quinta-feira - 25/11/2021 - 23:58h

Pensando bem…

“Fisicamente, habitamos um espaço, mas, sentimentalmente, somos habitados por uma memória.”

José Saramago

Categoria(s): Pensando bem...

Comentários

  1. Inácio Augusto de Almeida diz:

    MORO AFIRMA QUE É FÁCIL ACABAR COM A MISÉRIA NO BRASIL.
    Concordo com Moro.
    Basta tirar os programas sociais das mãos dos prefeitos. Acabando com o uso dos programas sociais como moeda de troca por votos o auxílio chegará aos mais necessitados.
    Tem cidade onde existe distribuição de cotas para vereadores atender seus eleitores. Não é realizado sorteio das casas populares e inclusão nos programas sociais, auxílio em dinheiro, só com recomendação de um vereador da base do prefeito. O mesmo acontece na nomeaccão de funcionários na Saúde e na Educação. Professores e diretores de colégios são escolhidos pelo prefeito e vereadores. Nas UBS acontece a mesma coisa.como acabar com isto? CONCURSO PARA TODOS OS CARGOS.
    Na assistência social fiscalizar com rigor a aplicação das verbas. Verbas que serão gerenciadas por funcionários federais civil e militar.
    Punir com prisão em primeira instância com cadeia a prática de qualquer ato de corrupção e fim do benefício da prescrição para corrupto
    Preparar os incluídos em programas assistenciais ao exercício de uma profissão e limitar o recebimento do auxílio financeiro a um determinado período.
    Muitas outras medidas existem para acabar com a miséria. Todas elas de fácil implementação.
    É só uma questão de querer fazer.
    Por que já não fizeram?
    PORQUE ACABA COM OS CURRAIS ELEITORAIS E ISTO NÃO INTERESSA AOS POLÍTICOS.

  2. João Moro Claudio diz:

    Ds série ‘Só no brasil.’

    70 estupros, 278 anos de cadeia.

    O monstro Roger Abdelmassih está em casa, livre, leve, solto, rindo da ‘justissa’ e relembrando os orgasmos.

    O pavão Lewandowisky é o autor da mordomia concedida ao monstro.

    As vítimas, bem, na visão do pavão, as vítimas são meras figurantes. O ‘artista’ é o estuprador

    E assim caminha o país que insiste e teima em NÃO dar certo, porque, se melhorar estraga tudo.

    P. S – O bordão ‘Esse merece morrer na cadeia’, não se aplica no país tupiniquim.

    P. S 2: O HC concedido ao monstro foi no débito ou no crédito?

    – Para o vencimento, João.

    – Ah, tá!

    – CAIXA LIVRE. PRÓÓÓÓÓÓXIMOOOO….!

Faça um Comentário

*


Current day month ye@r *

Home | Quem Somos | Regras | Opinião | Especial | Favoritos | Histórico | Fale Conosco
© Copyright 2011 - 2021. Todos os Direitos Reservados.