelo RN foi noticiado que 500 vieram para Mossoró.
    Quantos professores em Mossoró receberam tablets?
    Vários vereadores se dizem professores. Será que algum deles acompanhou a entrega dos tablets?
    …”
    ///
    E ainda ficam fanáticos seguidores do BARBA a insinuarem que tenho ligações com políticos.
    Neste mesmo dia 8 de janeiro de 2014 publiquei este outro comentário:
    “Inácio Augusto de Almeida diz:
    8 de janeiro de 2014 as 7:41
    Sobre Tablets
    Ano passado comprei um tablet para minha filha na Loja Insinuante por 198 reais.
    O tablet comprado foi o da marca STILLE tec, com tela capacitiva multi-toque,conexação Wi-fi, processador de 1,2 GHz e memória RAM de 512 MB.
    PAGUEI POR ESTE TABLET 198 REAIS.
    Como entender que o Governo do RN, numa compra de 4100 tablets, tenha pagado por cada um 275 reais?
    Governadora Rosalba Ciarlini, a sua grande bandeira é a HONESTIDADE.
    Mande apurar com rigor o porquê deste preço absurdo pago na compra de 4100 tablets.
    Os que acreditam na senhora aguardam as explicações.
    ///
    MOSSORÓ PRECISA DE UM HOSPITAL DE TRAUMA.
    //////////////
    Agora eu pergunto a estes medíocres que se deixaram fanatizar por um reles informante do DOPS, um dedo duro da ditadura, se alguém que escreve isto pode estar VENDIDO a algum governante.
    PODE?
    Eu sou INDEPENDENTE.
    NUNCA ME DEIXEI ENCABRESTAR POR NINGUÉM.
    VIVO NA POBREZA, NEM UMA CASA PARA MORAR EU TENHO, PAGO ALUGUEL.
    Talvez morra pagando aluguel, já que a minha renda não permite a minha inclusão no MINHA CASA MINHA VIDA e como tenho 68 anos só posso fazer um financiamento em 140 meses. Fiquei na situação da puta que casa e não pode morar no meio das putas porque casou, nem viver no meio das mulheres casadas porque foi puta.
    Mas nada me fará vender a consciência.
    Propostas durante a minha vida profissional, quando diretor de rádio e editor de esportes em jornal, recebi muitas, mas a todas recusei. Tenho um exemplo na família, JOSÉ AMÉRICO DE ALMEIDA.
    Morrerei pobre, dando as minhas filhas educação, mesmo que para isto tenha que dedicar uma boa parte do meu tempo para acompanhá-las na realização de tarefas e leituras, já que não posso pagar bons colégios.
    Não fosse eu assim, já estaria trabalhando numa emissora de rádio em Mossoró e melhorando a minha renda familiar. Prefiro ser assim.
    Voto na Rosalba Ciarlini por saber da sua honestidade e entender que uma governadora não pode estar sabendo de tudo, principalmente quando tem uma ouvidoria CHINFRIM como a que tem a Governadora do RN, ouvidoria que filtra tudo e só deixa chegar até ela os elogios.
    Dói ser chamado de reaça, dói ler insinuações de tipos medíocres e despreparados para o convívio social, indivíduos que não respeitam os direitos dos seus semelhantes.
    Estes dois comentários, acredito, bastam para provar a minha independência.
    Mas outros comentários existem em que critico duramente a Governadora Rosalba Ciarlini.
    Que Deus me proteja.
    ///
    A VIDA É UM JOGO DURO.
    Inácio Augusto de Almeida

  2. Elves Alves diz:

    Como é mesmo, o assessor diz que “os tablets não funcionam sem os projetores com lousas digitais e por esta razão não foram entregues”? Assessor excessivamente burro ou mentiroso, ou as duas coisas juntas, porém despreparado para o cargo que ocupa às custas dos impostos extorsivos que o Estado arranca dos nossos bolsos.
    Qualquer usuário simples de informática, mesmo os que usam apenas calculadora de bolso, sabe que um tablet não depende de qualquer acessório para funcionar. Inaceitável que alguém que se diz assessor de comunicação social queira ludibriar com papo-furado servidores já por demais vilipendiados pela incúria governamental.
    A julgar pela qualidade da assessoria que tem, esse governo ainda sobrevive porque não temos classe política de natureza alguma. O RN está literalmente entregue a baratas rosadas fugidas dos esgotos de Mossoró.

  3. Inácio Augusto de Almeida diz:

    Caro Elves Alves
    ” A julgar pela qualidade da assessoria que tem,”
    Este é o maior problema da Governadora Rosalba Ciarlini.
    A impressão que fica é que estes assessores foram escolhidos por serem amigos ou por indicação de políticos.
    Isto eu já estou cansado de escrever neste blog.
    O que está levando este governo para o BURACO é a qualidade dos assessores.
    Foi amigo, está desempregado porque é INCOMPETENTE, chama e coloca numa assessoria qualquer.
    Foi indicado por um político da base aliada, chama e coloca numa assessoria qualquer.
    Aqui em Mossoró a coisa funcionava desta maneira, mas o prefeito provisório já mandou muitos auxiliares e assessores incompetentes capinarem. Certo que falta mandar mais alguns, coisa que acredito fará ainda esta semana.
    Ninguém consegue governar sozinho.
    Uma boa assessoria é IMPRESCINDÍVEL a qualquer governante.
    Mas tem gente que pensa diferente…
    ////
    É POSSÍVEL RETIRAR OS FLANELINHAS DAS RUAS DE MOSSORÓ SEM PROVOCAR NENHUM PROBLEMA SOCIAL.
    O TRÂNSITO DE MOSSORÓ É DE FACÍLIMA SOLUÇÃO.
    É POSSÍVEL DIMINUIR A VIOLÊNCIA EM MOSSORÓ.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2022. Todos os Direitos Reservados.