sexta-feira - 31/01/2014 - 08:22h
O óbvio ululante

Ostracismo e ódio falso na “mídia palaciana”

Constatação: a chamada “mídia palaciana”, em Mossoró, é realmente palaciana.

Como gato, gosta da casa e não necessariamente do dono da casa.

Já deu as costas para a prefeita cassada e afastada Cláudia Regina (DEM).

Prioridade mesmo é o inquilino da vez do Palácio da Resistência, seja ele quem for.

Não fossem as redes sociais com alguns de seus ex-auxiliares e escassos militantes mais sectários, cada dia em menor número, Cláudia teria sumido de vez.

Contudo se ela volta ao poder… muda tudo. Tudo volta a ser como antes.

Carlos respeitava "DBS"

Lacerda: constatação

Os “jagunços” da mídia não têm amigos, mas contratantes. São caudatários do poderoso de ocasião.

Desconhecem a gratidão.

Não sobrevivem sem o “soldo”.

Além de sentenciada duramente na Justiça Eleitoral, a prefeita cassada e afastada luta contra a pior das condenações: o ostracismo.

O isolamento “aparece” de forma mais visível no silêncio ensurdecedor.

É um tempo, mesmo assim, que oferta oportunidade para reflexão quanto ao poder, o ser humano e o próprio eu. Não é tempo perdido.

Hora de balanço sobre o que vale e não vale a pena.

Chance de lembrar uma frase proferida há mais de 50 anos, no Congresso Nacional, pelo então deputado federal do extinto estado da Guanabara, o brilhante escritor e jornalista Carlos Lacerda:

– Aqui, senhores, até o ódio é falso!

Acompanhe os bastidores da política em nosso TWITTER clicando AQUI.

Categoria(s): Artigo / Opinião da Coluna do Herzog

Comentários

  1. Carlos Magno diz:

    Prezado Carlos, veja que genial: //www.youtube.com/watch?v=Whmy40nMAXM

  2. Carlos André diz:

    Será uma questão de sobrevivência financeira esta subserviência ao poder, ou será só mesmo conveniência, se alguém conhecedor dos meandros deste segmento empresarial souber o real motivo, por favor nos ilumine.

    • Inácio Augusto de Almeida diz:

      Carlos André.
      Isto é próprio da alma dos paparicadores.
      Nada lembra mais uma mariposa em torno de uma lâmpada do que os chalaças.
      Augusto dos Anjos, o grande poeta paraibano disse:
      “O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
      A mão que afaga é a mesma que apedreja.”
      Não vejo porque alguém possa estar surpreso com o que acontece com a ex-prefeita cassada.
      Observe as mariposas que estão a girar em torno do prefeito provisório.
      Com certeza alguns viviam a paparicar a ex-prefeita.
      E tão logo a luz do prefeito provisório se apague, buscarão a nova luz que se acenderá.
      Não sabem viver de outra maneira.
      Dífícil de compreender é como pessoas esclarecidas se deixam cercar de tantos judas.
      Um abraço.
      ///
      NUNCA COBRE DIGNIDADE DE QUEM TEM FOME.
      Inácio Augusto de Almeida

  3. Hermiro Filho diz:

    Tem o o ostracismo e o anatonismo. duas palavras cruéis, sem nenhuma piedade.

  4. naide maria rosado de souza diz:

    Para mim ela sempre foi e será Cláudia Rainha. Texto tão real que quase anda…como se pernas tivesse.

  5. Pedro Victor diz:

    Se a oposição assumisse, todos viravam a casaca. Duvida?

  6. coelho diz:

    Cláudia Regina além de não ter mais poder, foi enxotada do mesmo como se chuta um sapo. Se dizia de mãos limpas e saiu com ficha suja. Fez uma administração medíocre, portanto, não vai deixar saudades…

  7. jb diz:

    Será que qualquer semelhança com Mossoró é mera coincidência? “O Rio de Janeiro tinha então poucos jornais, quatro ou cinco, de modo que era fácil ao Governo e aos poderosos comprar-lhes a opinião favorável. Subvencionados, a critica em suas mãos ficava insuficiente e cobarde […] era só fechar os olhos e estender a mão.” Lima Barreto em Recordações do Escrivão Isaías Caminha.

  8. chagas nascimento diz:

    Um velho chefe político do sertão de Pernambuco dizia:
    O GOVERNO MUDOU, MAS EU NÃO MUDO: FICO COM O GOVERNO!
    EM POLÍTICA, EU SOU INTRANSIGENTE: VOTO NO GOVERNO.
    E é assim que agem, os que recebem as benesses do poder.

  9. francisco jordan de mesquita diz:

    é o velho ditado quem não é visto não é lembrado. e para um politico é quase o fim. eu não vejo claudia regina. como culpada por esses eventos, acho que ela apenas foi conivente, já que sabemos quem manda de verdade.

  10. naide maria rosado de souza diz:

    Obrigada, Carlos Santos. Você é gentil.
    No meu penúltimo comentário, fiz uma observação sobre o filme “Perfume de Mulher”. Hoje, faleceu um dos atores, Philip Seymour Hoffman. Fazia o personagem de um dos filhos de pais ricos daquele colégio, talvez o início de carreira.
    Grande ator, recebeu Oscar por “Capote”.
    Lastimei, era excelente. Não explicaram o motivo da morte. Parece que há possibilidade de “overdose” .
    Carlos, a vida se apresenta, tantas vezes, como um enigma. Rapaz bem sucedido. Tristeza! Deus o tenha.
    Li as informações na página do UOL.

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.